Garcínia Cambogia – Benefícios, Como Tomar, Emagrece e Efeitos

Garcínia Cambogia é uma fruta tropical originada das florestas da Indonésia, que é famosa por auxiliar no processo de emagrecimento, também é conhecida como citrino, malabar, tamarindo, goraka e árvore de petróleo, pertence à família dos citros, em que os limões e laranjas também pertencem.

 

Garcinia-Cambogia-emagrece

 

 

Mas o que você não sabe, é que Garcínia Cambogia possui inúmeros benefícios para a saúde, na Índia a planta é muito popular, mas não por suas possíveis propriedades de perda de peso, e sim por seus benefícios à saúde, como cura de úlcera, melhora na digestão, e até mesmo melhora da dor causada pela artrite.

O seu consumo pode ser através de cápsulas ou de chás vendidos em farmácias de manipulação ou lojas de produtos naturais.

Propriedades da Garcínia Cambogia

A fruta pode ser utilizada para regular o colesterol, além de auxiliar em problemas de constipação, diarreia, reumatismo, úlceras, na queima de depósitos de gordura do organismo, além da melhora dos níveis de energia e no reforço do sistema imunológico.

Publicidade

Garcínia Cambogia Emagrece?

O ingrediente mais interessante da garcínia cambogia é justamente o HCA, o ácido hidroxicítrico é responsável por inibir a ação de uma enzima de nosso corpo que tem a função de metabolizar as gorduras. Assim, com a ingestão da fruta, é possível evitar novos depósitos de gordura e, ainda promover a queima da gordura já existente.

Para quem quer emagrecer, a ingestão da fruta é ideal, uma vez que o corpo ainda precisa de energia para funcionar, portanto, o metabolismo busca esta energia nas reservas de gordura, resultando na perda de peso.

Além disso, ao diminuir a ingestão de alimentos, os picos de insulina diminuem no organismo, o que permite que ela armazene menos gordura e a utilize como fonte de energia.

Bloqueio da Enzima

A garcínia cambogia tem o poder de bloquear uma enzima chamada citrato liase, que é responsável por transformar carboidratos e açúcares em gordura. Isso permite que o excesso de açúcar e gorduras ingeridos não entrem nas células, e seja eliminado através da urina e das fezes.

As cascas da fruta promovem uma maior sensação de ansiedade através do ácido hidroxicítrico, que estimula o cérebro, como o café, e é responsável por suprimir o apetite, através da utilização de toda gordura mobilizada, ou já aqueles presentes no organismo para adiar a sensação de fome.

Publicidade

Outro benefício seria justamente o fato de que, o fruto pode aumentar os níveis de serotonina no cérebro.

Benefícios

Controle dos níveis de colesterol

Por ser responsável pela queima das gorduras no organismo, um outro potencial da garcínia cambogia é baixar os níveis de triglicérides e de LDL (colesterol ruim) e aumentar os níveis do HDL, o colesterol benéfico para o corpo.

Auxílio na Digestão

No geral, as frutas amargas têm o poder de promover a digestão através da forma de bebida em infusão, assim a garcínia cambogia pode ser uma ótima aliada no trato de problemas gastrointestinais.

A ingestão do chá também pode contribuir no trato de problemas decorrentes de reumatismo.

Como Tomar?

Para que o tratamento seja eficaz, deve-se tomar uma dose 3 vezes por dia. Porém, é necessário consultar um médico antes, para que possa avaliar a sua situação de forma específica e indicar a dose ideal.

Pode ser utilizada todos os dias, mas não por períodos superiores  a 3 meses. O ideal é tomar meia hora antes das refeições e 15 minutos antes do café da manhã.

Para os casos de emagrecimento, as doses mais baixas dos ingredientes ativos desta planta seriam ineficazes para aqueles que estão à procura de ajuda na perda de peso.

Outra dica para acelerar a queima de gordura é associar com a garcínia outras substâncias naturais que atuam como ativadoras do metabolismo, como o mate, o chá verde e todos os seus derivados.

Efeitos Colaterais

O uso em excesso da garcínia cambogia pode causar náuseas, dores de cabeça, problemas no estômago, erupções leves na pele e intoxicação. Já que a fruta possui 50% de ácido hidroxicítrico, que causa os efeitos de diminuição de apetite e aumento da serotonina, sem quaisquer outros ingredientes.

Porém, nem tudo são flores, já que em testes realizados em laboratórios constatou que o ácido hidroxicítrico foi ligado à atrofia testicular e toxicidade em ratos. Embora, testes clínicos realizados com humanos não apontem efeitos graves, é bom tomar cuidado na ingestão da planta medicinal.

Contraindicações

O uso da garcínia cambogia é contraindicado para gestantes, crianças, portadores de Alzheimer, pacientes com demência e diabetes.

Ainda não foram realizados estudos oficiais sobre a segurança da utilização do extrato de garcínia cambogia por mulheres grávidas ou lactantes. Portanto, nestes casos é importante não tomar o medicamento, já que os seus efeitos são desconhecidos.

Pessoas com Diabetes

Nos casos de pacientes diabéticos ou pessoas que possuem resistência à insulina, o seu uso não é recomendado, já que o seu uso pode contribuir para reduzir os níveis de açúcar no sangue, causando hipoglicemia e, não deve ser tomada em caso de interação medicamentosa com medicamentos utilizados para o controle do colesterol elevado.

Antidepressivos

As pessoas que tratam transtornos psicológicos ou físicos com antidepressivos, medicamento responsável por estimular a produção e liberação de serotonina, o seu uso está proibido.

Devido a Garcínia Cambogia também estimular a liberação de serotonina e, em excesso pode causar toxicidade no organismo, um estado no qual, a pessoa tem muita serotonina no corpo, e pode sofrer com o aumento da aceleração dos batimentos do coração.

Publicidade

Fontes em inglês: 1, 2

 


Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


dezenove + 9 =