Remédios Caseiros para Gripe- Tratamento Natural

 

Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Gripe- Tratamento Natural.

Conselhos gerais

O primeiro conselho é procurar um médico para confirmação de diagnóstico, e ir para a cama. Infelizmente, preocupadas com as consequências de faltarem ao emprego “por causa de uma gripezinha”, as pessoas vão doentes ao trabalho e espalham o vírus, exatamente como aconteceu com o Ricardo da nossa ilustração.

Dificilmente alguém procura o médico por causa de uma gripe, e acha que não é preciso mudar seu ritmo de atividades. Expõe-se ao frio, alimenta-se mal, esforça-se demais, e o organismo se enfraquece. E então que surgem as complicações, das quais a pneumonia é a principal.

• Durante a fase aguda, a alimentação deve ser de modo a não sobrecarregar a digestão. Muito suco de fruta é recomendado. Pode-se tomar suco de laranja às 7 h, mais suco às 10 h, e almoçar ao meio-dia ou às 13 h, batata bem cozida (ou abóbora) com saladas (salada de broto de feijão, rabanete, cenoura ralada etc.) e legumes cozidos ao vapor (beterraba, couve-flor, chuchu, abobrinha etc.). Jantar frutas com torradas.

Publicidade

• Durante a febre, a dieta deve resumir-se a sucos de frutas (quantidade liberal), de três em três horas. Ao começar a convalescença, convém reforçar a alimentação com 3 g de geleia real e uns seis comprimidos de lêvedo de cerveja ao dia.

• Muitos erram, pensando que é preciso “reforçar” a alimentação durante a gripe com alimentos “ricos”. E verdade que pessoas desnutridas precisarão de cuidados especiais. Mas não adianta forçar o organismo debilitado a receber sobrecarga de comida “pesada”, que ele é incapaz de digerir. A situação só se complicará. Via de regra, na fase aguda adotam-se repouso e alimentação leve, como a que orientamos. Depois da fase aguda, aí, sim, usam-se os complementos nutricionais necessários.

• Quando o intestino está preso, sugere-se, com a devida permissão médica, uma lavagem intestinal. Para “limpar” o aparelho digestivo (onde, por causa de má alimentação e fermentações, na opinião dos terapeutas naturistas, muitas vezes se origina a queda da imunidade, que leva à gripe), tomar um pouco de água com duas colheres, das de chá, de carvão vegetal ativado em pó, duas ou três vezes ao dia.

• A equinácea, que reforça o sistema de defesa, é a planta eleita contra gripes e resfriados, produzindo ótimos resultados. E fácil de achar no mercado de produtos naturais. Essa planta é especialmente recomendada nas “gripes que não passam”. Na bula, há informações sobre uso tradicional.

• Alecrim-de-jardim, carqueja, folha tenra de mangueira, eucalipto, sálvia, sabugueiro. Usar uma destas plantas, ou misturados, de duas a três xícaras ao dia, na forma de cozimento (uma colher, das de sopa, das plantas picadas para 300 ml de água). Tomar o chá sempre com própolis: quinze gotas a 30% por xícara.

Publicidade

• A combinação da hortelã com o sabugueiro é também ótima contra a gripe. Tomar de duas a três xícaras de 150m1 ao dia. Pode-se, nos casos mais severos, em que há muita tosse, acrescentar guaco (também conhecido como eupatório) ou mil-folhas a essa mistura. Uma colher, das de sopa das plantas picadas para 500m1 de água. Ferver e filtrar.

• Uma das plantas usadas há mais tempo, por diferentes culturas, contra a gripe é a gatória (erva-dos-gatos). Uma colher, das de sopa, para duas xícaras de água, em infusão (derramar água fervente sobre a planta). Dividir essa quantidade ao longo do dia, em pequenas porções. Pode-se misturar com hortelã.

• Mil-em-rama, planta de múltiplas utilidades, usada desde o tempo dos antigos gregos, é também muito útil no combate a gripes, febres e resfriados. Tomar de duas a três xícaras por dia do chá de toda a planta, na forma de cozimento (uma colher das de sopa da planta picada para meio litro de água). Pingar algumas gotas de própolis.

Xaropes

O mel com própolis e extrato de eucalipto (ou tintura de guaco) e sumo de agrião é muito bom para combater a tosse e fortalecer o sistema respiratório.

Compostos à base de mel e agrião também são indicados. Há, hoje, muitas dessas preparações à venda no mercado. Podem-se tomar de três a seis colheres, das de sopa, ao dia. Xarope tradicional contra a gripe e os problemas pulmonares.
Um excelente xarope caseiro contra a gripe e os problemas pulmonares se prepara da seguinte maneira: Bater
no liquidificador um punhado de agrião

com um pouco de água, de modo a obter um copo pequeno de suco de agrião concentrado. Coar. Misturar bem com um copo pequeno de mel puro. A parte, ferver por uns dez minutos uma colher, das de sopa, de folhas de eucalipto e guaco picadas para um copo de água. Filtrar.

remedios-caseiros-para-gripe-tratamento-natural

Misturar tudo, e deixar ferver novamente por mais dez minutos. Acrescentar, finalmente, ao xarope, cem gotas de solução de própolis a 30%. Colocar num vidro e tampar. Tomar de quatro a oito colheres, das de chá, ao dia.
O alho é, de longa data, preconizado no tratamento da gripe. A tradição do uso desse bulbo contra doenças data do tempo dos antigos egípcios. No século XII, acreditava-se que o alho seria capaz de proteger contra a fúria da Peste Negra. Na era colonial, amarravam-se dentes de alho aos pés dos pacientes de varíola.
Contra a gripe, pode-se tomar a água de alho com mel, limão e própolis. Prepara-se da seguinte maneira: Maceram-se três dentes de alho em 70 ml de água. Coa-se. Misturam-se uma colhe-rinha de mel, um limão e sessenta gotas de própolis. Tomar uma colher, das de chá, dessa solução a cada hora, ou pingar algumas gotas diretamente na garganta, ao longo de todo o dia. Fazer novo preparado a cada dia.

Outras sugestões naturais

Pedilúvio quente e inalação de eucalipto com cebola e própolis, pelo menos uma vez ao dia, são muito bons para aliviar uma eventual sinusite e promover a expectoração. Se não houver congestão na cabeça nem catarro, podem-se dispensar esses procedimentos.
O uso de argila na barriga (aplicação abdominal) é muito indicado quando há digestão difícil, ou febre interna devido à má alimentação. Aplica-se argila duas horas ao dia (agasalhar bem os pés). No capítulo 13 (página 114), há explicações mais pormenorizadas sobre como aplicar a argila).
Carqueja (Bacharis triptera) É tradicionalmente indicada para combater má digestão e diabetes melito. Modo de usar: ferver em 400 ml de água 1 colher, das de sopa, da planta picada. Deixar esfriar. Filtrar e tomar 1 ou 2 xícaras ao dia.

Publicidade

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Gripe- Tratamento Natural.

Imagem- fimpro 

Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


9 + cinco =