Remédios Caseiros para Flebite- Tratamento Natural

remedios-caseiros-para-flebite-tratamento-natural

Companheira das varizes, a flebite é uma entre muitas mazelas da civilização. Pode ser evitada por estilo de vida sadio e combatida com dieta apropriada. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Flebite- Tratamento Natural.

Que é flebite? Como se manifesta? Quais as complicações possíveis?

Flebite é inflamação de uma veia, acompanhada de inchação e dor. E mais comum em pessoas com excesso de peso e/ou varizes. Produz vermelhidão e dor na área atingida.

Se associada à trombose (tromboflebite), pode constituir quadro grave. A trombose é a formação de coágulo no interior do vaso, com risco de acidente vascular.

Nos casos mais graves, pode haver perigo de gangrena. Os casos brandos curam-se, às vezes, espontaneamente. Pode haver infecção local, para o que, em Medicina tradicional, indicam-se antibióticos.

Publicidade
Publicidade

O risco mais comum na flebite, felizmente raro, consiste em formação e desprendimento de coágulo, que viaja pela circulação e produz embolia em órgão distante, como pulmão, coração ou cérebro.

Pode também ocorrer uma disseminação de infecção a partir de material proveniente da zona afetada, com formação de abscessos pelo corpo, ou infecções secundários.

Causas

A presença de varizes predispõe à flebite. As mesmas causas das varizes interagem no aparecimento da flebite.
Vida sedentário, prisão de ventre crônica e obesidade dão considerável contribuição como causas.

Pessoas que passam a maior parte do tempo em pé, paradas ou sentadas, exibem maior probabilidade de alterações mórbidas nos vasos.

Doentes submetidos a cirurgias, obrigados a permanecer a maior parte do tempo deitados, imóveis, correm risco particularmente maior. Por isso, quanto antes o paciente puder andar, melhor. A alimentação moderna, como explicamos no tópico seguinte, é também um dos fatores causais.

Os estudiosos do naturismo falam com ênfase na relação entre varizes, flebite e úlceras varicosas com a dieta moderna.

Excesso de leite e derivados, alimentos gordurosos, carnes, produtos refinados, massas brancas, café, chocolate, fast-food, refrigerantes, açúcar e os “falsos alimentos” da atualidade (junk food) são, na opinião dos naturistas, inimigos da saúde dos vasos.
Usar abundância de frutas, vegetais frescos, cereais integrais, nozes e castanhas. Evitar grande quantidade de alimentos de procedência animal.

Acrescentar vitamina E à dieta é particularmente útil na prevenção da trombose. Durante a flebite, recomenda-se a ingestão diária de 400 U.l. ou mais de vitamina E. Doses de 1.100 U.l. trouxeram nítida melhora em pacientes com tromboflebite, no pós-operatório, segundo o Dr. R. E Bock (Arizona Medicine).

Publicidade
Publicidade

Pacientes relatam que, usando regularmente a vitamina E, sentem grande alívio nas dores das pernas. Estas dosagens devem ser prescritas por médico.
No caso de úlceras varicosas, poderão ser necessárias 1.000 ou mais U.l. de vitamina E ao dia, que também deve ser aplicada externamente, sob a forma de pomada.
Juntamente com a vitamina E, prescreve-se a vitamina C. Um copo de suco fresco de acerola ao dia é indicado.

• Abacate, folhas de – Picar doze folhas secas de abacate, colocar em vidro de boca larga e cobrir com um pouco de álcool a 90°. Acrescentar três pedras de cânfora. Deixar em repouso por uma semana, em local escuro. Massagear levemente o local com esse produto.

• Alecrim – Se há infecção, o chá de alecrim, bardana e tanchagem, misturadas, duas xícaras ao dia, com dez gotas de própolis, é particularmente benéfico. Derramar 300m1 de água fervente sobre uma colher, das de sopa, da ,istura.

plantas frescas.

Bioflavonoides como picnogonídeo – A vendo em lojas de produtos naturais, combate radicais livres e fortalece a parede dos vasos. Indicam-se usualmente 60 a 90 mg/dia para adultos e 30 mg para crianças. Observar orientação profissional.

• Clareia – Rica em micronutrientes e clorofila, fortalece os vasos. Sugerem-se entre seis e doze comprimidos de 300 mg.

• Compressa de argila – Compressas frias de argila esterilizada, locais, ajudam a diminuir a “febre” local. Aplicar, ao mesmo tempo, compressas de argila no abdome, por duas horas.

• Esqueno – Combate os radicais livres e melhora a circulação. No rótulo há instruções sobre o uso tradicional.

• Ginkgo biloba – Passada a fase aguda, o uso dessa planta ajuda a fortalecer os vasos. No rótulo há instruções sobre o uso tradicional. Pa-dentes com alterações de pressão devem ter cuidado ao usar esta planta. Observar orientação profissional.

• Hamamelis – Extrato fluido ou tintura para uso interno, e pomada para uso externo.

• Limão – Tomar água com limão duas ou três vezes ao dia.

• Vitamina E – Como já explicado, ingerir cápsulas de vitamina E e aplicar localmente pomada de vitamina E. Observar quantidades profissionalmente indicadas.

Exercícios físicos

começar com caminhadas curtas. Depois da fase aguda o paciente acompanhadas de exercícios respiratórios. precisa começar a exercitar-se. Come- Observar sempre orientação médica.

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Flebite- Tratamento Natural.

Imagem- doutissima

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


quatro + catorze =