Plantas Medicinais de A à Z – Utilidades da Ervas Medicinais – Para que Servem?

Em grande número de casos a eficácia medicamentosa das plantas revela-se benéfica, embora seja necessário conhecer suas propriedades; esse conhecimento implica numa classificação dos vegetais terapêuticos de acordo com sua ação sobre o organismo doente; essa ação, aliás, é função dos próprios elementos que entram na composição das plantas medicinais (ervas medicinais).

O que são as Plantas e Ervas Medicinais?

As plantas medicinais (também chamadas de ervas medicinais) são plantas que possuem propriedades similares como drogas farmacêuticas convencionais. Os seres humanos têm usado eles ao longo da história para curar ou diminuir os sintomas de uma doença. As plantas formam os principais ingredientes dos medicamentos nos sistemas tradicionais de cura e têm sido a fonte de inspiração para várias drogas farmacêuticas importantes.

 

Plantas Medicinais de A à Z – Cura Tudo

Abaixo apresentamos as principais plantas medicinais e para que servem essas ervas. Confira:

 

  • Plantas medicinais Calmantes:

calmante-camomila-Plantas-Medicinais

Os elementos que entram na composição das plantas medicinais são suscetíveis de agir sobre as diferentes zonas do sistema nervoso; sobre os nervos motores do aparelho muscular, em caso de cãibras ou de contraturas, nos casos de sensação de dor e de espasmos digestivos.

Publicidade
Publicidade

Poderemos escolher entre o louro-cereja, a valeriana, a hortelã, a camomila e a filia; se se tratar de acalmar uma dor muito aguda, poderemos recorrer à papoula, à passiflora, ao nenúfar; quanto às plantas que agem como calmante da tosse, citaremos a papoula e o malvaisco.

Em caso de insônia por hiperexcitabilidade cerebral, escolheremos o espinheiro-alvar, a cânfora ou o lúpulo.

 

  • Plantas medicinais estimulantes:

planta-hortelã

Sua ação deve-se sobretudo aos princípios aromáticos contidos na planta, os quais encontram-se principalmente nas umbeliferas; serão, pois, utilizadas nos estados depressivos.

Esses princípios aromáticos dessa ervas medicinal agem eletivamente sobre o sistema nervoso (como a hortelã, o timo, o alecrim, o serpão, o manjericão); ou sobre o aparelho digestivo (como o funcho, a erva-doce e a hortelã).

 

  • Plantas medicinais fortificantes:

losna-planta

Os efeitos tônicos são obtidos graças à ação de certas plantas de propriedades adstringentes que deixam um gosto amargo na boca, mas cuja ação sobre o aparelho digestivo será fortificante.

Alguns exemplos são a losna, o dente-de-leão e a alcachofra, entre outras. A genciana, o funcho e o abrunho são recomendados ao dispéptico, a chicória brava ao que sofre de insuficiência hepática, o cardo-santo ao que sofre de falta de apetite.

Dentre as ervas medicinais disponíveis para tratar de fortificar o músculo cardíaco, recorreremos à dedaleira, cujas propriedades tônicas sobre o coração foram reconhecidas já na Idade Média; o mesmo se dá com o lírio-do-vale, o adônis e o espinheiro-alvar, porém em menor grau.

O tanino contido em grande número de vegetais como os frutos dos ciprestes, a castanha da índia, o marmeleiro, o mirtilo, age ao mesmo tempo como elemento de proteção e fator adstringente.

Publicidade
Publicidade

 

  • Plantas de ação coagulante:

roseira brava ervas medicinais

A coagulação sanguínea em excesso é uma condição na qual coágulos sanguíneos não se dissolvem apropriadamente. Isto ocasiona coágulos sanguíneos em excesso. A coagulação sanguínea em excesso pode ser causa por fatores genéticos ou pelo tabagismo, sobrepeso, obesidade ou até mesmo por ficar muito tempo com o corpo imóvel, como é o caso de pessoas internas.

Muitos vegetais contêm pectina, substância que tem a propriedade de aumentar o poder de coagulação do sangue; citaremos a roseira brava, o morangueiro e certas urtigas, entre -outros.

leia também: Fitoterapia – A Terapia através das Ervas Naturais

 

  • Plantas medicinais diuréticas:

planta-cavalinha

Os diuréticos são indicados principalmente para o tratamento da hipertensão e dos edemas (inchaços).

Reconhece-se que um bom número de plantas exercem uma ação favorável sobre o volume de secreção urinária; entre estas citaremos em primeiro lugar a cerejeira e o capim; muitos outros vegetais possuem as mesmas propriedades, como o milho, o aspargo, a urze e a cavalinha, planta medicinal brasileira.

 

  • Plantas medicinais para Hipertensão

espinheiro-alvar

Hipertensão arterial é a pressão arterial acima de 140×90 mmHg (milímetros de mercúrio) em adultos com mais de 18 anos. A hipertensão não tem cura, mas tem tratamento para ser controlada. A pressão alta acomete uma a cada cinco pessoas e em 90% dos casos ela é herdada dos pais. Em uma minoria, pode ser causada por uma doença relacionada, como distúrbios da tireoide.

Pode-se agir sobre o estado de constrição dos vasos sanguíneos, o que se traduz clinicamente por hipertensão, prescrevendo o espinheiro-alvar, o limoeiro, o visco, a pervinca ou o sabugueiro.

 

  • Plantas de função reguladora intestinal:

escambroeiro-tratamentos-medicinais

Nesta categoria podemos incluir as plantas medicinais que agem sobre a secreção intestinal; umas favorecem o aumento dessa secreção, como acontece com as plantas purgativas, entre as quais pode-se citar o amieiro preto, a briônia, o escambroeiro e a cuscuta; em duas fases da vida – a infância e a velhice – recomenda-se a malva e a flor do pessegueiro.

Outras plantas, ao contrário, devem ser utilizadas em caso de diarreia, como a casca de carvalho, o quenopódio, a murta e a salva; se o doente sofre de parasitose intestinal deverá procurar o feto-macho-verdadeiro, se houver um case de tênia, e tanaceto, santonina e losna, se houver ascarídeos.

  • Plantas Medicinais para insuficiência hepática

alcachofra

Plantas colagogas e coleréticas para as pessoas que sofrem de insuficiência hepática na qual a secreção biliar é insuficiente e a excreção da bílis parcialmente entravada pela existência de um obstáculo orgânico (cálculos, depósitos biliares), indicaremos, no primeiro caso, a cenoura, a chicória e o alecrim e, no segundo caso, a losna, a alcachofra e o cardo-marinho.

 

  • Ervas medicinais para Limpar o Sangue

malva

Plantas medicinais Depurativas são ervas medicinais voltadas para limpar o sangue, purificar o organismo das toxinas por ele produzidas, também pode ser tarefa das plantas-remédio; estas serão escolhidas conforme sua ação específica sobre o órgão a ser drenado:

Para o figado, recorreremos à alcachofra, à cenoura ou à quelidônia; – para o sangue, a escolha recairá sobre a bardaria, o resta-boi ou a genciana amarela. Para as vias urinárias, infectadas pelo colibacilo e o estafilococo, prescreve-se a borragem, a malva, o dente-de-leão ou a cavalinha; se houver ameaça de cálculos urinários ou de pedras na bexiga, deve-se escolher, de preferência, a bolsa-de-pastor, a milfurada ou a verbena.

  • Plantas remineralizantes e reconstituintes:

agrião-plantas-naturais

Muitas doenças têm um efeito carencial sobre certo número de sais minerais cuja presença é indispensável ao metabolismo normal do organismo; para remediar sua ausência, aconselha-se o aipo silvestre, a aveia, a chicória, o agrião, o espinafre e o trigo candial; além da carência de sais minerais, o organismo também pode sofrer a falta de outros elementos reconstituintes.

E o que ocorre nas convalescenças de doenças graves ou de intervenções cirúrgicas sérias; muitos produtos naturais podem, então, suprir essa falta: o aipo, a beterraba, a tâmara, o feno-grego, as nozes, o olmeiro e a tanchagem.

Ervas do Brasil: Plantas Medicinais Brasileiras

Temos a sorte em viver em um país abençoado pela natureza e rico em plantas, frutas, legumes e ervas medicinais de qualidade. Dentre as principais plantas medicinais brasileiras, podemos destacar:

Alcachofra: Diabetes, afecções urinárias, reumatismo, hipertensão, obesidade, entre outros.

Alecrim: Reumatismo, cicatrização, depressão, cansaço, gases intestinais, debilidade cardíaca, entre outros.

Barbosa: Afecções da pele e anexos, reumatismo, úlceras, prisão de ventre, verminose, infecções respiratórias, entre outros. Conhecida como a planta “cura tudo” em algumas regiões brasileiras.

Boldo: Ressaca, bom funcionamento do fígado, estimular a secreção biliar, aliviar os sintomas da gripe, diarréia, cólicas, entre outros. Erva medicinal utilizada durante séculos no Brasil para tratar, sobretudo, enjoos.

fontes: 1, 2, 3

 

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Assuntos Interessantes:

 

3 Comments

  1. fco feliz em saber que há pessoas enteressadss no bem estar da humanidade, mesmo porque, o que me parece e que o Governo aliado a industria alimentar quer mesmo e estipar do Planeta uns poucos milhões de pessoas, criando guloseinas cada vez mais saborosas para aguçar oapetite de muitos.O resultado que se tem noticia e hospitais cada vez mais cheio e muitas pessoas morrendo. Vocês estão de parabens;(espero que eu tenha conseguido passar minha pequena opnião a respeito do assunto . Márcia de Souza Oliveira 51 anos…)

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


4 × 1 =