Óleos Essenciais – O que são, Para que Serve, Tipos e Onde Comprar

É bastante comum ouvir falar nos óleos essenciais para aplicação em variadas situações do dia a dia, seja para uso terapêutico, para aromatizar ambientes ou como item de higiene pessoal.

Para saber no que exatamente eles consistem, para que são utilizados e quais os mais consumidos, veja nosso artigo.

 

óleos-essenciais

 

Óleos essenciais – O que são?

Também conhecidos como óleos voláteis, os óleos essenciais consistem em um líquido 100% natural obtido de substâncias aromáticas vitais contidas em flores, ervas, frutas, folhas, raízes, sementes, especiarias e até mesmo troncos de plantas.


Esses óleos são completamente sintetizados, armazenados e liberados pelas plantas por meio de aperfeiçoadas técnicas de extração, como prensagem a frio ou destilação.

Os óleos em questão são amplamente utilizados na culinária, na indústria de alimentos e bebidas, na fabricação de cosméticos e em tratamentos terapêuticos (aromaterapia).

Para que Serve?

Na medicina

Esses óleos são altamente eficazes no tratamento e prevenção de infecções, doenças pulmonares, gripes, resfriados, problemas de pele, tensões musculares etc.

Na aromaterapia

Tratamento cada vez mais comum aqui no Brasil, utiliza diversos tipos de óleos essenciais para tratar doenças físicas e emocionais, promovendo o reequilíbrio energético, combatendo a ansiedade e auxiliando no tratamento complementar de doenças mais graves como a síndrome do pânico e a depressão.

Na estética

Esses óleos são também empregados em diversos tipos de tratamentos estéticos faciais e corporais, sendo muito escolhidos principalmente por pessoas que preferem produtos 100% naturais.


Óleos essenciais – Tipos

Camomila

Embora poucas pessoas saibam disso, há dois tipos de camomila: a camomila romana e a camomila alemã.

Camomila romana

Indicada para tratamento natural de:

  • Dores de cabeça e enxaqueca;
  • Dor de dente;
  • Dores musculares;
  • Dor de ouvido;
  • Reumatismo;
  • Problemas de pele (feridas, eczemas, acnes, pele seca e reações alérgicas);
  • Problemas digestivos e ginecológicos.

Camomila alemã

Indicada para tratamento natural de:

  • Inflamações;
  • Dores nos músculos e nas articulações;
  • Problemas intestinais (sobretudo a síndrome do intestino irritável);
  • Cólicas menstruais;
  • Reumatismo;
  • Artrite;
  • Problemas de pele em geral.

Eucalipto

Indicado para tratamento natural de:

  • Pele oleosa;
  • Queimaduras;
  • Feridas;
  • Picadas de insetos;
  • Infecções;
  • Piolho;
  • Gripes e resfriados;
  • Lesões musculares;
  • Dores nas articulações;
  • Baixa imunidade;
  • Problemas de circulação;
  • Baixa concentração.

Alecrim

Indicado para tratamento natural de:


  • Obesidade;
  • Celulite;
  • Queda de cabelo;
  • Problemas de memória e concentração;
  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Cansaço físico e mental;
  • Diarreia;
  • Prisão de ventre;
  • Problemas digestivos;
  • Problemas no fígado;
  • Dores musculares e reumáticas;
  • Problemas de circulação (incluindo varizes);
  • Problemas respiratórios (bronquite, asma, tosse seca etc.).

Lavanda

Indicada para tratamento natural de:

  • Problemas respiratórios (asma, bronquite, constipação nasal, dor de garganta e tosse);
  • Estresse ou tensão emocional;
  • Depressão (leve);
  • Síndrome do pânico;
  • Insônia;
  • Dores de cabeça e enxaqueca;
  • Cólicas;
  • Náuseas/vômitos;
  • Prisão de ventre;
  • Dores reumáticas;
  • Tensão muscular;
  • Artrite;
  • Acnes;
  • Pequenas feridas e queimaduras.

Limão

Indicado para tratamento natural de:

  • Problemas circulatórios;
  • Deficiência imunológica;
  • Desconfortos digestivos;
  • Prisão de ventre;
  • Celulite;
  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Artrite e reumatismo;
  • Gripes e resfriados;
  • Bronquite;
  • Infecções na garganta;
  • Pele e cabelos oleosos;
  • Acnes;
  • Aftas e herpes labial.

Rosa

Indicada para tratamento natural de:

  • Estresse;
  • Depressão;
  • Irritabilidade;
  • Problemas relacionados ao fígado e vesícula;
  • Problemas circulatórios;
  • Doenças cardiovasculares (hipertensão, arritmia etc.);
  • Problemas respiratórios;
  • Náuseas;
  • Pele seca;
  • Cabelos quebradiços;
  • Conjuntivite.

Sândalo

Indicado para o tratamento natural de:

  • Bronquite;
  • Laringite;
  • Leucorreia;
  • Problemas de pele (incluindo cicatrizes e estrias);
  • Varizes;
  • Soluços;
  • Estresse;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Problemas relacionados ao desempenho sexual;
  • Problemas de concentração e memória.

Gerânio

Indicado para o tratamento natural de:

  • Depressão;
  • Estresse;
  • Inflamações/infecções em geral;
  • Queimaduras e cortes;
  • Hemorroidas;
  • Úlceras;
  • Edemas;
  • Piolhos;
  • Problemas circulatórios;
  • Sintomas da TPM e menopausa.

Hortelã-pimenta

Indicado para o tratamento natural de:

  • Cansaço mental;
  • Estresse;
  • Depressão;
  • Enxaqueca;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Fraqueza muscular;
  • Problemas de concentração;
  • Problemas respiratórios (tuberculose, pneumonia, bronquite, asma, sinusite, tosse seca etc.);
  • Cólera;
  • Problemas na vesícula;
  • Problemas digestivos e intestinais;
  • Cólicas menstruais;
  • Irritação na pele;
  • Dores musculares.

Ylang-ylang

Indicado para o tratamento natural de:

  • Depressão;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Síndrome do pânico;
  • Problemas relacionados ao desempenho sexual (impotência e frigidez);
  • Infecções no intestino;
  • Taquicardia;
  • Queda de cabelo.

Outros óleos essenciais muito utilizados

  • Óleo de Jasmim (trata depressão, cansaço, ansiedade e pele seca);
  • Óleo de Cedro (trata insônia, angústia, bronquite e tosse);
  • Óleo de Manjerona (trata fraqueza, enxaqueca, cólicas e manchas na pele);
  • Óleo de Patchouli (trata depressão, cansaço e pele seca);
  • Óleo de pimenta-cinza (trata problemas digestivos, diarreia e resfriados).

Óleos essenciais – Cuidados especiais e onde comprar?

Ao comprar os óleos essenciais é fundamental tomar algumas precauções, que são:

  • Observar se na embalagem está contido o nome científico da planta;
  • Checar a composição. O óleo essencial deve ser 100% puro, ou seja, não pode estar diluído em água ou álcool etc.;
  • Verificar se na embalagem consta a parte da planta da qual esse óleo foi extraído (folhas, frutos, raízes etc.);
  • Observar a cor da embalagem. Pelo fato de esse óleo ser sensível à luz solar e possuir alta concentração, a embalagem sempre deverá ser de vidro em cor escura (geralmente âmbar ou azul cobalto);
  • Verificar se a embalagem vem com o conta-gotas embutido;
  • Conferir os selos de qualidade do produto atestando que esse óleo é 100% natural. Os selos mais comuns aqui no Brasil são da IBD;
  • Prestar atenção no preço. Óleos essenciais legítimos não são extremamente baratos. Produtos com preço menor geralmente são essências (feitas em laboratório) ou diluídas. Não apresentando os mesmos efeitos que o óleo essencial.

O preço de óleos essenciais de qualidade varia entre R$30,00 e R$200,00, dependendo da marca, quantidade etc.

É preciso acompanhamento médico para utilizar óleos essenciais?

Sim. Sobretudo no caso de pessoas que sofrem algum problema de saúde ou alergias, é fundamental contar com orientação médica ou de um aromoterapeuta, verificando a possibilidade de utilizar o óleo.

Vale ressaltar que o consumo desses óleos não é indicado para gestantes ou mulheres que estejam amamentando.

Com essas informações, é possível compreender como os óleos essenciais são benéficos para a saúde, tratando de doenças físicas e emocionais.

Entretanto, o uso deles deve ser acompanhado por um profissional especializado e jamais exclui a necessidade de consultas e realização de exames médicos.