Umectação – Para que serve e como fazer?

umectacao

Umectação pode ser entendida também como umidificação, sendo uma palavra empregada principalmente no que se refere a tratamentos/produtos para cabelos e, em alguns casos, para a pele.

Umectação capilar – Para que serve?

O tratamento de umectação capilar tem sido um dos mais escolhidos pelas mulheres que desejam fortalecer e hidratar os fios de forma natural e com efeitos rápidos, sendo indicado para todos os tipos de cabelo.

Esse tratamento é muito procurado sobretudo por mulheres que possuem cabelos ressecados, crespos, cacheados, ondulados ou por aquelas que estão passando pela chamada fase de transição capilar.

Essa transição capilar é quando após um processo de químicas, escovas progressivas ou alisamentos, as mulheres desejam recuperar o cabelo natural.

Publicidade

Basicamente, esse procedimento de umectação é feito com óleos vegetais que estimulam a circulação sanguínea na região do couro cabeludo e sobretudo hidratam os fios.

Umectação capilar – Como funciona o procedimento?

  • O óleo vegetal é aplicado nos cabelos, sendo necessário cobrir todas as mechas (uma a uma);
  • Conforme o óleo é aplicado, é necessário ir massageando a mecha no sentido do couro cabeludo para as pontas, fazendo com que o óleo penetre por toda extensão dos fios;
  • Após aplicação nas mechas, deve ser feita uma massagem com a ponta dos dedos no couro cabeludo. Isso estimulará a circulação sanguínea e acelerará o crescimento dos fios;
  • O óleo deve agir pelo período de 30 minutos a 1 hora (variando conforme comprimento e condições do cabelo);
  • Na sequência, é necessário enxaguar bem e fazer a lavagem tradicional.

Obs.: Os óleos vegetais também podem ser utilizados em máscaras de hidratação, potencializando a rápida hidratação dos fios.

Quais são os óleos vegetais mais utilizados para umectação?

De acordo com os profissionais de beleza e as pessoas que fazem uso dos óleos vegetais para esse procedimento, os óleos umectantes mais recomendados são:

Óleo de abacate

Recomendado para cabelos ressecados, quebradiços e com tendência à queda.

Esse óleo é rico em diversos nutrientes (vitaminas A, vitamina B, vitamina D e vitamina E, aminoácidos e proteínas) que promovem uma profunda reestruturação dos fios.

Publicidade

Óleo de coco

Consiste em um dos mais utilizados no tratamento de umectação capilar. Ele é rico em vitaminas E e K, ácidos graxos e demais nutrientes que promovem profunda hidratação, brilho, diminuição do volume e fortalecimento dos fios.

Por essa razão, é indicado para cabelos com frizz, opacos, ressecados, com pontas duplas ou queda.

umectacao-beneficios

Óleo de rícino

Este é considerado um dos óleos vegetais mais completos para tratamentos capilares. Entre os benefícios que ele oferece, estão:

  • Acelera o crescimento dos fios;
  • Combate a queda capilar;
  • Reduz o frizz;
  • Proporciona brilho;
  • Favorece a selagem das cutículas capilares;
  • Age como antifúngico (evitando problemas no couro cabeludo);
  • Elimina pontas duplas;
  • Estimula a circulação sanguínea na região do couro cabeludo;
  • Melhora a espessura dos fios (evitando o chamado “cabelo ralo”);
  • Acelera a recuperação de fios danificados;
  • Previne e elimina caspa;
  • Hidrata profundamente os fios.

Azeite de oliva extravirgem

Além de ser amplamente utilizado na culinária, esse óleo é reconhecido por proporcionar um cabelo com mais brilho, flexibilidade e hidratação.

Ele é rico em vitaminas A, D, E e K, possuindo ação emoliente e antioxidante.

Obs.: para que esse óleo ofereça os resultados esperados, é imprescindível que ele seja extravirgem. Caso contrário, o efeito não será o mesmo.

Óleo de Argan

Amplamente utilizado em diversos produtos para o cabelo, esse óleo é rico em ácidos graxos e vitamina E, substâncias essenciais para deixar os cabelos macios, brilhantes e cheios de vida.

A ação antioxidante desse óleo também ajuda combater os efeitos do envelhecimento, fazendo com que os fios não sofram com a ação de poluentes e toxinas que danificam os cabelos.

Os resultados do Óleo de Argan são reconhecidos por serem rápidos e de longa duração.

Dicas especiais para cuidar dos cabelos

Cuidado com o sol

Para que o tratamento de umectação dure por mais tempo, é indispensável evitar a excessiva exposição solar, principalmente em horários quando os raios solares estão mais intensos.

É válido também utilizar shampoos e cremes de tratamento de contenham ingredientes que atuem como protetor solar para os cabelos.

Ter uma alimentação adequada

Por alimentação adequada, entende-se aquela rica em vitaminas, minerais, fibras e demais nutrientes que favoreçam também a saúde dos cabelos. Isso é o que garante resultados de longa duração.

Alimentos industrializados, frituras em geral, doces, café, chá mate, chá preto e bebidas alcoólicas devem ser evitados ou consumidos com extrema moderação, pois eles consistem nos principais vilões da saúde capilar, provocando inclusive o envelhecimento dos fios.

Beber bastante água

Ingerir 2 litros de água todos os dias é item básico para a saúde da pele e dos cabelos. O líquido contribui para transportar nutrientes e irrigar a região interna do couro cabeludo, fatores que contribuem para o brilho, hidratação, crescimento e fortalecimento dos fios.

Utilizar shampoo sem sal

O excesso de sal no cabelo é altamente prejudicial para a hidratação. Por isso, é indicado priorizar o uso de shampoos sem sal, proporcionando um PH equilibrado aos fios.

Usar produtos da mesma marca/linha

E por falar em PH do cabelo, outra questão importante é utilizar produtos da mesma marca/linha (shampoo, condicionador, creme de tratamento, creme sem enxágue etc.).

O motivo disso é que cada empresa fabricante faz o equilíbrio dos níveis de PH entre os produtos da mesma linha de acordo com o tipo de cabelo. Usar produtos de marcas ou linhas diferentes pode comprometer o resultado esperado.

Fazer hidratações mensais

Após os procedimentos de umectação, é necessário manter a frequência das hidratações uma vez ao mês, sobretudo no caso de cabelos ressecados, quimicamente tratados ou que estão na fase de transição.

Embora a hidratação seja mais suave, ela é necessária para manter os resultados e estimular a recuperação dos fios quando eles se apresentam muito danificados pela falta de nutrientes.

Com todas essas informações quanto aos melhores óleos para umectação e demais dicas de cuidados, é possível ter cabelos brilhantes, hidratados, macios, fortes e flexíveis por muito mais tempo, ganhando uma aparência rejuvenescida.

Publicidade

Imagens-  belezaesaude.com     


Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


três × 2 =