Chá de Malva – 10 Benefícios do Chá, Contraindicações e Como Fazer

A malva é uma planta vinda da Europa e foi espalhada pela Ásia e África devido seu clima tropical. Por causa da beleza de suas folhas e flores a malva era muito utilizada para decoração, levou-se um tempo para que pesquisadores descobrissem o seu fim medicinal que pode proporcionar inúmeros benefícios para a saúde humana.

A malva também é conhecida pelos populares como malva de casa, malva rosa, malva branca, malva cheirosa, malva silvestre ou malva das boticas. Na realidade, seu nome científico é malvas sylvestris. É uma planta muito fácil de ser encontrada em feiras livres, lojas de produtos naturais, farmácias e até supermercados.

cha-de-malva

10 Benefícios do Chá de Malva e Suas Propriedades

As propriedades do chá de malva podem atuar no controle e até mesmo na cura de diversas condições de saúde, além disso, pode ser utilizado como aliado nos tratamentos convencionais ou como método de prevenção. Confira os benefícios do chá:

1- Poder antioxidante 

Publicidade

As vitaminas A, B1, B2 e C e carotenos contidas no chá de malva fazem dessa planta um excelente antioxidante para combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce.

2- Cicatrizante 

As propriedades da planta também ajudam a prevenir infecções.

3- Emoliente 

Funciona como anti inflamatório no trato digestivo combatendo a gastrite, úlcera. Problemas na garganta, gengivite e afta também pode ser tratado com o gargarejo do chá.

4- Diurético

A ingestão do chá de malva elimina as toxinas do organismo através da urina e diminui a retenção de líquidos que causa o inchaço.

5- Laxante 

Publicidade

A planta é extremamente eficiente para regular o intestino e melhorar as condições de prisão de ventre.

6- Expectorante

O chá de malva auxilia em tratamentos respiratórios como tosses, faringites, bronquites e laringite.

Esse chá se mostra muito eficiente quando utilizado em formato de compressas em acnes e furúnculos na pele, isso é devido seu efeito calmante e cicatrizante que refrescam o local. Até mesmo queimaduras causadas pela sol podem ser aliviadas com essa planta.

Como Fazer o Chá de Malva

Nos Países originários da Europa o chá de malva é preparado com flores secas da planta, porém, no Brasil é costume utilizar somente as folhas para fazer o processo de infusão. Aprenda como fazer:

Ingredientes:

  • 1 ½ de água
  • 2 folhas de malva picadas

Preparo:

1- Higienize bem as folhas de malva e pique;

2- Coloque as folhas juntamente com  a água em uma chaleira;

3- Deixe ferver por aproximadamente 10 minutos, abafe;

4- Deixe amornar, espere 10 minutos, coe e beba, se preferir, pode adoçar;

Deve ser respeitado o repouso de 10 minutos indicado.

Em casos de dores de garganta, gengivite e afta, deve ser feito o gargarejo com esse chá.

A quantidade diária recomendada no chá de malva é de duas a três xícaras por dia.

Efeitos colaterais 

Além da intoxicação, a malva possui outro efeito colateral que é a diarréia em casos de consumos exagerados. Por isso, a indicação é que não ultrapasse a 3 xícaras por dia.

Contraindicações

Algumas pessoas pensam que um produto natural não possui contraindicações, mas não é verdade. O chá de malva, assim como muitos outras plantas não pode ser utilizados por todas as pessoas. Confira:

  • Diabéticos não podem utilizar a malva, pois essa planta no organismo se transforma em glicose.
  • Crianças – A ingestão desse chá deve ser controlada, assim como qualquer outra planta, além disso, devem ser administradas porções equivalente a idade, de preferência com supervisão médica quando isso se torna mais freqüente.
  • Diarreia – Pessoas que apresentam esse quadro devem passar longe do chá de malva, pois a planta atenua esse sintoma devido suas propriedades laxativas.

Como Plantar a Malva?

A malva é uma planta muito sensível ao frio, ela precisa tomar ao menos 4 horas de sol diariamente, é por isso, que ela se desenvolve em Países subtropicais. Ela pode atingir mais de 1 metro de altura e ainda florescer.

Caso queira cultivar a planta para fazer chá de malva em casa, é preciso comprar as sementes, o processo pode começar no outono para que a germinação ocorra  nos próximos dois meses antes da chegada do frio, assim ela resiste para florescer na primavera.

Opte por um vaso com boa profundidade e largura podendo colocar até 2 pés para que eles cresçam. O espaço entre os pés deve ser de 60 cm ou até mais para facilitar na hora de colher.

Mas se preferir, pode plantar a malva diretamente no solo, é extremamente importante que a planta pegue sol. Além disso, é essencial enriquecer o solo com compostos orgânicos.

Regue sua malva todos os dias enquanto ela estiver se desenvolvendo, depois ela pode ser irrigada somente duas vezes na semana, caso não chova. Agora, é só aguardar ela crescer e enfeitar o seu jardim, além de fornecer propriedades medicinais incríveis para a sua saúde.

Curiosidades do chá de malva

O chá de malva já parte da vida de muitas pessoas, especialmente as que vive no interior e tem acesso fácil a essa planta. O uso mais comum nessas regiões é para fazer gargarejo, e isso, fez com que profissionais dentistas tenham visto melhorias nas gengivas de seus pacientes.

Embora muitas pessoas investem nos benefícios das plantas medicinais, ainda existe um ceticismo por parte de outras. Mas o fato, é que gengivas inflamadas e com a coloração avermelhada  depois de bochechos com o chá de malva apresentaram uma significativa alteração positiva.

O chá de malva pode ser uma alternativa ou ser aliado ao tratamento de algumas condições de saúde já citadas acima. Mas, é importante não utilizar de forma indiscriminada só por ser natural.

 

 

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*