Remédio Caseiro para Caspa | Tratamento Natural

A caspa acentuado é um tipo de dermatite seborréica, em que as glân- dulas produtoras de sebo, no couro cabeludo, produzem-no em demasia. A presença de certos fungos favoreceria esse fenômeno. Por isso, é comum re- lacionar oleosidade do couro cabeludo à caspa, já que as duos coisas costumam vir juntos. Nesse artigo além de vermos Remédios Caseiros para Caspa, vamos saber mais sobre suas causas.

Apresentam-se como escamas esbranquiçadas, que se desfazem em pe- quenas partículas brancas, semelhantes à farinha.

Embora ainda não se conheça bem a causa, suspeito-se que o estresse, a má alimentação e mau funcionamento do intestino podem constituir fatores causantes. Verminoses também podem estar por trás, pois comprometem o es- tado nutricional do organismo. A caspa produz coceira e queda de cabelo.

Dicas para quem tem Caspa

A maioria dos especialistas concor- da em que lavar diariamente o cabelo pode ser, para a maioria das pessoas, a melhor medida anticaspa. Recomendam-se xampus suaves e, tanto quanto possível, naturais.

Publicidade
Publicidade

Os xampus anticaspa podem conter diferentes princípios ativos. Os pre- parados à base de alcatrão, piritiona de zinco e sulfeto de selênio retardam o crescimento celular. Os que contêm salicilatos favorecem a eliminação das escamas. Alguns agem sobre a flora, combatendo fungos e bactérias. Um dermatologista poderá indicar o melhor para o seu caso. Para que esses xampus tenham efeito, não se deve enxa- guar em seguida, mas deixar que ajam, cada qual por um tempo determinado. Pode-se aplicar o xampu no começo do banho, colocar uma touca e só enxaguar no fim do banho.

caspa-remedio-caseiro-natural

 

Como deve ser a alimentação?

Recomenda-se dieta saudável, com vistas ao equilíbrio das funções orgânicas. Alimentos muito gordurosos e açucarados precisam ser evitados. Comer com moderação, mastigando bem. Si nal vermelho para doces, guloseimas, carnes, especialmente embutidos, frios e frituras.

Evitar chocolate, queijos, laticínios, molhos industrializados e tem- peros como pimenta e vinagre. Comer regularmente, às refeições. Abster-se de lanches ligeiros (fast-food). Não abusar do sal. Em síntese, evitar alimentos mucogênicos (que estimulam a produção de muco) ou desestabilizadores do metabolismo. Lamentamos informar que este é o caso da maioria dos alimentos modernos, produzida só por moti- vos comerciais.

É imperioso adotar dieta adequa da, com frutas, hortaliças, nozes, cereais integrais, ovos e iogurte, usados dentro de programa balanceado do ponto de vista da qualidade, quantidade e horá- rios das refeições. Primeiro, entretanto, é preciso fazer uma desintoxicação, como se explica adiante. Na dieta normal recomenda-se, de modo particular, o uso de germe de trigo, óleos prensa- dos à frio, amêndoas e cereais integrais.

  • No começo, é possível ocorrer aparente “piora”, até como resultado da limpeza interna. A tendência, depois, é haver progressiva melhora.
  • Passar um dia com sucos de frutas de três em três horas e, em seguida ,sete a quinze dias com a seguinte dieta: Esporadicamente, em lugar do desjejum, bebida alcalinizante (ver como preparar à página 138).
  • Desjejum: Uma só qualidade de fruta, como uva, maçã, figo, mamão, kiwi, fruta-de-conde, melão ou ameixa. Não estando disponíveis essas frutas, pode-se chupar laranja ou tangerina.
  • Almoço: Começar o almoço com salada crua ou suco de hortaliças. Em seguida, usar abóbora cozida (quem não gosta dessa hortaliça pode usar batatinha) com legumes cozidos ao vapor (podem-se variar os legumes cada dia: couve-flor, brócolis, vagem, quiabo, cenoura, abobrinha, beter- raba etc.). Podem-se usar algumas torradas de pão integral. Acrescentar óleo prensado a frio e, cada dois dias, um ovo “biológico” cozido.
  • Jantar: Frutas, como figo, maçã, mamão ou pêra, picadas com sementes de girassol e amêndoas. Nos intervalos, havendo fome, comer frutas.
  • Depois desse período, adotar dieta natural saudável.

O suplemento nufricional pode ser introduzido na alimentação já a partir do décimo dia:

  • Lêvedo de cerveja: 9 a 12 comprimidos de 250mg ao dia (quatro compri- midos em cada refeição). A levedura de cerveja é usada, de longa data, para fortalecer o cabelo.
  • Clareia: 9 a 12 comprimidos ao dia.
  • Geléia real pura: 2 a 39 por dia.
  • óleo de linhaça: 2 a 3g por dia (em cápsulas).

 

Ervas e Remédios Caseiros para Caspa

Internamente recomendam-se plantas digestivas associadas a depurativas e calmantes. Exemplo de boa combinação é o decocto de alfavaca, cavalinho, dente-de-leão e umas quinze gotas de água de melissa, três a quatro xícaras ao dia. Duas colheres, das de sopa, das plantas para meio litro de água. Ferver e filtrar.

  • Aplicar ao cabelo três vezes por semana suco de limão, massageando; lavar depois de algumas horas. Escolher um dos seguintes tratamentos:
  • Babosa: aplicar duas vezes por semana a babosa (a substância gelatinosa) no couro cabeludo. Não precisa lavar em seguida; pode-se fazê-lo algumas horas depois.
  • Essência de patchouli. Aplicar no couro cabeludo, massageando com os dedos, todos os dias. Encontrada em boas casas de produtos naturais.
  • óleo essencial de alecrim: podem-se usar loções ou xampus que o contenham. Pode-se preparar uma loção, em farmácias de manipulação, com esse óleo, somado à babosa e essências de gengibre, cebola e cedro.
  • Xampus antifúngicos específicos: algumas indústrias farmacêuticas vêm desenvolvendo xampus anticaspa com propriedades que combatem os fungos que, segundo eles, desencadeariam a caspa.
  • Tomilho: preparar um decocto com 500ml de água e cinco colheres, das de sopa, de tomilho seco. Ferver por uns quinze minutos. Coar e deixar esfriar. Aplicar diariamente sobre o cabelo, depois de lavado, massageando com delicadeza.
  •  Misturar seis colheres das de sopa de sálvia com a mesma quantidade de alecrim. Preparar uma infusão (derramar água fervente sobre as plantas) e deixar em repouso por 24 horas. Lavar o cabelo com esse composto todos os dias durante um mês. Três vezes por semana, acrescentar suco de um limão ao composto.

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


8 + três =