Remédios Caseiros para Distimia- Tratamentos naturais

se disseminaria por assimilação passiva de traços de personalidade. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Distimia e seus Tratamentos naturais.

Opinião dos estudiosos da vida natural

Os transtornos emocionais podem trazer consequências físicas, que por seu turno, agravam o problema mental. Ulcera gastroduodenal de fundo nervoso, colite nervosa, diabetes melito e disfunções imunitárias, como o lúpus eritematoso sistêmico e a psoríase, são exemplos de doenças muito fortemente ligadas à mente.

Pesquisas recentes mostram que praticamente todas as doenças podem ser agravadas ou deflagrados pela atitude mental. Até câncer pode surgir mais facilmente em pessoas muito abaladas pelas tensões.

Sabe- se que os fatores de agressão mental diminuem a resistência do organismo e nos expõem aos processos orgânicos que resultam em doenças.
Os naturistas creem, entretanto, que as desordens emocionais estão muito intimamente relacionadas ao estilo de vida, e de modo muito particular, ao tipo de alimentação. Excesso de laticínios, açúcar e/ou carnes, somado à deficiência de fibras, certas vitaminas e minerais, constituiria causa importante de desequilíbrios metabólicos que acabariam afetando sutilmente a performance cerebral.

Por isso, receitam desintoxicação, complementação nutricional, exercícios físicos e psicoterapia. O tratamento de distúrbios intestinais, como prisão de ventre e outros problemas orgânicos intercorrentes, é vital ao êxito.

  • Os estudiosos do assunto acreditam ser possível tratar e mesmo curar a distimia. A boa psicoterapia é a mola-mestra do êxito, e se deve somar a tratamentos que aumentem a vitalidade geral do corpo. Deve-se consultar também um psiquiatra.
  • Os estudiosos da vida natural acreditam que o baixo nível de endorfina, hormônio que mantém o bem-estar mental, seria uma das causas da distimia. Exercícios respiratórios e esforços físicos moderados, como caminhadas regulares, progressivamente mais longas, ajudam muito a normalizar os teores de endorfina no sangue.
  • A alimentação também pode ajudar. A dieta deve ser natural, adequadamente nutritiva, sem fatores de agressão, como o excesso de açúcar, sal, gordura e laticínios. “Tranqueiras”, como guloseimas, refrigerantes, fast-food etc., embora representem para certas pessoas desanimadas uma “fuga” ou um dos poucos “prazeres”, no fim estragam a saúde; fazem mais mal do que bem. Podem-se usar preparações naturais saborosas e saudáveis, que se mostrarão vantajosas. O tratamento nutricional requer uma fase de desintoxicação seguida de outra fase, a de reforço nutricional.
  • Não se deve impor ao paciente um sacrifício dietético exagerado, mas mostrar-lhe que o abandono de maus hábitos alimentares o ajudará a superar sua angústia mental. A desintoxicação deve ser, se possível, branda, e intercalada por períodos de dieta naturista normal, de que constem pratos saudáveis, apreciados pelo paciente.

Exemplo de programa de desintoxicação:

  • Primeira dieta: Por três ou quatro dias pode-se fazer um regime como o seguinte:
    Uma hora antes do desjejum, ministrar ao paciente (se ele aceitar) um copo de bebida alcalinizante.
  • Desjejum e jantar: Só frutas, em quantidade livre, como melão, laranja, uva, abacaxi etc. Servir as frutas prediletas do paciente. Pode-se, entretanto, fazer uma “salada” com duas ou três variedades coloridas, que se combinem. Por exemplo: morango, maçã e abacaxi, ou mamão, banana e maçã, ou uva, pêssego e pêra. Nos intervalos das refeições, se houver fome, mais frutas, ou água-de-coco.
  • Almoço: Saladas cruas e legumes cozidos em arranjos coloridos. Arroz integral, tofu, lentilha, um assado natural e ovo biológico cozido.
  • Segunda dieta: Após esses primeiros quatro dias, passar mais quatro dias substituindo uma refeição (pode ser o desjejum) por frutas. As outras refeições podem seguir os padrões naturistas normais (ver capítulos 4 e 5, que explicam como fazer uma alimentação saudável).

remedios-caseiros-para-distimia-tratamentos-naturais

A psicoterapia

Nosso mundo é controlado por seres que se orgulham de sua inteligência. Mas não é preciso aprofundar-se em pesquisas para concluir que o homem é, em muitos aspectos, desequilibrado. Exibe quociente emocional muitas vezes sofrível.
A mente humana é o palco em que primeiramente se desdobram as grandes tragédias sociais. Não é à toa que a Bíblia fala com tanta veemência sobre a necessidade de se cultivar cuidadosamente o terreno mental.
A cabeça de alguns pode ser definida como uma efervescência de emoções, sentimentos e premonições, na maioria das vezes maus e deprimentes. Outros oscilam entre a euforia e a melancolia.

Atingir o elevado grau da serenidade de espírito, em que os problemas são encarados e abordados de “cabeça fresca”, e a alegria é atingida por meios simples, a exemplo da criança, é algo mais que humano – é divino. 56 com o auxílio de um poder a nós superior poderemos proclamar paz no turbulento mundo de nossa mente.
O distímico precisa, mais do que qualquer outro, reencontrar a paz interior e readquirir o entusiasmo da vida. Certa vez, um poeta disse que a vida continua a ter sentido enquanto formos capazes de amar. Isso condiz com a filosofia bíblica.

Na verdade, a vida só tem sentido quando somos capazes de amar, quando vivemos para tornar outros felizes. O mundo aplaude os que dedicam vultosas somas de dinheiro em obras de caridade pública. Mas o segredo da felicidade reside mais em pequenos atos de bondade do que em grandes realizações.

Sorrisos despretensiosos, palavras de conforto e animação, um caloroso aperto de mão, um tom de voz amigável, são coisas que não custam nada e, mais do que fazer bem aos que recebem, fazem bem aos que dão!
O distímico precisa, entre outras coisas, rever seus princípios de vida para sair de sua improdutiva “bolha” de tristeza. Se você se sente afetado, faça tudo que estiver ao seu alcance paro mudar, passar de uma pessoa chata e negativa para outra agradável e positiva. Deve buscar a Deus com fervor para que lhe dê a cura.
Preocupações e angústias nada resolvem. Só complicam as coisas. E preciso repetir isso várias vezes ao longo do dia. Que se encare a vida com otimismo e bom ânimo, porque do modo como encaramos a vida depende o sucesso ou o fracasso.

Se nos desanimamos facilmente e reclamamos por qualquer motivo, atraímos o mal. Mas se nos conservamos animados e procuramos enfrentar cada percalço com espírito forte, confiante, sereno, certamente atrairemos bons resultados.
Para maiores informações, ver também depressão.

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Distimia e seus Tratamentos naturais.

Imagem- allrecipes

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*