Remédios Caseiros para Cisto nos Ovários- Tratamento Natural

Cisto é o espaço fechado dentro de um tecido ou órgão, revestido de epitélio, cheio de líquido ou, outra substância. Os cistos são tumores benignos. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Cisto nos Ovários- Tratamento Natural.

Cisto

Produzem variados sintomas, que dependem do seu tipo, tamanho, número e localização. Há casos de ovários policísticos, ou totalmente tomados por cistos. O sintoma mais comum é a “dor do lado”, na região correspondente ao ovário afetado.

A cirurgia é indicação comum. Recorre-se freqüentemente à ooforectomia, ou retirada cirúrgica do ovário (ou dos ovários), o que acaba trazendo sérios danos ao organismo.

Como o ovário é a glândula secretora de hormônios sexuais, sua ausência produz menopausa precoce e envelhecimento mais acelerado.

Publicidade

Há também conseqüências psíquicas. Por isso, é bom estudar cuidadosamente a razão risco/benefício de uma cirurgia.

“Lixeiras” do corpo

Os naturopatas consideram os cistos como lixeiras do corpo, onde são depositadas “toxinas” do metabolismo.
Uma desintoxicação profunda e bem conduzida costuma produzir resultados interessantes.

Já vimos mulheres portadoras de cistos ovarianos que, perseverando no tratamento natural, surpreenderam-se ao constatarem, em exames posteriores, que os cistos haviam diminuído.

A alimentação moderna oferece inúmeros fatores de desestabilização hormonal, como os hormônios sintéticos presentes nas carnes. Aliados a isso, aditivos químicos, gorduras, deficiência de fibra, açúcar e guloseimas tornam nossa alimentação uma das maiores ameaças à vida.

Como se não bastasse uma comida de má qualidade, as mulheres fumam, usam drogas, levam vida sedentário e estressante. Basta um desses fatores para criar condições propícias ao aparecimento de problemas no delicado sistema reprodutor feminino.

Publicidade

Por isso, é básico recomendarmos a adoção de dieta natural, saudável.

Dieta de desintoxicação:

1. Dieta semierudita: desjejum e jantar de frutas (preferir o melão). Lanches de frutas, sucos naturais ou água-de-coco. Almoço de saladas cruas (em que predominem os brotos), vegetais cozidos, como couve-flor, brócolis, vagem, abóbora, chuchu etc., arroz integral, um pouco de lentilha e tofu.

2. Essa dieta deve ser observada por pelo menos uma semana. Ir, então, acrescentando outros alimentos, como amêndoas, milho verde, ovo “caipira” cozido. Continuar com desjejum e jantar de melão por pelo menos mais uma ou duas semanas.

3. Pacientes cuja atividade seja desgastante não poderão suportar muito tempo essa dieta. Talvez tenham de adotá-la por uns cinco dias, e logo mudar o cardápio: apenas uma refeição de melão, e demais refeições naturistas normais, em que predominem alimentos crus.

4. Entre as refeições, tomar água com limão e própolis, pelo menos uma vez ao dia. Esse tratamento produz às vezes eliminações, na forma de corrimento.

5. Mastigar completamente os alimentos. Comer sem pressa. Isso é indispensável à boa nutrição, pois não se vive do que se come, mas do que se assimila.

O programa fitoterápico deverá ser administrado por um profissional instruído nessa arte, e não suprime a avaliação médica.

Em geral, começa-se com uma misturo de plantas depurativas, como dente-de-leão, cavalinho, tanchagem, chapéu-de-couro, cinco-folhas e camomila. Tomar duas ou três xícaras por dia do cozimento dessas plantas, durante duas semanas. A dosagem tradicional é uma colher, das de sopa, das plantas para 300 ml de água.

Em seguida, escolher uma das seguintes plantas: casca-de-anta ou agoniada, e usar por uma semana. A dosagem tradicional é uma colher, das de sopa, das plantas para 300 ml de água; ferver e filtrar. Interromper por uma semana, para tomar apenas água com limão e própolis. Repetir o procedimento, mudando as plantas.

cha-de-camomila-remedios-caseiros-para-cisto-nos-ovarios-tratamento-natural

Plantas

• Agoniada – Derramar meio litro de água fervente sobre uma colher e meia, das de sopa, das folhas picadas. Tomar de duas a três xícaras ao dia.

• Artemísia – Cozimento de meia colher das de sopa da planta picada para meio litro de água. Uma xícara por dia.

• Barbafimão – Ferver uma colher, das de sopa, da casca em 400 ml de água. Duas xícaras diárias.

• Camomila – Derramar meio litro de água fervente sobre uma colher e meia, das de sopa, das flores. Tomar de duas a três xícaras diárias.

• Casca-de-anta – Ferver uma colher e meia, das de sopa, da casca em meio litro de água. De duas a três xícaras diárias.

• Daikon – Ou folhas de nabo comprido japonês. Tomar três xícaras do cozimento ao dia. Duas colheres, das de sopa, para um litro de água.

• Velame-do-campo – Ferver meia colher, das de sopa, das folhas e das raízes em meio litro de água. De uma a duas xícaras por dia.

• iequitibó – Preparar um decoto (cozimento) forte de casca de jequitibá com barbatimão, e fazer irrigações vaginais semanais, em caso de corrimento.

• Urtiga-branca – Ferver uma colher, das de sopa, das flores em meio litro de água. Tomar de uma a duas xícaras por dia.

Banhos e aplicação de argila

Tomar um banho quente de assento de quinze minutos antes de dormir. Tomar banhos frios rápidos, seguidos
de fricção com água fria, para estimular a circulação geral. De manhã, uma hora e meia de aplicação de argila. Pelo menos três vezes por semana, um banho genital.

Jequitibá (Cariniana brasiliensis)

É tradicionalmente indicado para combater corrimentos, inflamações da garganta etc.

Modo de usar: No caso de corrimentos, fazer irrigações locais com o chá da raiz de jequitibá juntamente com a raiz de barbatimão: Ferver em 1 litro de água 5 colheres, das de sopa, da casca picada. No caso de inflamação da garganta, fazer gargarejos com o mesmo chá.

Alterações hormonais, distúrbios emocionais e outros fatores ainda não bem estabelecidos podem contribuir para o desenvolvimento de distúrbios nos ovários, órgãos pares femininos que produzem hormônios sexuais.

Os estudiosos da Medicina natural acreditam que erros na alimentação, como o consumo exagerado de açúcar, queijo, chocolate, carnes e gorduras, o uso de hormônios, pílula anticoncepcional e cigarro são os principais culpados por

instabilidades metabólicas que culminam em problemas nos ovários. A alimentação deve observar padrões naturais, sendo rica em frutas e vegetais frescos.

Usar menos produtos animais, pois contêm muita gordura e podem veicular hormônios inescrupul asa mente empregados na engorda de animais, aumentando assim o risco de distúrbios ovarianos. Evitar também doces e guloseimas. Convém proceder a uma desintoxicação orientada.

Os naturistas sugerem um programa:

• Escolher um dia por semana, em que se pode manter relativo repouso, para a seguinte dieta: Duas refeições de melão. O almoço deve ser baseado em vegetais crus, como brotos, raízes raladas (cenoura e rabanete), folhosos e um pouco de amêndoas e brócolis cozido. Nos intervalos, suco fresco de fruta (sem adoçar) ou água-de-coco.

• Escolher outros dois dias na semana para jantar uma só qualidade de fruta, de preferência melão.

• Tomar o suco de um a três limões por dia, longe das refeições. Usá-los com água, mas sem açúcar.

• Se houver algum problema no intestino, é preciso tratar. Agoniada, camomila, urtiga-branca, cujas dosagens tradicionais estão indicadas em ovários, cistos de.

Outros procedimentos

Banhos quentes de assento para diárias de argila na “barriga” (duas aliviar as dores. Fora da fase aguda, horas). Um banho diário de tronco. Ver devidamente prescritas.

Publicidade

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Cisto nos Ovários- Tratamento Natural.

Imagem- lookaholic.wordpress

Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


19 + 11 =