Ômega 9 – 7 Benefícios, Dicas, O que é? Como Tomar e Para que serve

omega-9

Dos muitos elementos necessários para manter a saúde física e mental, o Ômega 9 – também conhecido como ácido oleico – consiste em um dos principais, sendo bastante mencionado pelos médicos e nutricionistas.

Para saber todos os detalhes sobre este elemento e principalmente por que ele é tão importante, confira nosso post.

Ômega 9 – O que é?

Trata-se de um tipo de ácido graxo popularmente chamado de “gordura boa” ou gordura insaturada. Esse tipo de ômega em especial é classificado como uma gordura monoinsaturada.

Isso significa dizer que ela é facilmente metabolizada pelo organismo, ao contrário das temíveis gorduras saturadas que, como todos sabem, acarretam grandes males à saúde.

Publicidade

Ômega 9 – Para que serve e quais benefícios?

1 – Importante fonte de energia

A gordura boa presente no Ômega 9 é tida como uma das mais saudáveis fontes de energia para o corpo, favorecendo o bom funcionamento do metabolismo e da atividade hormonal. Essa energia é essencial para que as pessoas se sintam dispostas no dia a dia e tenham maiores condições de praticar atividades físicas.

2 – Atua na produção de hormônios

Outro importante papel desempenhado por esse ácido graxo consiste na estimulação da produção de hormônios, evitando problemas relacionados à falta deles no corpo.

O Ômega 9 é responsável tanto por produzir testosterona (no caso dos homens) quanto estrogênio (no caso das mulheres), sendo fundamental para a atividade sexual e fertilidade.

3 – Protege os órgãos vitais de altas temperaturas

Por exercer a função de um antitérmico natural, esse ômega é de suma importância na proteção dos órgãos vitais frente a situações em que eles ficam mais expostos a grandes temperaturas, como episódios de febre.

4 – Ajuda a formar as membranas celulares

Para que as células trabalhem da forma que se espera, elas possuem “camadas” que as envolvem e protegem, evitando o risco de oxidação ou alterações celulares muitas vezes responsáveis por causar o câncer.

Publicidade

5 – Transporta vitaminas

Outra das atribuições do Ômega 9 consiste em colaborar para o transporte de vitaminas no organismo, principalmente as vitaminas A, Vitaminas D, Vitaminas E e Vitaminas K.

Isso diminui os riscos de deficiência quanto a esses nutrientes, promovendo também o bom funcionamento do corpo como um todo.

6 – Previne doenças do coração

A presença desse ômega no organismo é vital para a saúde do coração, já que ele reduz os níveis de colesterol ruim (LDL), equilibra a pressão arterial e diminui os triglicerídeos.

A combinação desses três fatores é perfeita para reduzir drasticamente os riscos de infartos, derrames, tromboses etc.

7 – Aumenta a resistência imunológica

Por favorecer a absorção de vitaminas e desempenhar uma série de outras funções no organismo, esse ômega naturalmente contribui para a resistência imunológica. Ou seja, o organismo fica menos suscetível a quadros infecciosos em geral, gripes, dores de garganta, candidíase, viroses etc.

Pessoas que sofrem de doenças autoimunes, como o Lúpus e o HIV positivo devem manter um rigoroso controle quanto aos níveis de Ômega 3, 6 e 9 no organismo assim como demais elementos, evitando a ocorrência das chamadas doenças oportunistas.

omega-9-beneficios

Quais os principais sintomas e consequências da deficiência de Ômega 9?

Ao sofrer com a deficiência desse ácido graxo, o organismo sinaliza com os seguintes sintomas e problemas:

  • Maior incidência de caspa;
  • Queda de cabelo;
  • Problemas na pele, tais como erupções cutâneas;
  • Bruscas alterações de humor (a falta desse ácido graxo também afeta o sistema nervoso central);
  • Problemas de impotência sexual ou esterilidade nos homens;
  • Presença de hematomas na região que fica atrás da parte superior do braço;
  • Dificuldades de crescimento (crianças);
  • Pele ressecada;
  • Olhos secos;
  • Irregularidade quanto aos batimentos cardíacos;
  • Rigidez e dor nas articulações;
  • Aborto espontâneo.

Ao menor sinal dos sintomas e problemas relatados acima é imprescindível consultar um médico. Gestantes e crianças devem fazer um acompanhamento ainda mais detalhado quanto aos níveis de Ômega 9 no organismo.

Onde encontrar Ômega 9?

Basicamente, há duas maneiras de consumir esse ácido graxo: alimentação e suplementação.

Com relação aos principais alimentos ricos em Ômega 9, eles são:

  • Azeitona;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Nozes;
  • Amêndoas;
  • Abacate;
  • Amendoim (levemente torrados e sem sal);
  • Castanhas;
  • Óleo de canola;
  • Macadâmia;
  • Castanha de caju;
  • Óleo de Sésamo;
  • Óleo de gergelim;
  • Avelã;

No que diz respeito aos suplementos, eles são disponibilizados em formato de cápsulas e amplamente vendidos em farmácias, lojas de suplementação alimentar e lojas de produtos naturais (físicas e pela internet).

Vale ressaltar que esses suplementos devem ser recomendados por um médico ou nutricionista mediante avaliação de cada caso para que a dosagem diária e o tempo ideal para ingeri-lo sejam estabelecidos.

Qual o preço do Ômega 9?

O complexo de suplemento geralmente combina os ômegas 3, 6 e 9 e custa em média R$75,00 o frasco com 60 cápsulas, oferecendo um conjunto balanceado de ácidos graxos.

Como potencializar os efeitos do Ômega 9?

Seja ao ingerir esse ácido graxo por meio de alimentos ou suplementos, para que eles ofereçam o efeito esperado, é fundamental:

Ter uma alimentação mais saudável

Além de ingerir alimentos ricos em Ômega 9, é essencial ter um cardápio variado e com maior quantidade de verduras, frutas, legumes, cereais integrais, grãos etc. Outra recomendação importante é priorizar o consumo de alimentos orgânicos (sem agrotóxicos).

Isso promoverá um processo de desintoxicação do organismo, fortalecendo as resistências imunológicas e ajudando bastante na perda e equilíbrio do peso.

Beber bastante líquido

Água pura, sucos naturais frescos, chás de ervas medicinais e água de coco são as melhores opções para manter o corpo bem hidratado e favorecer a metabolização dos ácidos graxos.

Por isso, é essencial beber 2 litros de água pura todos os dias e priorizar o consumo das bebidas acima, reduzindo drasticamente a ingestão de café, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Combinar Ômega 3 e Ômega 6

Para que o Ômega 9 exerça suas funções no organismo, é indispensável equilibrar também os níveis de Ômega 3 e Ômega 6, ingerindo alimentos ou suplementos com esses elementos.

Essa combinação é essencial para que todos os ácidos graxos se complementem e potencializem seus efeitos.

Publicidade

Imagens-  vix.com          ameninaeolupus.com.br


Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


catorze + dezesseis =