Remédios caseiros para Doenças da Próstata- Tratamento Natural

 

remedios-caseiros-para-doencas-da-prostata-tratamento-natural

Falaremos hoje sobre Remédios caseiros para Doenças da Próstata- Tratamento Natural.

Conselhos

Impõe-se rigorosa higiene sexual. Os diabéticos devem redobrar os cuidados. O hábito de só urinar quando a bexiga está bem cheia é nocivo à saúde, pois propicia infecções e outras doenças.

O uso abundante de líquidos, a alimentação correta, os exercícios físicos moderados, não violentos, manter os pés aquecidos e o uso de roupas adequadas, não apertadas, são conselhos úteis à prevenção. Há suspeitas de que a sacarina (adoçante) pode causar danos ao trato urinário.

As recaídas constantes, ou a existência de sintomas, requerem exame da situação. Deve-se procurar o médico para estudar a possibilidade de tumor ou outros problemas obstrutivos.

A alimentação deve observar padrão saudável e natural. Os produtos de origem animal (particularmente carnes) contêm muita proteína, gordura e oferecem significativo risco de contaminação por hormônios escrupuliza asa mente empregados na engorda de animais, devendo ser diminuídos.

Evitem-se produtos em salmoura, conservas, alimentos gordurosos e açucarados, chocolate, queijos, molhos industrializados e temperos como pimenta e vinagre.

Diminuir o sal de adição. Comer com moderação, mastigando bem. Sinal vermelho para doces, guloseimas, embutidos, frios e frituras. Comer regularmente, às refeições. Abster-se de lanches ligeiros (fast-food).

Em síntese, evitar alimentos muco gênicos, irritantes e desestabilizadores da imunidade (incluem-se nesta lista muitos alimentos modernos, produzidos só por motivos comerciais).

Recomendações para uma desintoxicação voltada para o sistema gênito-urinário:

• Uma refeição, como desjejum, de Uva-da-pérsia, ou laranja-lima (pode-se usar o suco), ou melancia; outra, no lugar do jantar, de mamão, maçã e algumas torradas integrais, e um almoço de saladas cruas, abóbora, vegetais cozidos (como brócolis), arroz integral e tofu. Nos intervalos, havendo fome, ingerir frutas ou água-de-coco. Manter certo repouso, se necessário. Durante a fase aguda, convém observar esse regime. Preventivamente, adotá-lo uma ou duas vezes por semana.

• Passada a fase aguda, sugere-se ficar dois ou três dias da semana substituindo uma refeição (pode ser o desjejum) por uma só qualidade de fruta, de preferência melão, melancia ou sumo de lima-da-pérsia.

• Também preventivamente, indicam-se de um a dois limões por dia, longe das refeições, com água, sem açúcar.

• Fora da fase aguda, acrescentar uma colher, das de sopa, de semente de girassol à dieta, diariamente, falhando um dia por semana. Rica em ácidos graxas essenciais, vitamina B. e outros micronutrientes, é útil à função metabólica da próstata. Não usar produto excessivamente salgado, nem rançoso.

• Se houver algum problema no intestino, é preciso tratar.

• Acrescentar à dieta clareia (no rótulo há instruções sobre uso tradicional), e ingerir bastante água.

Plantas e outros ,remédios Itradicionais

*Abóbora – Comer, juntamente com as refeições, de uma a três colheres, das de sopa, de semente de abóbora por dia, levemente tostadas, sem sal.

*Cavalinho – A cavalinho é o fitoterápico eleito nas prostatites. Dá excelentes resultados. Tomar o decocto (cozimento) filtrado, de três a quatro xícaras ao dia. A dose geralmente indicada é o cozimento de quatro colheres, das de sopa, da planta picada em um litro de água.

• Hortelã, uva-ursina e quebra-pedra – A hortelã, a uva-ursina e a quebra-pedra também são usadas, juntas, de 3 a 4 xícaras ao dia (duas colheres, das de sopa, da mistura para um litro de água).

*Folhas de buxo, uva-ursina e serenoa – Nos Estados Unidos, o Dr. Zofchak, médico e herborista de renome, afirma que as melhores plantas contra a prostatite são a uva-ursina, as folhas de buxo e a serenoa, que podem ser usadas em associação ou separadamente. Há, em casas de produtos naturais, extratos dessas plantas, em cujos rótulos se estabelecem dosagens tradicionais.

• Folhas de abacateiro, cana-do-brejo e cabelo de milho – O cozimento das folhas de abacateiro, três xícaras ao dia, é diurético e aluda a aliviar as prostatites. O mesmo se pode dizer da cana-do-brejo e do cabelo de milho, que podem ser usados separada ou associadamente. A dosagem tradicional é de duas colheres, das de sopa, para óOOml de água. Ferver e filtrar.

• Melancia – O alívio e até a cura de vários problemas de próstata vêm mais rápido com o uso dessa fruta. Substituir pelo menos uma refeição ao dia (como o desjejum) por melancia, durante mais ou menos um mês.

• Saw palmetto – Extrato dos frutos de uma pequena árvore nativa do Sudeste dos Estados Unidos. Em estudo europeu com 1.098 homens, os efeitos dessa planta foram comparados aos de um remédio tradicional contra hipertrofia prostática, o Proscar. Ambos produziram alívio semelhante dos sintomas, com a diferença de que o extrato da planta não trouxe o indesejável efeito colateral de diminuir a potência sexual, verificado no uso do medicamento. As dosagens variam muito. Observar orientação profissional.

Outros procedimentos

Banhos quentes de assento ou es- cataplasmas de argila na barriga, bacada-pés para aliviar dores. Fora das genitais e banhos quentes de as-fase aguda, devidamente prescritos, sento antes de ir para a cama.

Nesse artigo falamos sobre Remédios caseiros para Doenças da Próstata- Tratamento Natural.

Imagem- universojatoba.com.br

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*