Chá de Bardana – Lista dos 12 Benefícios desse Chá

Na moda do chá detox, conheça o chá de Bardana. A bebida que é uma planta nativa da Europa e Ásia, é usada desde a antiguidade para o tratamento de problemas dermatológicos pelo rei Henrique III da França.

A planta conhecida como bardana ou gobó, produz flores cor de rosa e raízes compridas que podem chegar a 1,50 metros de altura.

 

cha-de-bardana-benefícios.png

 

Para que Serve o Chá de Bardana?

O chá de bardana tem efeito depurativo e combate vários males que exigem a limpeza do organismo, além do seu efeito diurético e no tratamento de doenças estomacais e um ótimo anti-inflamatório para problemas reumáticos.

As suas raízes são comestíveis, podendo ser consumidas cruas ou cozidas. No Japão, inclusive, é cultivada uma variedade para o consumo das raízes e, na Europa, os brotos e folhas são consumidos como verduras.

Publicidade

Uso Externo

Para o uso externo, as folhas frescas de bardana são utilizadas no alívio das dores por torções, hemorróidas, picadas de insetos e, em compressas, é excelente para limpar feridas e inflamações da pele.

Como tem ação bactericida, as folhas, esmagadas e aplicadas sobre a pele, são ideais para tratar feridas, eczemas, herpes simples, seborreias e acne. Ainda em tratamentos da pele, as sementes podem ser utilizadas para curar problemas crônicos de pele.

Lista dos 12 Benefícios do Chá de Bardana

A bebida é um ótimo aliado para o tratamento de ácido úrico elevado, reumatismo, diabetes, furúnculos, abcessos, acnes e outros problemas de pele, além disso, o chá tem efeito diurético e age principalmente nos casos de crises renais e cistites.

Os benefícios não param por aí, então confira os inúmeros benefícios da bardana para o organismo.

1- Controle da pressão arterial

A planta tem alta concentração de potássio, um vasodilatador, o que ajuda a liberar a tensão dentro do sistema cardiovascular, acalmando os vasos sanguíneos e artérias, ajudando assim a prevenir a aterosclerose, ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais, além de controlar os picos de pressão arterial.

2- Problemas digestivos

A bardana possui fibras que são responsáveis por estimular o sistema digestivo e transportar alimentos facilmente através do intestino, diminuindo a constipação e evitando cólicas, inchaço e úlceras.

Além disso, a inulina, um determinado tipo de fibra encontrada em sua composição, ajuda a reduzir a inflamação no intestino e remover as bactérias nocivas que podem causar diarreia, bem como outros problemas gastrointestinais.

3- Controle da Diabetes

A inulina, uma das fibras presentes na bardana é eficaz no controle dos sintomas relacionados à doença. A quantidade considerável de inulina em bardana ajuda a reduzir o colesterol, removendo-o do corpo, protegendo o seu sistema cardiovascular.

Publicidade

4- Bardana Para Desintoxicar o Fígado

A composição que dá o sabor amargo à bebida, também estimula a produção de bile, bem como suco digestivo dentro do intestino. Assim, ajuda eliminar as toxinas do organismo rapidamente, além da limpeza das toxinas do sangue.

5- Saúde da Pele

Alguns problemas de pele podem serem tratados com a bardana: espinhas, erupções cutâneas e inflamações da pele, além das manchas causadas por estes problemas podem ser tratados com uso da raiz de bardana e ervas.

Uma vez que, esta poderosa erva pode desintoxicar o organismo, evitando a prisão de ventre e, assim resultando em uma pele mais clara e saudável.

6- Equilíbrio Hormonal

O distúrbio hormonal pode impactar diretamente na vida de homens e mulheres. Portanto, adicione a bardana em sua alimentação.

A erva ajuda o fígado na absorção dos hormônios, como o estrogênio, que ajudam a reequilibrar os níveis hormonais do corpo à normalidade. O excesso de estrogênio pode levar a problemas como: infertilidade, disfunção eréctil, hipertrofia da próstata e certos tipos de cancro.

7- Controle da Imunidade

Rica em Vitamina C e E, a bardana possui antioxidantes que auxiliam na eliminação dos radicais livres, e, portanto, um grande aliado para o controle do sistema imunitário. Estes antioxidantes atuam na prevenção de infecções e apoiam o desenvolvimento e reparação de células e tecidos do corpo.

8- Asma

A vitamina B6 presente na bardana é extremamente benéfica para a redução das crises de asma, assim como a diminuir os sintomas de chiado, bem como, na diminuição e a frequência dos ataques.

9- Prevenção de Artrite e Osteoartrite

A bardana possui Manganês, além de cloridrato de glucosamina e, com isso contribui para a redução da inflamação das articulações e tecidos e, no auxílio de pacientes com artrite para a realização de atividades cotidianas.

10- Saúde do Cérebro

A bardana é rica em cobre, mineral responsável para o funcionamento mental adequado. Alimentos ricos normalmente em cobre também são considerados alimentos para o cérebro, já que auxilia determinadas vias neurais no raciocínio.

Portanto, a ausência deste mineral durante o período de crescimento, pode retardar o desenvolvimento do cérebro, assim como o desenvolvimento do nervo.

11- Combate a anemia

O Ferro presente na bardana é útil para o tratamento de anemia que ocorre em mulheres durante a gravidez ou a menstruação. Os novos glóbulos vermelhos devem substituir os que foram perdidos, portanto, o consumo de bardana é essencial para mulheres e satisfaz as deficiências de ferro no organismo.

12- Tratamento de Câimbras

A bardana consiste em uma grande quantidade de Magnésio, que ajuda o corpo de absorver o cálcio, mineral responsável pela cicatrização de problemas relacionados aos ossos.  Geralmente, as cãibras nas pernas e sensação de fadiga são os sintomas tradicionais de deficiência de magnésio.

Como Preparar o Chá de Bardana

  • Para cada xícara de chá, deve haver uma colher de sopa da raíz de bardana;
  • Leve ao fogo, uma quantidade ideal para três xícaras de chá;
  • Acrescente a erva;
  • Tampe e deixe em infusão por dez minutos;
  • Coe e tome no máximo três vezes ao dia.

Para o tratamento de celulite, o chá de bardana é uma ótima opção, devido as suas propriedades anti-inflamatórias e o seu efeito diurético. Neste caso, o consumo deve ser de 2 a 3 vezes por dia.

Efeitos Colaterais 

Porém, nem tudo são flores, e o seu consumo em excesso pode causar a elevação da frequência urinária, estimulação das contrações uterinas e elevação dos níveis de açúcar no sangue em pacientes diabéticos.

No entanto, o seu consumo em pacientes com alguns desses sintomas deve ser realizado com acompanhamento médico.

O chá de bardana não é indicado para gestantes, crianças e pacientes com diarreia.

 

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*