Erva de São João – 9 Benefícios, Como Tomar, Ajuda na Depressão?

A erva de São João é uma das plantas mais conhecidas em todo o mundo, sendo presente em diversos continentes, é amplamente utilizada tanto pela indústria farmacêutica quanto pelas empresas que se dedicam à produção de remédios naturais.

Para saber porque esta planta faz tão bem à saúde e como preparar o chá dela, fique de olho no nosso artigo.

 

Erva-de-São-João-Benefícios

 

9 Benefícios – Ajuda na Depressão?

1 – Combate a depressão

Embora pouquíssimas pessoas saibam disso, essa erva é altamente eficaz no combate à depressão, uma doença que a cada dia afeta mais pessoas em todo o mundo.

Ainda que esta erva não deva obrigatoriamente substituir o tratamento convencional nos casos mais severos de depressão, ela é bastante eficaz como tratamento complementar e também nos episódios mais leves da doença.

Publicidade

2 – Ajuda a tratar problemas de pele

O óleo extraído dessa planta é tido como um excelente agente natural para o tratamento de diversos tipos de ferimentos na pele, queimaduras e até mesmo hemorroidas.

Além disso, essa planta contribui para a cicatrização de pequenos cortes e atua no alívio de dores nos nervos.

3 – Auxilia a parar de fumar

Este é outro dos benefícios pouco conhecidos da erva de São João. O motivo desse efeito tão positivo quanto ao abandono do vício do cigarro é que as substâncias contidas nesta erva diminuem a ansiedade, o grande “gatilho” que desencadeia a dependência da nicotina.

4 – Alivia os sintomas da fibromialgia

Pelo fato de esta planta possuir substâncias relaxantes, ela é uma grande aliada no alívio aos sintomas causados pela fibromialgia, uma doença reconhecida pela intensa dor nos tecidos fibrosos e musculares.

5 – Auxilia no emagrecimento

Graças às substâncias que naturalmente combatem a ansiedade, a erva de São João contribui para equilibrar o apetite e com isso, faz com que as pessoas emagreçam de forma natural e sem fazer dietas absurdas.

Publicidade

6 – Ajuda no tratamento de desequilíbrios emocionais

Além de ajudar no tratamento da depressão e da ansiedade, as substâncias dessa erva  auxiliam no tratamento da TPM – Tensão Pré-Menstrual, TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo e síndrome do pânico.

7 – Combate a fadiga crônica

Devido ao fato de esta planta favorecer noites revigorantes de sono, ela naturalmente ameniza os sintomas da fadiga crônica, uma doença que afeta milhões de pessoas pelo mundo.

8 – Ajuda a regular o intestino

As propriedades laxantes desta planta exercem um papel crucial para o bom funcionamento do intestino, evitando a prisão de ventre, constipação, infecções e até mesmo o câncer.

9 – Favorece a digestão

Graças às substâncias que agem como relaxantes musculares, essa planta favorece o processo digestivo, atuando também nos músculos do estômago.

Como Tomar esse Chá?

Itens necessários

  • 500ml de água filtrada ou mineral;
  • 1 colher (sopa) de erva de São João.

Modo de preparar

  • Em um recipiente, colocar a erva e a água;
  • Levar a mistura ao fogo;
  • Assim que começar a ferver, desligar o fogo e tampar o recipiente por 10 minutos, fazendo com que a água absorva corretamente as propriedades medicinais da planta;
  • Coar e ingerir durante o dia.

Qual a quantidade recomendada?

É indicado beber de 3 a 4 xícaras desse chá todos os dias, até que os sintomas da doença tratada desapareçam ou sejam amenizados.

Efeitos colaterais desta erva

Embora esta planta proporcione vários benefícios para a saúde, o uso inadequado ou exagerado poderá causar:

  • Irritação no estômago;
  • Boca seca;
  • Dores de cabeça;
  • Tontura;
  • Irritação nos olhos e/ou visão opaca;
  • Sensibilidade ao sol (quem faz uso dessa planta precisa se proteger ao máximo contra os raios solares);
  • Irritações na pele;
  • Formigamento.

Contraindicações da erva de São João

Antes de iniciar o consumo desta erva é fundamental estar atento às contraindicações, pois ela não é recomendada nos seguintes casos:

  • Gravidez confirmada ou suspeita (pois o consumo da planta está associado à má formação do feto);
  • Mulheres que estão amamentando;
  • Mulheres que estão fazendo tratamento contra a infertilidade;
  • Pessoas alérgicas a esta planta;
  • Indivíduos diagnosticados com esquizofrenia;
  • Indivíduos diagnosticados com Alzheimer;
  • Pacientes que estão em tratamento de câncer (realizando sessões de quimioterapia);
  • Pessoas diagnosticadas com HIV positivo;
  • Pessoas que fazem uso de medicamentos deverão obrigatoriamente consultar um médico antes de começar ingerir este chá.

Curiosidades sobre a erva de São João

  • Esta planta é nativa da Europa, Ásia e Norte da África;
  • Além de ser considerada um potente antidepressivo natural, os usos mais comuns dela são para combater inflamações e cicatrizar feridas;
  • Essa planta ficou mundialmente conhecida como alternativa natural ao tratamento da depressão depois de uma grande pesquisa feita na Alemanha;
  • No Brasil, algumas variedades comuns dessa planta, são: Mentrasto, erva de São João falsa e cipó de São João;
  • O nome científico dessa planta é Hypericum Perforatum.

Outras estratégias para combater a depressão

Além de fazer uso desse chá, para as pessoas que lutam contra a depressão, é interessante buscar as seguintes alternativas para combater a doença, que são:

Fazer terapia

Grande parte das vezes o que mais aflige uma pessoa deprimida é o fato de não poder conversar com alguém que realmente a escute sem julgamentos e que a ajude a organizar as ideias.

Nesse cenário, o trabalho de um terapeuta é crucial, pois este profissional poderá, por meio de técnicas, oferecer o norte que o paciente necessita.

Fazer um hobby

Ter uma atividade que proporcione bem-estar mental é fundamental no combate natural da depressão. É interessante que a pessoa diagnosticada com esta doença pare para pensar sobre as atividades que lhe dão alegria.

Algumas sugestões são: prática de algum esporte (futebol, vôlei, natação, corrida etc.), fotografia, passear com o animal de estimação, desenhar, fazer trabalhos manuais (pintura, artesanato etc.), cuidar de plantas etc.

Os profissionais afirmam que esse tipo de atividade, além de contribuir para liberar serotonina, contribuem para manter a mente focada no momento presente, evitando a ansiedade própria da depressão.

Com todas essas informações é possível compreender porque a erva de São João tornou-se tão conhecida, já que além de ajudar no tratamento da depressão ela oferece muitos outros benefícios para a saúde.

 

Publicidade

Fontes em Inglês: 1, 2

 


Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


onze − 1 =