Como Aumentar a Imunidade – Alimentos, Vitaminas e Tratamento Natural

Saber como aumentar a imunidade naturalmente é a grande chave para a saúde e longevidade, evitando principalmente o consumo excessivo de medicamentos convencionais (de laboratório) que a longo prazo causam diversos problemas.

6 Formas de como aumentar a imunidade – Alimentos, Vitaminas e Tratamento Natural

1 – Alimentação nutritiva

Uma alimentação nutritiva, rica em frutas, legumes, verduras, grãos, cereais etc., é a primeira grande fonte de saúde e qualidade de vida, senso imprescindível para o sistema imunológico.

 

Como Aumentar a Imunidade

 

Por alimentação nutritiva entende-se aquela com ampla ingestão de vitaminas, minerais, fibras, antioxidantes, gorduras boas e demais substâncias que promovem o bom funcionamento do corpo como um todo.

Especialmente no que se refere ao sistema imunológico, é indispensável adotar ou aumentar o consumo de alimentos específicos, ricos em diversos nutrientes. Entre os melhores alimentos para a imunidade estão:

Publicidade

  • Limão;
  • Salsinha;
  • Açaí;
  • Beterraba;
  • Cebola;
  • Gengibre;
  • Alho;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma);
  • Abacate;
  • Curry (especiaria);
  • Manjericão;
  • Orégano;
  • Tomate;
  • Melancia;
  • Melão;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Agrião;
  • Rúcula;
  • Maçã;
  • Geleia real;
  • Mel;
  • Peixes (sardinha, salmão e atum);
  • Manga;
  • Caju;
  • Goiaba;
  • Semente de chia;
  • Semente de linhaça;
  • Semente de gergelim;
  • Abacaxi;
  • Coco fresco ralado;
  • Arroz preto, vermelho ou integral;
  • Laranja;
  • Morango;
  • Tofu;
  • Soja orgânica;
  • Romã;
  • Acerola;
  • Cereja;
  • Blueberry (mirtilo);
  • Kiwi;
  • Uva;
  • Alecrim;
  • Nozes;
  • Sálvia;
  • Castanhas;
  • Amêndoas;
  • Orégano;
  • Louro;
  • Água de coco;
  • Coentro;
  • Cravo;
  • Tangerina;
  • Canela;
  • Aipo;
  • Couve-flor;
  • Cevada;
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Aveia;
  • Lentilha;
  • Feijão preto e vermelho;
  • Amendoim (torrado e sem sal);
  • Centeio;
  • Abóbora;
  • Pimentas vermelhas de sabor suave.

Para aumentar a imunidade, além de inserir esses itens no cardápio semanal com mais frequência, é indispensável priorizar o consumo de alimentos orgânicos, ou seja, aqueles livres de agrotóxicos e defensivos agrícolas extremamente prejudiciais ao organismo.

Essa simples medida, além de estimular ainda mais a absorção dos nutrientes, fará com que o corpo passe por um processo de desintoxicação, eliminando diversas impurezas e agentes causadores de graves doenças.

O consumo de alimentos orgânicos também favorece o emagrecimento e aumenta a disposição para as atividades diárias, incluindo a prática de exercícios físicos.

Quais alimentos e bebidas evitar?

Saber como aumentar a imunidade naturalmente também envolve reduzir drasticamente o consumo de determinados alimentos considerados inimigos da saúde, que são:

  • Café;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Energéticos;
  • Refrigerantes;
  • Sucos de caixinha e em pó;
  • Temperos industrializados (caldo de galinha, caldo de carne, sachês com tempero pronto para arroz, feijão etc.);
  • Molho de tomate industrializado. Obs.: recomenda-se substituir pelo molho natural feito em casa;
  • Molhos de salada industrializados;
  • Macarrão instantâneo;
  • Salgadinhos industrializados;
  • Alimentos processados (bacon, salsicha, mortadela, presunto, linguiças e salame);
  • Frituras em geral;
  • Doces com excesso de farinha branca ou açúcar;
  • Carnes vermelhas gordas;
  • Alimentos ao “estilo” fast food (batata frita, hambúrguer, pizza etc.);
  • Alimentos congelados (lasanha, nhoque, escondidinho etc.);
  • Alimentos enlatados (seleta de legumes, feijão, milho, ervilha, salsichas etc.).

2 – Bons níveis de Vitamina D

A Vitamina D consiste em um hormônio crucial para o sistema imunológico, já que ele estimula a produção de antibióticos e proteínas naturais do organismo, protegendo o corpo das infecções oportunistas.

Graças a esse efeito, a Vitamina D está associada à drástica diminuição dos riscos de câncer, melhora da saúde cardíaca, diminuição dos níveis de colesterol ruim, crescimento adequado (em crianças), diminuição da incidência de resfriados, gripes, dores de garganta, infecções respiratórias etc.

A principal fonte dessa vitamina está presente nos raios solares. Desse modo, a melhor maneira de ter bons níveis de Vitamina D no organismo é expor-se ao sol. Obviamente, isso deve ser feito de forma moderada e por determinado período.

O recomendável é ficar de 15 a 30 minutos no sol (sem protetor solar) e preferencialmente em um local descoberto no período do dia entre 10h da manhã e 14h (horário em que os raios solares são abundantes).

Publicidade

Após esses minutos, o uso do protetor solar continua sendo essencial.

A eficácia da Vitamina D é tão grande que pesquisas apontam que mulheres com bons níveis dela reduzem em 85% os riscos de ter câncer de mama.

3 – Sono de qualidade

Outra estratégia básica de como aumentar a imunidade naturalmente consiste em ter um sono de qualidade. Durante as horas de descanso, o corpo libera uma série de hormônios responsáveis por aumentar as defesas naturais do corpo, melhorar o funcionamento dos órgãos e favorecer o descanso físico e mental.

Pessoas que dormem mal são muito mais suscetíveis a problemas relacionados ao sistema imunológico, tais como gripes, resfriados, infecções de garganta, candidíase, problemas cardíacos etc.

Por isso, é fundamental dormir 8 horas todas as noites, buscando definir horários fixos para deitar e levantar.

No caso de pessoas que sofrem de insônia, uma dica consiste em ingerir chás relaxantes, como de jasmim, camomila, capim-cidreira, erva-doce, lavanda, hortelã etc., já que eles favorecem um descanso revigorante.

4 – Atividade física

Além de prevenir e auxiliar no tratamento de uma série de doenças como diabetes, colesterol elevado, hipertensão etc., a atividade física é primordial para aumentar as defesas imunológicas.

Isso ocorre porque durante os exercícios físicos são liberados diversos hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar físico e mental, essenciais para o sistema imunitário.

Entre os hormônios que mais se destacam, estão: serotonina, endorfina, glucagon, insulina, grelina, GH (hormônio do crescimento) e leptina.

5 – Atividades prazerosas

Pesquisas apontam que o bom funcionamento do sistema imunológico está associado à felicidade ou bem-estar mental. Para isso, uma das estratégias recomendadas é reservar um tempo para atividades que favoreçam a alegria. Algumas dicas dessas atividades são:

  • Fotografar;
  • Pescar;
  • Ler;
  • Dançar;
  • Hidroginástica;
  • Aulas de culinária;
  • Artesanato;
  • Costurar;
  • Pintar;
  • Desenhar;
  • Tricô ou crochê;
  • Passear com o animal de estimação;
  • Ter contato com a natureza, especialmente áreas verdes como parques etc.;
  • Yoga e meditação;
  • Aromaterapia.

6 – Aprender a lidar com o estresse

O estresse consiste em outra das principais causas da diminuição das defesas imunológicas. Para aprender a lidar com ele, é recomendável rever alguns itens que favoreçam uma vida com maior qualidade, entre eles:

  • Buscar trabalhar em locais mais próximos de casa (evitando passar tanto tempo no trânsito);
  • Cogitar uma transição de carreira (caso a profissão seja constante motivo de desgaste ou a pessoa não se sinta feliz com a carreira que escolheu);
  • Ter maior contato com pessoas queridas (familiares e amigos).

A combinação desses fatores consiste na melhor forma de como aumentar a imunidade naturalmente, favorecendo uma vida longa e saudável.

Fontes: 1, 2

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*