Remédios caseiros para Enxaqueca- Tratamento Natural

Alimentos relacionados a crises: Os alimentos que, segundo relato dos pacientes, mais freqüentemente desencadeiam crises são: chocolate, laticínios, conservas, bolos, doces, confeitos, café, molhos, salgadinhos, frituras, embutidos e lanches do tipo “fast-food”. Muitas vezes, as crises fortes podem ser relacionadas com a chegada da menstruação.

Tratamento convencional

Muitos médicos ensinam que a enxaqueca não tem cura, e o máximo que se pode fazer é amenizar os sintomas. Os alopatas, portanto, tratam sintomaticamente a enxaqueca, com anti-inflamatórios e analgésicos, e outros medicamentos específicos, usados para “prevenir” crises.

Mas tanto os médicos como os pacientes sabem que esses procedimentos não são capazes de curar, e que, depois de certo tempo, podem tornar-se quase completamente inócuos, não produzindo efeito digno de nota.

Os naturopatas discordam desse ponto de vista, e, diante de vários casos de melhora e remissão da enxaqueca, pode-se dizer que estão de posse da razão.

Mas é preciso proceder à mudança de hábitos. Esta tem sido nossa experiência. A enxaqueca parece resultado inevitável, para pessoas predispostas, de certo estilo de vida e alimentação.

Correção de maus hábitos

Os estudiosos do naturismo compreendem que a enxaqueca é um dos muitos “alarmes” que o organismo dispara contra abusos sofridos. Erros alimentares crônicos, fumo, álcool, pílula e descontrole emocional são algumas das agressões que podem levar pessoas sensíveis ao tormento da enxaqueca.
O tratamento constitui-se de desintoxicação somada a um período de repouso natural. Depois, corrigindo-se os maus hábitos deflagradores das crises, e adotando-se uma série de hábitos saudáveis, como a prática moderada e
regular de exercícios físicos, os próprios pacientes dão o feliz testemunho de uma notável melhora.

É preciso adotar dieta natural, rica em fibras, hortaliças, frutas e cereais integrais, em que se evitem carnes vermelhas, chocolate, laticínios, açúcar, café, refrigerantes, fast-food, guloseimas, glutamato monossódico, condimentos, molhos etc.

Frequentemente constata-se que a enxaqueca nada mais é que congestionamento metabólico que começa nos excessos ou desequilíbrios alimentares.
• Se você pressente que a crise se aproxima (por causa de formigamentos, clarões etc. – os pródromos), não se entregue. Continue realizando tarefas leves, respire profundamente e procure esquecer o mal-estar.

A atitude de imediato e completo relaxamento só apressará a instalação da dor pulsátil, como explicamos no tópico anterior. Relaxe aos poucos.
• O Dr. Lewis J. Silvers, estudioso do assunto, sugere tomar, ao perceber-se que a crise vem, um comprimido de 50mg de niacina (vitamina B5).

Essa vitamina faz com que o sangue se espalhe pelo corpo, em vez de se concentrar na cabeça, de modo que, muitas vezes, o paciente fica vermelho como um pimentão.

Se não ocorrer essa vermelhidão, tomar outro comprimido dentro de dez minutos. Converse com seu médico a respeito.
• No arsenal da homeopatia, o íris óx é uma das indicações mais inofensivas e eficientes no combate às crises.
• Para aliviar as crises: Nalguns casos há alívio significativo com aplicações de gelo nas partes Laterais do pescoço e na nuca ao mesmo tempo, por uns cinco minutos.

Massagem com fricção de bucha natural, embebida em água fria, em todo o corpo, após uma sessão de exercícios respiratórios. Jatos frios fortes sobre o abdome durante dez minutos.

Em seguida, jatos frios sobre os pés, por dois minutos. Escalda-pés desviam o fluxo sanguíneo para os membros inferiores e ajudam a acalmar crises.
• Para prevenir crises: um banho de tronco ao dia. Preferir banhos frios ou tépidos, após caminhadas ou exercícios moderados (não muito extenuantes). Evitar banhos muito quentes.

remedios-caseiros-para-enxaqueca-tratamento-natural-2

Outros procedimentos

As aplicações diárias de argila no abdome, por duas horas, são muito indicadas.
Em muitos casos, a aplicação de rodelas de batatas cruas na Ietu, na têmporas e nas solas dos pés, amarradas com pano, proporciona alívio.
Massagem na sola dos pés (reflexologia), apertando firmemente os pontos mais doloridos por uns cinco minutos cada um, é procedimento consideravelmente ótimo no alívio das crises.

Dois ou três dias por semana, durante um mês:

• Desjejum ou jantar: escolher apenas uma das frutas: laranja, mamão, maçã, melão, melancia, uva. Não misturar as frutas. Se houver fome, fazer lanche de maçãs entre as refeições. Importante: a hiperglicemia pode desencadear crises, de modo que o paciente deve ter consigo algumas frutas e ingeri-ias antes mesmo que se manifeste a fome. Não adotar esta dieta em manhãs de atividade desgastantemente, pois faltará energia.
• Almoço: saladas cruas (como salada de broto de feijão, ou salada de folhosos), seguidas de arroz integral com um pouco de lentilha, tofu e legumes cozidos (vagem, brócolis, cenoura etc.). Comer pouco e mastigar muito. Entre as refeições, havendo fome, ingerir fruta.

Pessoas debilitadas, magras ou com doenças agudos não devem seguir este programo. Gestantes, nutrizes e crianças também não podem segui-lo. Observar orientação de um profissional de saúde simpático a dietas naturais.
• Jantar: Frutas com flocos de cereais, sementes de girassol e um pouco de coalhada magra.
• E fundamental comer devagar, mastigando bem. Expulsar, durante as refeições, preocupações da mente. Não comer conversando, falando de negócios, assistindo TV ou lendo. Ouvir música suave, relaxante.
• Para desintoxicar e relaxar o sistema nervoso, sugerem-se chás de cavalinho, tonchagem, chapéu-de-couro e dente-de-leão, com um pouquinho de alfazema, duas a três xícaras ao dia.

Ferver em 500 ml de água uma colher, das de café, de alfazema e duas colheres, das de sopa, da mistura das demais ervas. Coar.

Pode-se usar essa associação de ervas por uns quatro dias, e, por dois dias, tomar quatro xícaras diárias de água com limão e vinte gotas de água de melissa (à venda em farmácias).

Chá de erva-cidreira-verdadeira ou folha de laranjeira, tomado aos goles (uma ou duas xícaras ao dia) também é indicado. Uma colher, das de sopa, para 300 ml de água. Ferver e coar.
• Para prevenir e tratar crises de enxaqueca os herboristas concordam em que poucas plantas se igualam ao tanaceto (também chamado otanásia e teverfew). No mercado de produtos naturais há tanaceto em cápsulas.

A dose geralmente indicada é de 200 mg ou uma cápsula ao dia. Contra-indica-se a gestantes e nutrizes. O tratamento deve ser prolongado por semanas, até meses.

Nesse artigo falamos sobre Remédios caseiros para Enxaqueca- Tratamento Natural.

Imagem- remedio-caseiro

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*