Cana de Macaco – Para que serve, Benefícios, Onde Encontrar e Como Usar

Cana de macaco é uma planta medicinal pertencente a família das Zingiberáceas, ela é também conhecida como cana do brejo, cana do mato, pacova, cana branca, jacuanga. É originária do Brasil e muito comum em regiões do brejo onde o clima é bem úmido. Essa herbácea chega facilmente a 2 metros de altura, suas folhas têm forma de espiga fazendo com que seja reconhecida a distância.

Nesse artigo, você vai conhecer a cana de macaco, bem com sua funcionalidade, benefícios e contraindicações, continue lendo.

 

Cana de Macaco

 

Para que serve?

A cana de macaco é uma vegetação utilizada pelos caboclos há muitos anos para tratar diversas enfermidades, inclusive aliviar edemas, contusões e dores no corpo. Devido sua importância, essa planta está na relação nacional de plantas medicinais de interesse ao SUS, isso significa, que até o Ministério da Saúde do Brasil está de olho em suas propriedades.


A cana de macaco possui um efeito calmante, por isso é muito indicada para pessoas com síndrome do pânico, ansiedade e hiperatividade. Mas, os seus benefícios não param por aí, essa planta pode ajudar em diversas desordens do organismo e proporcionar muito mais saúde.

Propriedades da cana de macaco

A cana de macaco é conhecida pelo seu alto valor terapêutico, pois apresenta muitas propriedades medicinais, entre elas:

  • Calmante;
  • Tônica e adstringente;
  • Anti reumática;
  • Anti inflamatória bexiga e rins;
  • Anti diabética;
  • Diurética;
  • Depurativa.

Foram encontradas outras substâncias medicinais da cana de macaco como ácidos orgânicos, compostos fenólicos, flavonóides, pectina, óleo essencial, albuminóides e taninos, sapogeninas, saponinas e mucilagens.

Benefícios

Com todos esses princípios ativos a cana de macaco se propaga com uma erva extremamente importante no tratamento de inúmeras condições de saúde quando consumida corretamente, confira:

1- Trata doenças da bexiga

Os habitantes das regiões brejeiras utilizam a cana de macaco para cuidar de muitas doenças nas vias urinárias como a infecção, cistite, dores ao urinar, inflamações na uretra, úlceras na mucosa da bexiga, entre outros distúrbios.


As conhecidas doenças sexualmente transmissíveis como gonorréia, leucorréia, cancro e outras DSTS também podem ser tratadas com o chá de cana de macaco. As suas propriedades depurativas, emolientes e adstringente ajudam na eliminação dos agentes infecciosos.

2- Cuida dos rins

A ação diurética da cana de macaco auxilia o trabalho dos rins e ajuda a tratar problemas renais como a nefrite. Acredita-se que a erva é muito útil na limpeza e desobstrução das as vias urinárias.


3- Previne o câncer

De acordo com a medicina popular, o chá de cana de macaco inibe a evolução das células cancerígenas, impedindo que elas se desenvolvam. Ainda não existem evidências que atestam esses dados, mas acredita-se que é devido a ação antioxidante que combate os radicais livres responsáveis pela formação de células doentes que podem virar câncer.

4- Aumenta o metabolismo e ajuda no emagrecimento

O consumo da cana de macaco pode melhorar o sistema metabólico fazendo com que o corpo tenha mais facilidade de perder peso. Seus efeitos diuréticos e sudoríficos podem contribuir para o emagrecimento.

5- Combate dores reumáticas

Dores reumáticas, artrite, dores nas cores, dores na ciática tem a indicação da cana de macaco desde os tempos antigos onde eles utilizavam as propriedades calmantes para aliviar as dores no corpo.

6- Regula pressão alta e batimentos cardíacos

A planta se mostrou ao longo desses anos muito eficiente para controlar problemas emocionais como a síndrome do pânico, ansiedade e estresse. O efeito calmante pode ajudar a manter a pressão em bons níveis e também os batimentos do coração normais.

Modo de usar a cana de macaco

A cana de macaco é utilizada em forma de chá, mas também existem receitas de sucos depurativos e de compressas para colocar em cima de dores mais específicas. Confira:

Receita do chá de cana de macaco:

Ingredientes:

  • 1 litro de água
  • 20 gramas de cana de macaco (usar as folhas e hastes)

Modo de preparo:

1- Ferva a água juntamente com as folhas;

2- Assim que ferver, desligue o fogo e abafe;

3- Quando a bebida estiver morna, coe e beba;

4- A posologia é de 3 xícaras por dia, é importante seguir esse modo de uso para não deixar muito concentrada. Se quiser, pode adoçar.

A indicação é beber o chá de cana do macaco nessa dosagem por 7 dias.

É possível fazer sucos com as hastes da planta, pois é tônica e depurativa para o organismo, inclusive é muito utilizada para tratar de forma tópica as doenças venéreas.

Os populares de antigamente utilizam compressas feitas com as partes aéreas da cana do macaco, afirma-se que era um excelente remédio para inchaços, cólicas menstruais e contrações.

Contraindicações 

Não é indicado utilizar o chá da planta na gravidez e enquanto estiver amamentando. Crianças devem ter orientação médica para usar ervas naturais.


A cana de macaco não pode ser usada por longos períodos, apesar de ser muito conhecida antigamente, não se sabe ao certo os efeitos colaterais da planta.

Algumas fontes de produtos naturais informam que uso prolongado dessa erva pode favorecer o surgimento de pedras nos rins, enquanto que outras afirmam que o chá de cana de macaco dissolve as pedras, devido as discrepâncias encontradas nas informações, é sempre bom ficar atento.

O uso de plantas medicinais deve ser informado ao seu médico caso estiver fazendo tratamento para algum problema de saúde, principalmente quando não se conhece todos os riscos oferecidos.

Onde Encontrar

Essa planta medicinal pode ser encontrada em casas de produtos naturais e de fitoterapias, além das lojas onlines.

 


Continue lendo sobre saúde natural: