Remédio Caseiro para Cólica Menstrual – Tratamento Natural

A dieta moderna, cheia de “entulhos”, cria um congestionamento orgânico e dificulta o acesso de nutrientes a vários órgãos, que entram em carência crônica. O resultado óbvio é ampla desestabilização de funções. O delicadíssimo feed-back de reações neurohormonais, químicas e biológicas do sistema genital, sai dos eixos. Por isso, além da mudança na dieta, é preciso complementar a alimentação com vitaminas e minerais. Destacam-se, no tratamento das cólicas, o cálcio e o magnésio, cuja ingestão deve ser aumentada antes e durante a menstruação.

O uso de vitamina B6 apresenta benéficos em caso de inchação no período pré-menstrual.

minui notavelmente a tensão e a possibilidade de edema. Há também evidências de que esse procedimento diminui a incidência de acne pré-menstrual em adolescentes. A explicação para resultados tão favoráveis com o uso de altas doses de vitamina B. é que a menstruação levaria a grande perda desse nutriente.

Em clínicas naturistas, a desintoxicação acompanhada de correta suplementação nutricional traz bons resultados no sentido de corrigir distúrbios do aparelho genital feminino.

Em seguida, apresentamos as diretrizes do tratamento natural para a maioria desses problemas.

colica-menstrual-remedio-caseiro

Ervas e Remédios Caseiros para Cólicas Menstruais:

São indicadas, pelos manuais de fitoterapia, nas cólicas menstruais, as seguintes plantas:

  • Açafrão Infusão de uns cinco estigmas em uma xícara, das de café, de água fervente. Infusão (derramar água fervente sobre as plantas) por 5 minutos. Filtrar e beber (dividir a dose em duas diárias), sete dias antes da menstruação. *Alecrim: Uma colher, das de sopa, da planta para 300m1 de água. Ferver. Deixar que esfrie. Coar e tomar duas a três xícaras por dia. Cuidado: planta potencialmente abortiva. Se há possibilidade de gravidez, não usar.
  • Agoniada: Duas colheres, das de sopa, da planta para meio litro de água fervente. Deixar que esfrie. Coar e tomar duas a três xícaras por dia. Atenção: planta abortiva.
  • Algodoeiro: Uma colher, das de chá, das folhas, flores e sementes moídas para uma xícara de água. Tomar uma xícara ao dia, por infusão (derramar água fervente sobre a planta). Diluir em chá de camomila, de modo que se obtenham três xícaras diárias.
  • Angélica: Uma colher, das de sopa, de sementes de angélica para 500m1 de água. Ferver e coar. Duas a três xícaras ao dia. Não usar as folhas frescas. Atenção: planta abortiva.
  • Artemísia: 1 colher, das de chá, de folhas picadas para meio litro de água. Ferver e filtrar. Uma xícara de chá ao dia. Atenção: planta abortivo. Tóxica quando ingerido em excesso.
  • Atanásio (Tanacetum): Decodo das folhas e flores secas. Uma colher, das de café, para uma xícara de água. Ferver por cinco minutos e coar. Não mais que uma xícara ao dia, tomada aos goles, por poucos dias. Atenção: a atanásia tomada em doses altas é tóxica.
  • Camomila: Uma colher, das de sopa, da planta para 300 ml de água. Derramar água fervente sobre a planta. Deixar que esfrie. Coar e tomar duas a três xícaras por dia. Maude Grieve, herborista, diz que a camomila é especialmente indicada durante a menstruação. Produz efeito maravilhosamente calmante e é absolutamente inofensiva, segundo este herborista.
  • Capim-limão: Derramar meio litro de água fervente sobre duas colheres, das de sopa, das folhas picadas. Deixar que esfrie. Duas a três xícaras por dia.
  • Mentrasto:Derramar meio litro de água fervente sobre duas colheres, das de sopa, das folhas picadas. Deixar que esfrie. Duas a três xícaras por dia.
  • Mil-folhas (ou mil-em-rama): Duas colheres, das de sopa, para 600ml deágua. Ferver e filtrar. Deixar que esfrie. Duas a três xícaras por dia.
  • Poelo: Derramar 300m1 de água fervente sobre uma colher, das de sopa,da planta picada. Deixar que esfrie. Coar. Duas a três xícaras diárias.
  • Sálvia: Derramar meio litro de água fervente sobre uma colher, das de sopa, de folhas e flores. Deixar que esfrie. Coar. Duas a três xícaras por dia.
  • O dong-quai é uma planta chinesa usada há séculos no tratamento de perturbações do sistema reprodutor feminino. Disponível em empresas importadoras, sob a forma de composto, em cápsulas. A dose varia. Geralmente são indicadas de três a seis cápsulas de 300mg diários, divididas

Chá de Cavalinha para Cólica Menstrual

A cavalinha, associada à camomila, mil-em-rama e erva-cidreira (capim-limão), é muito útil no combate ao mal-estar pré-menstrual, pois ajuda a desinchar e relaxar. Uma colher, das de sopa, das plantas picadas para 300ml de água. Ferver e filtrar. Podem-se tomar duas a três xícaras diárias. Ao se aproximar a menstruação, alguns terapeutas recomendam o uso do óleo de copaíba (uma cápsula de uma a três vezes ao dia) e chá de agoniada com própolis, como já explicado.

Os intestinos devem ser mantidos desimpedidos, para o que é muito indicado o chá de cáscara-sagrada, uma ou duas xícaras ao dia (há também cáscara-sagrada em cápsulas), no caso de prisão de ventre (uma colher das de sopa da planta para meio litro de água; ferver e filtrar). Mulheres com prisão de ventre crônica poderão apresentar cólicas menstruais fortes, ou maior probabilidade de distúrbios genitais, segundo os naturopatas


dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*