Limpeza do Fígado – 7 Dicas de Como Fazer – Passo a Passo

A limpeza do fígado é o ponto de partida para emagrecer de forma saudável e eliminar uma série de impurezas responsáveis por causar graves doenças no organismo. Quer saber como fazer essa faxina?

7 dicas para fazer uma limpeza no fígado – Passo a Passo

Limpeza do fígado

1 – Aumentar o consumo de água

Beber 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias é fundamental para a saúde do organismo como um todo, especialmente do fígado e dos rins. Além de hidratar o organismo, esse líquido elimina diversas toxinas acumuladas nesses dois órgãos responsáveis por filtrar impurezas, iniciando um incrível processo de desintoxicação do corpo.

2 – Eliminar bebidas alcoólicas

Uma autêntica limpeza do fígado envolve eliminar (pelo menos por alguns meses), o consumo de bebidas alcoólicas, já que elas consistem nas principais vilãs desse órgão. O consumo de álcool sobrecarrega o fígado, fazendo com que o desempenho dele diminua e diversas substâncias perigosas à saúde fiquem acumuladas nele, tais como a gordura.


3 – Consumir alimentos orgânicos

Não é novidade que os alimentos comercializados pelas grandes indústrias e empresas agrícolas carregam uma grande quantidade de agrotóxicos e demais produtos químicos altamente prejudiciais à saúde.

Por essa razão, cada vez mais pessoas, em nome da saúde e da qualidade de vida, estão aderindo ao consumo de alimentos orgânicos, ou seja, aqueles livres de qualquer defensivo agrícola. Com isso, em poucas semanas é possível notar resultados surpreendentes não somente com relação à limpeza do fígado, mas também no aumento da disposição, diminuição do peso, redução do inchaço corporal, melhor funcionamento do intestino etc.

4 – Incluir mais frutas, legumes e verduras no cardápio

Além de optar pelos alimentos orgânicos, é essencial aumentar o consumo de vegetais e demais alimentos durante a semana, especialmente aqueles que favorecem o fígado. Esses alimentos são:

  • Salsinha;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma);
  • Beterraba;
  • Agrião;
  • Rúcula;
  • Abacaxi;
  • Cenoura;
  • Chá verde;
  • Espinafre;
  • Almeirão;
  • Chicória;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Maçã;
  • Abacate;
  • Couve-flor;
  • Couve-manteiga;
  • Brócolis;
  • Repolho;
  • Limão;
  • Hortelã;
  • Gengibre fresco;
  • Laranja;
  • Aspargos;
  • Berinjela;
  • Escarola;
  • Pepino;
  • Alecrim;
  • Uva;
  • Aipo;
  • Alcachofra;
  • Tofu;
  • Couve-de-Bruxelas;
  • Cebola;
  • Lentilha;
  • Nozes;
  • Batata-doce;
  • Tomate;
  • Quinoa;
  • Água de coco.

5 – Eliminar o refrigerante

Além de eliminar o refrigerante do cardápio por alguns meses, após o processo de limpeza do fígado é necessário consumir essa bebida de forma moderada (o indicado por nutricionistas é beber apenas 1 latinha por semana). O motivo é que essa bebida contém grandes quantidades de açúcar, uma das substâncias mais perigosas para a saúde do fígado e, é claro, do organismo como um todo, aumentando os riscos de diabetes e obesidade.

6 – Evitar alimentos processados ou industrializados

Além de elaborar um cardápio semanal mais saudável, rico em vegetais orgânicos, é necessário evitar ao máximo os chamados alimentos processados ou industrializados. Tais alimentos são ricos em gorduras saturadas, açúcar, conservantes, corantes, acidulantes e demais substâncias que juntas funcionam como uma verdadeira bomba no organismo. Desse modo, os alimentos que devem ser evitados durante o processo de limpeza do fígado são:


  • Batata frita;
  • Salame;
  • Presunto;
  • Bacon;
  • Maionese;
  • Molho de tomate industrializado;
  • Molhos para salada industrializados;
  • Macarrão instantâneo;
  • Sopas de sachê;
  • Ketchup;
  • Mortadela;
  • Linguiças;
  • Queijos gordos;
  • Biscoitos recheados;
  • Sucos em pó ou de caixinha (eles contêm alto teor de açúcar e corante);
  • Salsicha;
  • Alimentos congelados (lasanha, escondidinho, hambúrguer etc.);
  • Molho de soja (shoyu);
  • Salgadinhos;
  • Enlatados (milho, ervilha, feijão, grão-de-bico).

Outros alimentos prejudiciais ao fígado

  • Lanches;
  • Massas em geral (pizza, lasanha, nhoque etc.);
  • Carnes gordas;
  • Frituras em geral;
  • Manteiga;
  • Creme de leite;
  • Banha de porco;
  • Pele de frango;
  • Doces em geral (tortas, bolos, balas etc.).

Em suma, para limpar o fígado é necessário ter uma alimentação o mais natural possível.

6 – Exercitar-se

A prática de atividade física funciona como uma excelente aliada na limpeza do fígado, já que ela estimula o metabolismo, melhorando o desempenho de todos os órgãos. Vale ressaltar que antes de escolher uma atividade física é importante passar por uma consulta médica para verificar qual atividade é mais recomendada.


7 – Aumentar o consumo de caldos ou sopas

Para quem deseja fazer essa limpeza no fígado e emagrecer de forma saudável, uma outra recomendação consiste em aderir ao consumo de caldos ou sopas no jantar. Nesse momento do dia o corpo necessita de refeições leves e nutritivas, favorecendo a digestão e consequentemente aliviando o fígado.

Alguns remédios caseiros para limpeza do fígado

Limpeza do fígado

Além das indicações mencionadas anteriormente, para facilitar ainda mais essa limpeza do fígado, alguns remédios caseiros recomendados são:

  • Chá de alecrim;
  • Chá de limão;
  • Chá verde gelado com suco natural de abacaxi e hortelã;
  • Chá de hortelã;
  • Chá de dente-de-leão;
  • Suco de couve-manteiga com abacaxi;
  • Suco de couve-manteiga com limão;
  • Suco de couve-manteiga com laranja;
  • Suco de agrião com limão e maçã;
  • Suco de cenoura com alecrim;
  • Suco de salsinha;
  • Limonada sem açúcar;
  • Suco de água de coco com hortelã;
  • Chá de boldo;
  • Suco de beterraba com laranja ou maçã;
  • Suco de maçã com limão;
  • Suco de mirtilo;
  • Suco de pepino com cenoura;
  • Chá de gengibre.

Quais as vantagens de limpar o fígado?

Diminuição dos níveis de colesterol

Uma das principais vantagens com relação ao processo de desintoxicação do fígado é que ele contribui para reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue, o perigoso LDL – responsável por aumentar os riscos de infarto, derrames, tromboses e problemas circulatórios em geral.

Reduz a glicose no sangue

Com a limpeza do fígado, naturalmente é reduzida a quantidade de açúcar no organismo, item essencial na prevenção e combate do diabetes, uma doença que já afeta mais de 10% da população brasileira.

Ajuda a emagrecer


Pelo fato de eliminar o excesso de açúcar, gordura e diversas toxinas que provocam a inflamação das células, essa limpeza no fígado é imprescindível para perder peso sem sacrificar a saúde. Além disso, a purificação desse órgão diminui a retenção de líquidos e o inchaço corporal que muitas vezes é confundido com obesidade.

Maior disposição

Pessoas com fígado intoxicado geralmente sentem um cansaço excessivo sem causa aparente. Ao fazer a limpeza do fígado, naturalmente a disposição aumenta, estimulando inclusive a prática de exercícios físicos.

Com todas essas dicas, além de limpar o fígado, é possível aliviar uma série de outros problemas no organismo.  

Imagens: dedeman.com / banmayepcamthucong.blogspot.com.br

 

 


Continue lendo sobre saúde natural: