VITAMINA C – Benefícios, Carência e Excesso – Para que Doenças Serve?

vitamina-c
A maioria das pessoas buscam aumentar o consumo de Vitamina C somente quando estão gripadas ou resfriadas. Porém, é muito importante manter o consumo dessa substância, que também é chamada de ácido ascórbico, de forma regular.

Neste artigo iremos apresentar os principais benefícios e as doenças e problemas que podem ser causadas com a falta desta vitamina. Além disso também iremos apresentar alguns alimentos ricos em vitamina C.

A falta desta substância pode causar escorbuto (doença crônica causada pela carência de vitamina C levando a hemorragias) entre outros problemas que citaremos logo mais. Então confira com atenção este artigo.

Benefícios da Vitamina C – Para que Serve?

Abaixo apresentamos os principais benefícios da Vitamina C:

  • Reduz os sintomas de gripes e resfriados
  • É eficiente contra o estresse
  • Combate o envelhecimento da pele
  • Aumenta a absorção de ferro
  • Diminui crescimento de tumores
  • Evita doenças oftalmológicas
  • Reduz o risco de derrames

 

Alimentos que Possuem Vitamina C

alimentos-ricos-em-vitamina-c-fontes

Uma dieta comum adequada, incluindo vegetais verdes e suco de laranja ou tomate, pode fornecer 100 mg de ácido ascór­bico por dia. Muitas pessoas, to­davia, não obtêm nem mesmo esta pequena quantidade

Publicidade

A Vitamina C (ácido ascórbico) é encon­trado em muitos alimentos. Grandes quantidades, 100 a 350 mg/100 g (isto é, 0,10 a 0,35 por cento do peso do alimento) nas pimentas, nos pimentões verdes e vermelhos, salsa e nabos.

O suco de laranja, de limão ou de outras frutas cítricas, o suco de tomate, o espinafre, a mostar­da-verde e o repolho-de-bruxe­las contêm uma boa quantidade de ácido ascórbico: de 25 a 100 mg/100 g de alimento.

As ervi­lhas verdes, os feijões verdes, o milho, o aspargo, o abacaxi, o tomate, os morangos, a abóbo­ra e a alface contêm de 10 a 25 mg/100 g. Quantidades meno­res – inferiores a 100 mg/100 g – ocorrem nos ovos, leite, ce­noura, beterraba e carne cozi­da.

 

Alimentos Cozidos possuem Menos Vitamina C?

O ácido ascórbico dos ali­mentos é facilmente destruído pelo cozimento a temperaturas elevadas, especialmente na pre­sença de cobre e de alguns ou­tros metais. Os alimentos cozi­dos retêm usualmente cerca de metade do ácido ascórbico pre­sente nos alimentos crus.

A per­da da vitamina pode ser reduzi­da pelo cozimento por curtos períodos, com quantidade pe­quena de água e utilizando tam­bém a água do cozimento, uma vez que ela extrai pane da vita­mina existente no alimento.

 

resfriados-gripe-vitamina-c-doencas

 

Vitamina em Cápsula e Fervescente

O ácido ascórbico puro que buscamos nos alimentos ricos em Vitamina C pode ser obtido em farmácias como um medicamen­to, em pó na forma cristalina e, também, como comprimidos ou tabletes.

Este ácido ascórbico é descrito algumas vezes como ácido ascórbico sintético. Ele é idêntico ao ácido ascórbico pre­sente nos alimentos e geralmente fabricado a partir de açúcar natural por um processo que envolve duas reações químicas. A matéria-prima usual é a dex­trose, também chamada glico­se, açúcar de uva, açúcar do mel, açúcar do milho ou açúcar do amido. Ela existe no mel e em muitos outros alimentos natu­rais.

Carência de Vitamina C causa Doenças?

Constatou-se que um suprimento insuficiente da Vitamina C essencial faz com que o animal apresente sintomas de escorbuto (doença que causa hemorragias), incluindo hemorra­gias intramusculares e subcutâ­neas, dores articulares, um en­fraquecimento geral do tecido conjuntivo (pele, tendões, pa­redes dos vasos sanguíneos), le­targia, perda do apetite e ane­mia.

Publicidade

A vitamina C (ácido ascórbico) é necessária para a cicatrização dos cor­tes, incluindo queimaduras. Com uma ingestão reduzida de ácido ascórbico os cortes cica­trizam lentamente e o tecido de cicatrização é fraco, de modo que os cortes se abrem novamente com facilidade. O aumento na ingestão do ácido ascórbico leva a uma aceleração do processo cicatricial e à formação de tecido de cicatrização mais forte.

Quantidade Diária

A ingestão ótima (ideal) de ácido ascórbico (vitamina C) – isto é, a quantidade diária desse elemen­to que propicia uma saúde ade­quada – é ainda desconhecida e, sem dúvida, varia de pessoa para pessoa.

 

Excesso de Vitamina C

A vitamina C não é urna substância perigosa. Ele é des­crito na literatura médica como “virtualmente não-tóxico”. Co­baias que receberam por via oral ou intravenosa metade de 1% de seu peso corporal de ascor­bato de sódio (sal sódico do áci­do ascórbico) ao dia, por um período de vários dias, não apre­sentaram sintomas de toxicida­de.

O único efeito colateral do excesso da Vitamina referido foi diarréia durante os primeiros três ou quatro dias. Os pacientes com doenças virais ou esquizofrenia receberam até 100 g/dia sem qualquer sinal de toxicidade. Uma quantidade elevada (vári­os gramas) de ácido ascórbico ingerido sem qualquer outro ali­mento pode ocasionar algum distúrbio estomacal e diarreia em algumas pessoas.

Saiba mais sobre a Vitamina C – Vídeo

CONFIRA A TABELA DE VITAMINAS COMPLETA

Conheça outras Vitaminas: Vitamina DVitamina E | Vitamina A | Vitamina B12

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também: