Benefícios do Bálsamo – Para que Serve, Como Usar e Contraindicações

O bálsamo é uma planta suculenta e levemente ácida é conhecida por suas qualidades medicinais e ornamentais. E a sua origem se deu na África do Sul, Ásia e América Tropical. Então, nesse artigo, conheça os benefícios do bálsamo!

 

beneficios-do-balsamo

 

O que é e para que Serve o Bálsamo?

O bálsamo é uma árvore de casca grossa e apresenta flores em cachos, de coloração branca e, possui propriedades emolientes, cicatrizantes e digestivas.

A planta pode atingir 0,50 metros de altura e as partes mais utilizadas são as folhas para preparação caseira, o suco e o sumo, o óleo extraído do tronco são partes utilizadas nas receitas farmacêuticas nas farmácias de manipulação.


Os seus princípios ativos são: triterpenos, mucilagens, ácidos cinâmicos e benzoicos, taninos hidrolisáveis, alcaloides, piperidínicos e sesquiterpenos

Além disso, por ter aroma agradável é muito utilizada pela indústria cosmética em perfumes, pela indústria alimentícia na confeitaria de goma de mascar e também pela indústria de medicamentos na fabricação de expectorantes utilizados na veterinária.

Benefícios do Bálsamo

Confira a seguir as propriedades medicinais e os benefícios proporcionados pelo bálsamo.

  • É eficaz no tratamento de contusões e torções provocadas quedas ou pancadas;
  • Auxilia na higienização de cicatrização de feridas graves;
  • Ajuda no tratamento de úlceras estomacais (feridas no estômago);
  • Atua no tratamento de inflamações e demais enfermidades relacionadas ao estômago;
  • Previne e combate doenças relacionadas ao sistema urinário;
  • Auxilia no tratamento de doenças respiratórias;
  • É um excelente remédio natural para dores de cabeça;
  • É indicada para o combate as dores de dentes, dores de ouvido e amigdalites.

Além disso, ele é um ótimo aliado no controle dos níveis de glicose no sangue, devido a uma enzima presente em sua composição. O seu uso permite uma utilização mais eficiente da glicose por parte das células hepáticas do fígado. Um dos poderosos benefícios do bálsamo.

O bálsamo pode ser utilizado em forma de óleo extraído do tronco, sumo e suco. O uso ao natural, sob a forma de saladas e sem tempero, possui uma ação protetora contra úlcera e erisipela, além de também ser utilizado no combate às afecções do aparelho respiratório e urinário.


Na forma de óleo, o bálsamo pode ser usado para combater a diabetes, queimaduras, bronquite crônica e frieiras.

No cuidado com a beleza, o óleo extraído a partir do tronco do bálsamo possui efeito hidratante, auxilia a nutrir e reparar a pele e contribui em relação à regeneração da pele, renovação celular, eliminação de manchas e suavização de linhas de expressão.


Como Usar o bálsamo?

O bálsamo pode ser utilizado externamente, através de pomadas e compressas e internamente, na ingestão de chás e sucos. No uso tópico, pode ser misturado à argila, caso seja necessário. Na forma de sumo, pode ser aplicado diretamente sobre a pele inflamada.

No uso interno, o bálsamo pode ser tomado com água morna, como chá, maceração ou cozimento de alguma erva. A planta pode ainda ser usada in natura, sob a forma de saladas, sem temperos, para tratar as inflamações gástricas.

1- Chá de Bálsamo

  • Em um recipiente, colocar 5 folhas de bálsamo e 500ml de água, deixando ferver por 10 minutos;
  • Desligar o fogo e deixe em infusão por 10 minutos. Coe e beba no máximo de 2 a 3 xícaras por dia, devendo ser tomadas 30 minutos antes das principais refeições.

No caso, para banhos em feridas ou demais inflamações na pele, é necessário que o chá esteja em temperatura ambiente. Os banhos devem ser feitos 2 ou 3 vezes ao dia (dependendo da gravidade das lesões e/ou ferimentos).

2- Suco de Bálsamo

No liquidificador, bater 1 copo de leite com 10 folhas de bálsamo. Ingerir ½ copo deste suco 3 vezes ao dia.

3- Salada de Bálsamo

A ingestão do bálsamo pode trazer inúmeros benefícios internos ao nosso organismo, portanto o seu consumo deve ser como alimento ou líquido. Utilizá-lo como salada é uma ótima opção, sendo necessário apenas algumas folhas bem limpas junto ao resto da refeição.

O mais recomendado é que seja ingerido sozinho, durante a manhã na em jejum, ou seja, como a sua primeira refeição. Em alguns casos indicados, as folhas do bálsamo podem ser ingeridas cerca de uma hora antes de se deitar.

Tanto a salada quanto o chá serão muito eficientes e trarão ótimos resultados no tratamento de úlceras, problemas dos aparelhos respiratório e urinário, diabetes, bronquites e até mesmo epilepsia.

4- Pomada de Bálsamo

Para preparar a pomada ou creme de bálsamo, pegue algumas folhas e coloque em um pequeno recipiente. Em seguida macere as folhas até formar uma massa pastosa. Por usá-lo de forma tópica, é um dos grandes benefícios do bálsamo.

Com a pomada de bálsamo pronta, basta aplicar na área desejada. A sua aplicação pode ser utilizada no alívio de queimaduras, feridas, pequenos machucados e até mesmo frieiras. Recomenda-se aplicar a pomada uma vez ao dia, antes de se deitar.

Contraindicações

O bálsamo não possui contraindicações tanto no uso interno como no uso tópico, no entanto, é importante frisar que cada metabolismo reage de uma maneira singular e deve-se ter atenção a reações que possam surgir e, lembre-se que nenhum medicamento, inclusive o natural, deve ser utilizado sem orientação médica.

O ideal é que o seu consumo não ultrapasse a utilização de no máximo 10 folhas, para evitar efeitos colaterais como o desconforto intestinal e diarreia. Já nos casos de uso de medicação controlada, é importante certificar que não exista riscos de interação entre a planta e o remédio em questão.

Benefícios do bálsamo comprovados cientificamente


Em 2005 foi realizado a primeira pesquisa com a planta e foi constatado que o Kaempferol, um ativo encontrado nas folhas do bálsamo é capaz de proteger o estomago contra as inflamações, através do poder anti-inflamatório.

Já em 2014, o flavonóide canferitrina, outro ativo encontrado na planta, e a enzima fosfofrutoquinase (PFK) permitem o controle da glicose sanguínea, sendo um ótimo aliado para os pacientes diabéticos.

Para os casos de úlceras causadas por consumo de álcool e medicamentos anti-inflamatórios, o bálsamo é um ótimo protetor estomacal, através de seus compostos sulfídricos.

Dentre vários benefícios do bálsamo, apesar de seus resultados serem comprovados cientificamente, o uso dele não dispensa a consulta de um médico ou nutricionista, e em casos de problemas de saúde, em nenhuma hipótese deixe de consultar um profissional antes da ingestão desta planta.

 


Continue lendo sobre saúde natural: