Seborreia – O que é, causas, tratamentos, remédios caseiros e Dicas

seborreia

A seborreia – também chamada de Sebo psoríase – consiste numa doença na pele que atinge particularmente a região do couro cabeludo, provocando vermelhidão, manchas descamativas e coceira.

Quais são as causas da seborreia?

De forma geral, essa doença ocorre pela combinação de dois ou mais fatores, que são:

  • Características de cada tipo de pele (alguns tipos são mais suscetíveis a esta doença);
  • Períodos de estresse;
  • Má alimentação;
  • Ação desequilibrada de um fungo chamado Pityrosporum (presente na pele);
  • Clima predominantemente frio e seco;
  • Efeito colateral de medicamentos;
  • Deficiências nutricionais.

Obs.: contrário ao que muitos pensam, essa doença não é causada por ausência de higiene ou processos alérgicos.

Fatores de risco

Publicidade

  • Recém-nascidos;
  • Pessoas com idade entre 30 e 60 anos;
  • Sexo masculino;
  • Pele oleosa;
  • Constante presença de acnes na pele;
  • Diagnóstico de HIV positivo;
  • Quadros depressivos;
  • Problemas com bebidas alcoólicas;
  • Distúrbios alimentares;
  • Quadros de epilepsia;
  • Ocorrência de psoríase ou rosácea;
  • Diagnóstico de Parkinson;
  • Ocorrência anterior de AVC ou ataque cardíaco.

Quais são os sintomas da seborreia?

  • Excessiva oleosidade na pele e couro cabeludo;
  • Vermelhidão na pele;
  • Presença de caspa no couro cabeludo, cabelos, sobrancelhas, bigode ou barba;
  • Ocorrência de crostas na pele que apresentam descamação;
  • Coceira ou sensação de ardência, sintoma que piora conforme contato das mãos com a pele;
  • Descamação ou vermelhidão nas pálpebras.

Como é feito o tratamento da seborreia?

Ao notar os sintomas da doença, é necessário procurar imediatamente um dermatologista para uma avaliação detalhada. Geralmente são realizados testes de contato, exames micológicos e biópsia.

Confirmado o diagnóstico, o dermatologista prescreverá shampoos específicos para o tratamento do couro cabeludo, que geralmente são compostos de um ou mais dos seguintes elementos:

  • Sulfeto de selênio;
  • Cetoconazol;
  • Piritionato de zinco;
  • Alcatrão de hulha;
  • Ácido salicílico.

No caso de a seborreia atingir a pele, são prescritas loções específicas para aplicação nas áreas afetadas.

Tanto os shampoos quanto as loções geralmente são prescritas para serem elaboradas em farmácias de manipulação, já que o dermatologista irá considerar cada tipo de pele e condições específicas do paciente, tais como alergias.

Remédios caseiros para prevenir e tratar seborreia

Nas fases iniciais dessa doença, é possível obter bons resultados no tratamento mediante uso de remédios caseiros e naturais. Os mais recomendados são:

Publicidade

Infusão de alecrim com camomila

Ingredientes

  • 1 litro de água;
  • 2 colheres (sopa) rasas de alecrim fresco bem picado;
  • 2 colheres (sopa) rasas flor de camomila em erva.

Preparo e aplicação

  • Colocar a água para esquentar. No momento em que ela começar a ferver, adicionar o alecrim e a camomila e desligar o fogo;
  • Tampar o recipiente e deixar a mistura abafada por 10 minutos;
  • Coar o chá preferencialmente com um coador novo de pano (evitando que os resquícios do alecrim e da flor de camomila fiquem no líquido);
  • Aguardar até que o líquido esteja em temperatura ambiente e utilizá-lo para lavar os cabelos, passando-o suavemente por todo couro cabeludo.

seborreia-como-evitar

Infusão de folhas de louro

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) rasas de folhas de louro trituradas;
  • 1 litro de água.

Preparo e aplicação

  • Em um recipiente, misturar a água com as folhas de louro trituradas. Levar ao fogo até que comece a ferver;
  • Desligar o fogo e abafar a mistura por 10 minutos;
  • Coar a infusão com um coador novo de pano, aguardar que o líquido esfrie totalmente e esteja em temperatura ambiente;
  • Utilizar esse líquido para lavar o couro cabeludo após o banho, lavando suavemente e evitando massagear com força ou coçar.

Infusão de tomilho

Ingredientes

  • 4 colheres (chá) rasas de tomilho seco;
  • 2 xícaras (chá) de água.

Preparo e aplicação

Colocar a água e o tomilho em um recipiente e levar ao fogo. No momento em que iniciar fervura, desligar o fogo e abafar a infusão por 10 minutos;

Coar em um coador novo de pano, esperar até que o líquido esfrie bem e depois utilizá-lo para lavar o couro cabeludo ou região da pele afetada pela seborreia.

Infusão de dente-de-leão

Ingredientes

  • 60g de dente-de-leão em erva;
  • 1 litro de água.

Preparo e aplicação

  • Em um recipiente, misturar bem a água com a dente-de-leão e levar ao fogo. Quando começar a ferver, desligar o fogo e deixar a mistura tampada por 10 minutos;
  • Coar em um coador novo de pano, aguardar até que o líquido esfrie totalmente e usá-lo para lavar o couro cabeludo.

O que fazer para prevenir a seborreia?

Evitar de lavar os cabelos com água quente

A água quente naturalmente fragiliza o couro cabeludo e a raiz dos cabelos, tornando essa região mais propensa à ação de fungos ou oleosidade. O recomendável é usar a água em temperatura entre morna e fria.

Tomar banhos de mar

Principalmente no caso de quem mora no litoral, vale a pena aumentar a frequência de banhos de mar. A combinação do sal com a luz solar ajuda a prevenir a ocorrência de fungos no couro cabeludo.

Usar shampoos recomendados pelo dermatologista

Pessoas predispostas a apresentar seborreia devem utilizar shampoos e demais produtos recomendados por um dermatologista de acordo com as condições especiais da pele.

Os produtos comercializados em supermercados ou lojas de cosméticos, por venderem em grande volume e para um público grande, não se atentam para isso.

É válido conversar com o dermatologista para prescrever shampoos, cremes e loções que podem ser feitos em farmácias de manipulação.

Secar os cabelos

Ficar com o cabelo molhado após o banho por muito tempo favorece a ação dos fungos e descamação do couro cabeludo. Por isso, é recomendável secar os cabelos logo após lavá-los.

Reduzir o consumo de alimentos gordurosos

Alimentos gordurosos em geral, como carnes gordas, frituras, hambúrgueres, molhos etc. consistem nos maiores vilões da saúde capilar, aumentando a oleosidade da pele e do couro cabeludo, o que aumenta o risco de seborreia.

Por isso, é essencial reduzir drasticamente o consumo desses itens e priorizar o consumo de alimentos mais saudáveis, ricos em fibras, vitaminas e minerais que, além de promoverem a saúde, são de extrema importância para a saúde da pele e dos cabelos.

Com todas essas dicas de como prevenir e tratar a seborreia, é possível eliminar principalmente as causas do problema.

Publicidade

Imagens-    aprendizdecabeleireira.com             sitedebelezaemoda.com.br


Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


um × cinco =