Amebas: Remédio Caseiro para Amebíase – Sintomas e Tratamentos

A amebíase é provocada por um protozoário, a Entamoeba hisfolytica, pequeno parasita que freqüentemente se aloja no intestino grosso. E transmitida através de alimentos ou líquidos contaminados. Antes de analisar os remédios caseiros para amebíase (amebas) precisamos saber suas causas.

Como se pega Amebíase | Amebas?

As fezes humanas que contêm os cistos contaminam o ambiente.

Alimentos e líquidos contendo os cistos, ao serem ingeridos com freqüência, podem produzir a doença. Verificou-se que a ingestão acidental de cistos dificilmente ocasionará essa parasitose, já que o organismo, desde que apresente mínimas condições de defesa, tratará de manter o equilíbrio ou eliminar as formas contaminantes.

O risco parece residir na ingestão freqüente de alimentos ou água contaminados, o que propicia colonização numerosa de amebas. Má higiene, falta de saneamento básico, ingestão usual de alimentos mal lavados e água poluída são a principal causa de amebíase e outras parasitoses.

remedio-ameba

Em certos lugares do interior os pequenos lavradores misturam fezes humanas às dos animais para adubar suas plantações, o que favorece a disseminação de muitas doenças parasitárias, inclusive amebíase. Moscas e outros insetos também podem carrear formas infectantes.

E comum que as formas infectantes se alojem sob unhas mal cortadas. Crianças que têm o mau hábito de levar a mão à boca facilmente desenvolvem parasitoses. O simples hábito de lavar cuidadosamente as mãos antes das refeições exibe considerável importância preventiva.

 

Sintomas e complicações

Amebas causam sintomas desconfortantes. A amebíase intestinal, mais comum, produz, na fase aguda, sintomas como: cólicas abdominais muito dolorosas, diarreia, enjoo, vômitos, e disenteria amebiana, uma das mais violentas.

A amebíase não tratada pode ocasionar, ao longo de meses ou anos, emagrecimento, dores abdominais vagas, sensação constante de cansaço e até alterações psíquicas.

sintomas-amebiase-amebas
Uma complicação possível é a formação de úlceras amebianas, provocadas pela forma ativa deste protozoário, o trofozoíto, que libera enzimas destruidoras da mucosa. Pequenas, porém, constantes hemorragias intestinais levam à anemia. Há casos de extrema gravidade em que a ameba produz perfuração intestinal, peritonite, hemorragia e até morte.

Há indivíduos que, embora sejam portadores da ameba, não apresentam qualquer sintoma. Contribuem, contudo, para disseminar a doença através das fezes.

A ameba pode migrar para diferentes regiões do corpo e provocar abscessos amebianos. O fígado é o órgão predileto, mas podem ocorrer abscessos nos pulmões, cérebro e outros órgãos. O comprometimento hepático pode ocasionar febre alta e hepatomegalia (crescimento do fígado) entre outros sintomas de alteração do funcionamento do órgão.

 

Como prevenir as Amebas?

Manter o organismo em boas condições de saúde é a melhor garantia contra infecções graves. Indiscutivelmen te importante é também a higiene pessoal e ambiental – ferver a água que se bebe, cortar bem as unhas, policiar os hábitos das crianças, lavar muito bem as mãos e os alimentos. Esses são os melhores conselhos para debelar a doença.
Para higienizar bem as verduras, deixá-las de molho em solução de hipoclorito de sódio, à venda em farmácias (ver dosagem no rótulo), com um pouco de sal, antes do consumo.

 

Tratamento Natural para amebíase – Amebas

O tratamento natural requer mudança de hábitos alimentares, com abandono de açúcar, guloseimas, frituras etc. E fundamental boa mastigação. A desintoxicação pela dieta também ajuda na restauração do ambiente intestinal.

As vezes, o tratamento natural pode não ser suficiente para eliminar parasitoses arraigadas, devendo-se recorrer a medidas de caráter mais enérgico.
Sugere-se programo de dietas alternadas: um dia de frutas, outro dia de dieta de abóbora, como explicamos em seguida. Pessoas debilitadas devem observar orientação profissional específica para seu caso.

• Um dia: passar o dia com frutas. Na primeira refeição tomar só coalhada (iogurte natural). Podem-se fazer refeições de frutas a cada três horas: mamão e maçã, tangerinas, melão, morango, uva ou melancia. Não misturar as frutas. Manter certo repouso.

• Outro dia: Meia hora antes da primeira refeição, líquido alcalinizante (ver página 138). Primeira refeição: suco de fruta (mamão com maçã, abacaxi ou laranja; não adoçar). Segunda refeição: saladas cruas com rabanete (lavar muito bem), abóbora cozida, legumes a gosto e torradinhas de pão integral. No jantar, frutas como mamão, pêssego, figo, banana e maçã com coalhada. Nos intervalos, havendo fome, frutas, água-de-coco ou suco natural.

Alternar essas dietas por uns dez ou vinte dias, até sentir o organismo aliviado, “leve”, e o intestino funcionando normalmente. Observar prescrição médica.

Remédios Caseiros para Amebas – Tratamento para Amebíase

Os tratamentos naturais e caseiros para amebíase (amebas) jamais devem substituir os transcritos pelos médicos. Procure ajuda profissional antes de qualquer ação.

O uso de plantas deve acontecer juntamente com a desintoxicação dietética. No período da manhã podem-se usar duas xícaras de chás depurativos e digestivos associados, como cavalinho, chapéu-de-couro, alcachofra e tanchagem. No período da tarde podem-se associar hortelã e poejo. Tomar duas xícaras. Nos dias de frutas, usar menor quantidade de chá. Ferver por 5 minutos.

Dosagem usualmente indicada: Uma colher, das de sopa, da planta picada para três xícaras de água.

A cataplasma abdominal de argila ajuda, segundo os naturistas, a aliviar o desconforto digestivo. Aplicar por duas horas.

Tratamento convencional

A Entamoeba histolytica é às vezes muito rebelde aos tratamentos, devendo, portanto, merecer cuidados preventivos, que são, indiscutivelmente, os mais eficazes para cortar o seu ciclo evolutivo.

O tratamento convencional é feito à base de thiabendazol, que na maioria das vezes não exibe efeitos tóxicos fortes.
Como vimos, em muitas situações o tratamento natural pode não ser suficiente para debelar parasitoses arraigadas, devendo-se recorrer a medidas de caráter mais enérgico. Mas nunca se deve subestimar a necessidade de consultar um médico, adotar hábitos higiênicos e estilo de vida promotor da saúde.

Cada caso deve ser avaliado

No caso de amebíase é preciso cuidar de sintomas como a diarreia e a dor de barriga. A alimentação à base de suco de maçã e maçã cozida com torradas é útil na fase aguda. Outra possibilidade é a banana-prata cozida ou o purê da batata (sem margarina ou manteiga). Água-de-coco nos intervalos. Observar orientação médica.

 


dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*