Remédios Caseiros para Herpes Zoster- Tratamento Natural

Tanto o herpes simples como o zoster são provocados por vírus, mas de diferentes tipos. Ainda se discute qual seria exatamente o agente causador do zoster, mas há fortes suspeitas de que o vírus da varicela, doença infantil, provocaria em adultos o herpes-zoster, também conhecido por zona ou cabreiro. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Herpes Zoster- Tratamento Natural.

Ainda não se sabe como essa doença é transmitida. Verificou-se, entretanto, que os vírus se multiplicam nos gânglios nervosos e nas lesões cutâneas, donde migram através do nervo. Na superfície da pele, surgem erupções parecidas com as do herpes simples, que acompanham o trajeto do nervo, assumindo contorno característico, serpenteante. A palavra herpes, aliás, quer dizer serpente.

O local predileto do zoster é o tronco, podendo surgir entre as costelas, mas pode também aparecer na face, na nuca, nas costas, na região genital e em outras regiões. Quando surge na orelha e em volta dela, podendo também afetar a gengiva e a língua, é geralmente grave a ponto de produzir paralisia facial e transtornos auditivos. Se afetar o ramo oftálmico do nervo trigêmeo, pode até ocasionar cegueira. Felizmente essas formas são raras.

Sintomas

Antes de as lesões estourarem na pele, costumam haver sintomas como: sensação de picado, formigamento ou queimação no local. Podem ocorrer febre, geralmente baixa, aumento dos gânglios próximos, irritabilidade e indisposição geral.

Publicidade
Publicidade

Logo surgem manchas ásperas, avermelhadas, ligeiramente elevadas, ao longo de um ramo nervoso. E interessante observar que essas lesões surgem apenas numa metade do corpo. Não aparecem dos dois lados ao mesmo tempo.

As vezes, surgem manchinhas isoladas, mas que vão crescendo e se juntando num desenho sinuoso, típico, mostrando o trajeto do nervo que está embaixo.

No tronco, é comum que as manchinhas vermelhas comecem a eclodir nas costas, ao lado da coluna vertebral, e se estendam até o outro lado, entre as costelas, até o esterno. Depois de um ou mais dias, brotam bolhas redondas sobre as manchas, que tendem a se juntar umas ás outras.

Em questão de quatro ou cinco dias, essas bolhas rompem-se, e começam a secar. Em lugar delas, formam-se crostas amarelo-escuras. Dentro de mais alguns dias, desaparecem as lesões. Ficam cicatrizes se o local foi atingido em profundidade.

Um dos principais sintomas do herpes-zoster é dor forte e sensação de ardor no local afetado, pois os vírus atacam o nervo.

Complicações

Em alguns casos, felizmente raros, as vesículas poderão conter sangue proveniente de pequenos vasos locais que se rompem, o que caracteriza o herpes zoster hemorrágico. Há também possibilidade de, além de uma pequena hemorragia, haver gangrena, no caso de surgirem ulcerações profundas, instalando-se o herpes-zoster gangrenoso, forma geralmente grave.

As complicações resultam, entre outras coisas, de infecções secundários, micro-organismos que penetram nas lesões e produzem outros tipos de infecção.

Também sérias são as afetações dos nervos faciais, já descritas, que podem produzir problemas oculares e auditivos.

Publicidade
Publicidade

O que provoca o herpes-zoster?

O herpes-zoster, a exemplo da forma simples, costuma surgir como resultado da diminuição global de resistência, ou de episódios de imunodebilidade.

O que pode ocasionar essa queda de resistência? Inúmeros fatores, que vão da tensão nervosa e emocional a inúmeros problemas orgânicos, como diabetes, artrite, traumatismos, leucemia, problemas digestivos etc.

O herpes-zoster, ao contrário da forma simples, não costuma repetir-se. Confere imunidade permanente. No local anteriormente afetado, entretanto, muito tempo depois ainda se podem sentir as dores nevrálgicas.

remedios-caseiros-para-herpes-zoster-tratamento-natural

Tratamento usual

O vírus cumpre o seu ciclo vital, durante o qual não há muito que fazer, a não ser evitar complicações por uma higiene adequada e amenização dos sintomas, geralmente muito dolorosos.

Pomadas à base de xilocaína e outros anestésicos, prescritos pelo médico, podem ser necessários. Soluções anti-sépticas previnem infecções.

Como aumentar a resistência do organismo

A recomendação mais sensata é procurar manter a resistência em alta, como medida preventiva e curativa. Atitude mental otimista, respiração profunda, exercícios convenientemente prescritos, caminhadas, boa alimentação e uso de suplementos alimentares adequados, como levedura de cerveja, broto de alfafa, geléia real e própolis, são os principais conselhos.

A medida que a idade avança, as defesas naturais do corpo se enfraquecem, tornando-se mais comum e grave o aparecimento do herpes-zoster.

Como no herpes simples, recomenda-se evitar pseudo-alimentos, como açúcar, doces, guloseimas, salgadinhos, fast-food, frituras etc. O açúcar em abundância, de modo especial, age como imunodepressor, devendo, portanto, ser evitado a todo custo.

Vitaminas neurotrópicas, como a B, devem ter seu uso reforçado. A levedura de cerveja é notável fonte dessa vitamina. Tomar diariamente duas colheres, das de sopa, do pó, diluído em água, ou de doze a vinte e quatro comprimidos de 500 mg às refeições.

A alimentação saudável, rica em cereais integrais, frutas, hortaliças, amêndoas, lêvedo de cerveja e geléia real, é indicada, após um período de desintoxicação bem conduzida.

Depois de um dia de suco (tomar um copo de suco puro de fruta ou de hortaliças de três em três horas; manter relativo repouso), observar a seguinte

* As dietas terapêuticas naturais são empregadas em clínicas naturistas e por medicinas tradicionais. Adote alimentação saudável, mas não mude radicalmente sua alimentação sem orientação profissional.
Dieta, que pode ser repetida por uns dez dias. Semanalmente devem-se adotar um ou dois dias de jejum de frutas.

Dicas:

• Desjejum: Fruta ou suco de fruta.

• Almoço: começar com um suco verde, que pode ser de dente-de-leão com beterraba, almeirão com couve e agrião. Sempre acrescentar cenoura ao suco. Saladas cruas, contendo brotos e raízes. Em seguida, abóbora cozida, arroz integral, 209 de tofu, brócolis e outros vegetais, grão-de-bico ou feijão (moderadamente). Pode-se, eventualmente, substituir o tofu por ovo caipira.

• Jantar: Frutas picadas com nozes, sementes de girassol ou amêndoas. Pode-se usar um pouco de iogurte natural.

• Lanches: Frutas, se houver fome, ou água-de-coco.

Recomenda-se o uso diário de geleia real pura, pelo menos 2g /dia, e clareia, uma alga, na dose de pelo menos dez comprimidos diários. Fitoterapia Outros métodos

Internamente, recomendam-se dente-de-leão, bardana, chapéu-de-couro, tanchagem, salsaparrilha, mil-homens, que podem ser usados juntos ou separadamente. A dose tradicional é de duas a três xícaras ao dia. Uma colher, das de sopa, das plantas misturadas em 500 ml de água. Ferver e filtrar.

Localmente, indica-se a argila esterilizada, misturada com um pouco de água e extrato de fáfia ou de guaçatonga. Para esterilizar a argila, pode-se fervê-la durante vários minutos em água, como se fosse um mingau. Deiarque aisffle ante.

Para aumentar a resistência do organismo e prevenir o mal, cinesioterapia, com exercícios moderados, respiração profunda, caminhadas, banhos de mar e cachoeira, tratamento em estância hidromineral, banhos frios rápidos seguidos de fricção de toalha seca. Aplicação de argila na região abdominal, duas horas por dia.

Nesse artigo demos dicas de Remédios Caseiros para Herpes Zoster- Tratamento Natural.

Imagem-  greenme

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


dezesseis − seis =