8 Benefícios do Ácido fólico – O que é, importância e Alimentos Ricos

O organismo é composto por uma série de nutrientes, sendo que cada um deles desempenha um papel primordial para a saúde física e mental. Entre esses nutrientes está o ácido fólico.

Para saber por que ele é tão essencial no organismo e como obtê-lo, confira nosso post.

acido-folico

Ácido fólico – O que é?

Mais conhecido como Vitamina B9, esse ácido é cientificamente chamado de folacina ou ácido pteroil-L-glutâmico, sendo caracterizado por ser uma vitamina hidrossolúvel (solúvel em água).


8 Benefícios do Ácido fólico

1- Essencial para o cérebro

Esse ácido é fundamental para a saúde das funções cognitivas, tais como memória, percepção, linguagem, atenção, flexibilidade mental etc.

2- Evita quadros depressivos

Essa substância também é responsável por manter o bom funcionamento do cérebro e sistema nervoso central, atuando em funções como controle emocional, capacidade de inibição, auto-monitoramento, capacidade de iniciar atividades etc.

Esse efeito é tão sério que de acordo com um estudo desenvolvido pelo Institute for Functional Medine (Flórida, EUA), cerca de 40% dos casos diagnosticados de depressão são provocados pela deficiência da Vitamina B9 (ácido fólico).

O motivo disso é que esse ácido é de grande ajuda para a produção de serotonina, um dos principais neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar mental.

3- Promove o bom desenvolvimento do feto

A Vitamina B9 é ainda mais indicada para mulheres que fazem tratamentos de fertilização ou aquelas que já estão grávidas.


Essa substância é de vital importância para o desenvolvimento adequado do feto, pincipalmente no que se refere à formação do tubo neural. Por esse motivo, durante o pré-natal, é comum que os médicos prescrevam suplementos de Vitamina B9 para as gestantes.

4- Fortalece a imunidade

As vitaminas do complexo B são de extrema importância para o bom desempenho do sistema imunológico, ou seja, as defesas naturais do organismo.


Com isso, o corpo fica muito mais resistente a uma série de doenças causadas por vírus, fungos, bactérias e parasitas que vão desde infecções simples a graves complicações de saúde.

5- Melhora a saúde do coração

O ácido fólico é tido como um dos principais aliados da saúde cardíaca, atuando na prevenção e controle da hipertensão, promovendo a saúde das artérias e favorecendo a circulação sanguínea.

6- Excelente para pele, cabelos e unhas

Além de ser crucial para a saúde, a Vitamina B9 ainda oferece vários benefícios à beleza. Ela ajuda a diminuir a oleosidade da pele e dos cabelos, previne cravos e espinhas e favorece o crescimento das unhas.

7- Combate a anemia

Por favorecer a formação de glóbulos vermelhos, a Vitamina B9 é essencial para a prevenção e tratamento da anemia, um problema sanguíneo que atinge principalmente crianças, gestantes e idosos – pessoas que naturalmente requerem maior quantidade de nutrientes.

8- Possível prevenção do câncer

Estudos em andamento buscam analisar até que ponto a falta de ácido fólico é responsável pela ocorrência de câncer.

Embora tais pesquisas sejam inconclusivas, elas sinalizam uma grande possibilidade de esse ácido contribuir para a prevenção da doença, já que a sua presença no organismo está relacionada à síntese e reparação do DNA – fator essencial para inibir a ocorrência de tumores.

Ácido fólico – Quais os sintomas da deficiência?

Quando algum nutriente está abaixo dos níveis desejados no organismo, é natural que o corpo apresente uma série de sintomas, sendo que ao menor sinal deles é indispensável buscar orientações médicas e realizar exames laboratoriais.

Os principais sintomas quanto à deficiência de vitamina B9 são:

  • Dor de cabeça;
  • Problemas de crescimento em crianças;
  • Quadros anêmicos e seus respectivos sintomas (cansaço, fraqueza, dificuldade de respirar, taquicardia, tontura e palidez);
  • Sensação de queimação na língua;
  • Ocorrência de feridas na boca;
  • Problemas de fertilidade.

vitamina-b9

Consequências do não tratamento

Quando a deficiência de ácido fólico não é tratada adequadamente, ela pode causar complicações mais graves, que são:

  • Aumento do risco de doenças cardiovasculares, tais como trombose;
  • Infertilidade;
  • Distúrbios psiquiátricos, podendo ocasionar casos de demência;
  • Má formação do tubo neural de bebês.

Quais são os alimentos ricos em ácido fólico?

Para evitar possíveis deficiências desse nutriente, é necessário começar pela alimentação, adotando ou aumentando o consumo de alimentos ricos em Vitamina B9, que são:

  • Feijão carioca;
  • Feijão-fradinho;
  • Fígado (bovino e de frango);
  • Banana;
  • Hortelã;
  • Alecrim;
  • Manjericão;
  • Coentro;
  • Tomilho;
  • Abacate;
  • Soja;
  • Tofu;
  • Nozes;
  • Semente de girassol;
  • Semente de linhaça;
  • Amêndoas;
  • Amendoim (torrado e com pouquíssimo sal);
  • Aspargos;
  • Espinafre;
  • Rúcula;
  • Tomate;
  • Mamão;
  • Frutas cítricas (abacaxi, laranja, limão, acerola, tangerina, morango, kiwi e framboesa);
  • Couve-manteiga;
  • Alface;
  • Nabo;
  • Quiabo;
  • Lentilhas;
  • Couve-flor;
  • Couve de Bruxelas;
  • Cenoura;
  • Milho;

Além de adotar o consumo desses alimentos no dia a dia, o ideal é priorizar o consumo deles no formato orgânico, ou seja, aqueles sem adição de agrotóxicos.

Os alimentos orgânicos são facilmente encontrados em feiras livres e em feiras de pequenos produtores, sendo cada vez mais acessíveis para a população.

Ácido fólico – Quando é o momento de utilizar suplementação?

Após diagnosticar a deficiência de Vitamina B9 por meio de exames de sangue, é possível que o médico prescreva o uso de suplemento vitamínico para que o organismo consiga se recuperar mais rápido.

No caso de gestantes e crianças, em virtude do aumento da necessidade desse nutriente, também é possível que seja indicado o uso do suplemento por determinado período de tempo.

Vale ressaltar que a ingestão dos suplementos obrigatoriamente deve ter acompanhamento nutricional já que, em excesso, o ácido fólico pode provocar:

  • No caso de gestantes, aumenta os riscos de autismo nos bebês;
  • Prisão de ventre;
  • Cólicas abdominais e diarreia;
  • Problemas na pele;
  • Insônia;
  • Irritação;
  • Confusão mental;
  • Aumento do risco quanto a ataques epilépticos;
  • Aumento do risco de ataque cardíaco.

No caso de ingerir suplementos, mediante quadro geral do paciente, o médico prescreverá tempo adequado de tratamento e dosagem.

As taxas de Vitamina B9 no sangue são frequentemente monitoradas por meio de exames de sangue.

Além de cuidar da alimentação e fazer uso de suplementos de ácido fólico quando necessário, é essencial beber 2 litros de água todos os dias e dedicar-se a uma atividade física, potencializando os efeitos dessa vitamina e ganhando em saúde e qualidade de vida.

Imagens-  bulasemedicamentos.com.br          essentialnutrition.com.br


Continue lendo sobre saúde natural: