L carnitina – O que é, Benefícios – Como Tomar?

O corpo humano é composto por uma infinidade de substâncias que, quando harmonizadas, são responsáveis por manter nosso organismo em perfeito funcionamento. Uma delas é a L carnitina.

Entretanto, por se tratar de um termo científico, é natural que muitas pessoas tenham dúvidas com relação à forma que este elemento afeta nossa saúde. Para saber quais são esses benefícios e como manter esta substância em níveis adequados, basta ver nosso post!

 

l-carnitina-como-esta-substancia-interfere-na-sua-saude

L carnitina – O que é?

De acordo com a ciência, a L-carnitina pode ser definida como uma amina produzida pelo organismo de forma natural por meio dos aminoácidos conhecidos como lisina e metiotina.

A principal função exercida por ela é cooperar no metabolismo dos lipídios, exercendo um papel crucial ao levar o citoplasma (presente no interior das células) para a matriz mitocondrial (cavidade onde são produzidas determinadas proteínas), onde ocorre a oxidação.

Publicidade

Para que serve a L-carnitina?

O uso da L-carnitina está associado ao aumento da performance de indivíduos que praticam atividade física com frequência, já que esta substância estimula o processo metabólico das gorduras e favorece a produção de energia pelo corpo.

Em suma, esta substância serve para potencializar a queima de gordura, melhorar a resistência muscular e auxiliar na recuperação das fibras musculares depois da realização de atividade física.

Quais são os benefícios oferecidos pela L-carnitina?

Os benefícios desta substância atendem sobretudo às pessoas que praticam esportes que requerem força muscular e resistência, como a musculação, por exemplo. Entre os benefícios oferecidos pela L-carnitina, destacam-se:

1 – Obtenção de massa magra

Essa substância contribui para a hipertrofia muscular, já que ela aumenta a força e resistência dos músculos, o que naturalmente contribui para a queima das gorduras, proporcionando o ganho de massa magra, principalmente para as pessoas que praticam atividades físicas de alta intensidade.

Além disso, o consumo deste elemento contribui para auxiliar na síntese de novas fibras musculares, efeito possível em decorrência da estimulação do IGF-1, um dos hormônios produzidos no fígado.

Pelo fato de a L-carnitina elevar o nível de receptores de testosterona no interior das células, esta substância torna-se essencial para favorecer o crescimento dos músculos.

2 – Previne e combate o diabetes

Em virtude de a L-carnitina cooperar consideravelmente para metabolizar a glicose, ela melhora o processo de oxidação e armazenamento do açúcar pelas células do organismo.

Com isso, naturalmente diminui-se a necessidade de insulina. Este fator é fundamental para manter o diabetes tipo 2 sob controle.

Publicidade

3 – Fortalece as defesas imunológicas

A L-carnitina se apresenta como uma excelente alternativa para prevenir e/ou amenizar os danos causados pelos radicais livres, incluindo aqueles relacionados à prática intensa de exercícios físicos.

Por isso, além de favorecer as defesas naturais do organismo, esta substância também atua na prevenção do envelhecimento precoce e inibe a ocorrência de doenças degenerativas.

4 – Melhora a saúde dos ossos

Devido ao fato de a L-carnitina contribuir para a redução da perda de massa óssea por meio do aumento dos níveis de osteocalcina, ela exerce um papel fundamental para a mineralização dos ossos.

Ainda que poucas pessoas saibam disso, a perda de massa óssea começa ocorrer (ainda que sutilmente), a partir dos 30 anos. Por esta razão, mesmo no caso de pessoas mais jovens, o ideal é ficar atento ao equilíbrio da L-carnitina no organismo.

 

l-carnitina

5 – Favorece a queima de gordura

As substâncias contidas na L-carnitina são responsáveis por intensificar o uso dos estoques de gordura presentes no organismo, intensificando a queima delas por meio do processo metabólico.

6 – Melhora o funcionamento do cérebro

Os suplementos à base de L-carnitina também atuam na estimulação das funções cerebrais, protegendo esta região contra os efeitos do envelhecimento.

Inclusive, a eficácia desta substância é comparada aos efeitos do Gingko Biloba.

Quais são as formas de tomar L-carnitina?

Basicamente, há duas formas de consumir a L-carnitina: por meio da alimentação e de suplementos alimentares.

Lista de alimentos ricos em L-carnitina

·         Carne bovina (considerada a melhor fonte desta substância);

·         Carne suína;

·         Filé de frango;

·         Bacalhau;

·         Ovos;

·         Leite desnatado;

·         Ricota;

·         Queijo cottage;

·         Abacate;

·         Pão integral;

·         Arroz integral;

·         Grãos de soja;

·         Aspargos;

·         Suco de laranja.

Suplementação alimentar

Além de obter a L-carnitina por meio da alimentação, também é possível fazer uso de suplementos.

A dose diária recomendada é de 2g tanto para praticantes de musculação quanto para pessoas que desejam queimar a gordura em excesso.

A L-carnitina apresenta efeitos colaterais?

Embora os suplementos desta substância ofereçam diversos benefícios ao organismo, eles poderão ocasionar alguns efeitos colaterais (sobretudo quando ingeridos em excesso), que são:

·         Náuseas e/ou vômitos;

·         Cólicas abdominais;

·         Diarreia;

·         Fraqueza muscular;

·         Convulsões (efeito pouco observado e somente ocorrido em pessoas com propensão);

·         Quando consumida em excesso ou de forma inadequada, esta substância aumenta o risco de arteriosclerose (entupimento das artérias), elevando o risco de infarto.

Vale ressaltar que até o momento não são registrados efeitos colaterais desde que o uso da L-carnitina esteja de acordo com o recomendado.

Orientações adicionais quanto ao consumo de L-carnitina

·         Recomenda-se consumir os suplementos desta substância juntamente com alimentos que contenham carboidratos de rápida absorção;

·         Sugere-se consumir cerca de 20 a 30g de massa magra logo após os treinos, potencializando os resultados do suplemento;

·         O consumo de L-carnitina associado ao ômega 3 é considerado muito eficaz para a queima de gordura, sendo recomendado ingerir os suplementos juntamente com salmão cozido ou assado ou também fazendo uso de uma cápsula de ômega 3;

·         O horário mais propício para ingerir a cápsula de L-carnitina é antes dos treinos. Entretanto, ela pode ser ingerida a qualquer momento do dia (menos antes de dormir), desde que junto com ela seja ingerido um carboidrato simples;

·         Não é recomendável ingerir a L-carnitina antes de dormir, porque ela aumenta os níveis de energia do corpo, momento no qual é necessário o relaxamento.

Onde comprar os suplementos de L-carnitina?

Tanto a L-carnitina líquida quanto as cápsulas são facilmente encontradas em lojas de suplementos esportivos (físicas e online), sendo que os preços variam conforme marca e quantidade de cápsulas. Em média, um frasco com 60 cápsulas custa R$50,00.

Fontes:

1, 2

Imagem:

planetadocorpo.com mundoboaforma.com.br

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*