Remédios caseiros para Leucemia- Tratamento Natural

A leucemia é uma doença do sistema produtor de células do sangue (hematopoiético), caracterizada por produção desenfreada e desorganizada de células brancas. Há vários tipos de leucemia, cuja classificação depende de fatores diversos: rapidez do seu desenvolvimento (aguda, subaguda e crônica), contagem de células, tipos de células e grau de maturação das células. Nesse artigo falaremos sobre Remédios caseiros  para Leucemia- Tratamento Natural.

Os vários tipos de leucemia e os seus sintomas

A leucemia aguda apresenta instalação e evolução rápida, e se caracteriza por anemia profunda, hemorragias, tendência a infecções e predominância de células brancas do tipo blasto (imaturas).

São as células brancas que defendem o corpo contra infecções, mas no caso da leucemia aguda, elas são inúteis (por causa de sua imaturidade), e por isso o doente contrai facilmente uma infecção, que pode representar sério risco.

Os glóbulos brancos em excesso invadem os tecidos e provocam mau funcionamento dos órgãos, ocasionando alterações diversas, como insuficiência respiratória.

A leucemia crônica desenvolve-se lentamente, dando ao doente expectativa de vida que pode ir de 1 a 20 anos, ou mais. Instala-se insidiosamente, com poucos sintomas de aviso. Verifica-se a proliferação de células variadas, como
granulócitos, linfócitos ou monócitos. Daí vêm as denominações leucemia granulocítica ou mieloide (predominam os tipos celulares da linhagem granulocítica) e leucemia linfocítica (predominam as células da série linfocítica).

Como começa a leucemia

De modo geral, a leucemia começa com sensação anormal de cansaço, palidez, inchação de gânglios linfáticos, febre, emagrecimento, perda de apetite, hemorragias nas gengivas e constantes infecções. Mas há muitas doenças que surgem de modo semelhante, o que torna necessário proceder a exames especiais (como o leucograma) para descobrir a origem dos sintomas.

Causas

Os cientistas ainda discutem as causas da leucemia. Trata-se de doença do grupo do câncer, podendo ser desencadeada por agentes cancerígenos, como radiação atômica, exposição excessiva a raios X, intoxicação por produtos químicos, como benzol e substâncias químicas presentes nos alimentos. Culpam-se também certos agentes virais.
Os naturopatas entendem que nosso estilo de vida e dieta são os principais culpados pelo surgimento de doenças malignas. O incessante bombardeio de substâncias agressoras sobre um organismo fraco produz desorganização das defesas e proliferações malignas. A Medicina oficial vem aperfeiçoando meios de prolongar a vida e aliviar o desconforto do paciente leucêmico.

A Medicina natural oferece recursos que, sem descartar as providências convencionais, ajudarão de modo notável a melhorar a qualidade de vida do doente.

O tratamento aborda o ser humano em total, e não apenas as células malignas. E preciso desimpedir os canais da vida e restaurar a energia vital remanescente. Isso se consegue mediante um estilo de vida saudável e a reposição de micronutrientes. Em câncer, você encontrará mais informações.

Relação das doenças com a dieta

Os naturopatas explicam, desde remoto passado, que as doenças se originam no intestino. E ali que acontece a absorção dos nutrientes propulsores da vida. E também ali que ocorre a mais intensa “batalha” do corpo contra os agressores alimentícios, fornecidos por nossa dieta de péssima qualidade, imposta pelos hábitos modernos. Essa teoria é, no mínimo, inusitada.

Há alguns anos, o Dr. Kikuo Shishima, da Universidade de Toho (Japão), propôs, com base em seus estudos, que o intestino é também um órgão hematopoiético (formador de sangue). Sua descoberta, que contraria ensinamentos básicos da hematologia, foi de imediato combatida, à semelhança de Willian Harvey, que propôs um modelo então revolucionário para a circulação do sangue, hoje universalmente aceito.

O Dr. Shishima demonstrou, por meio de experimentos bioquímicos, que nutrientes elementares, como ácidos graxas, aminoácidos, carboidratos de cadeia curta, vitaminas, mono e dipeptídios etc., formam arranjos de estruturas complexas nas células da membrana do jejuno e do íleo proximal, dando origem a corpúsculos ainda não bem identificados, que em seguida se converteriam em estruturas semelhantes a células anucleadas.

O glóbulo vermelho é exemplo de célula sem núcleo. De acordo com essa pesquisa, nossa alimentação poderia estar ainda mais estreitamente relacionada à formação de sangue do que se imagina, determinando de perto sua qualidade.

Se esse modelo é real, nosso hábito alimentar deve assumir ainda maior responsabilidade por doenças como a leucemia. Não nos devemos esquecer de que há dezenas de substâncias potencialmente cancerígenas em nossa alimentação.

Uma dieta predominantemente crudista, acompanhada de mastigação completa, bem orientada, vem ajudando pacientes de leucemia.

remedios-caseiros-para-leucemia-tratamento-natural

Alimentos culpados

Segundo os estudiosos do naturismo alimentar, o excesso de açúcar é um dos principais culpados pela desestabilização do metabolismo, pois produz acidificação e perdas minerais, o que ocasionaria perturbações funcionais na produção de elementos figurados do sangue.

Deve-se, portanto, preliminarmente, cortar o açúcar refinado e as massas brancas, substituindo-os por cardápio saudável de frutas frescas e cereais integrais.

Pesquisas mostram que adoçantes amplamente usados (especialmente em produtos da linha diet), como os ciclamatos, são suspeitos.

Entre outros agentes cancerígenos, destaquemos os hormônios xeno bióticos usados para a engorda do gado, como o dietil-estilbestrol (presente em carnes), o sulfito de sódio, os nitratos e os nitritos (salitre) usados para disfarçar a palidez das carnes e dar cor aos embutidos (salsicha, linguiça, presunto, salame, mortadela etc.), o benzopireno, produzido pela ação do calor sobre a gordura animal (churrasco, hambúrguer, carne frita etc.).

A presença de contaminantes radioativos no leite e em seus derivados é outra causa provável de leucemia.
A dieta moderna é culpada pela maioria das doenças que suportamos como inevitáveis e incuráveis. Diz-se que a leucemia não pode ser evitada. Os naturopatas discordam.

Adotando-se dieta saudável, tanto quanto possível, livre de produtos industrializados, carnes e açúcar refinado, será possível, na sua opinião, diminuir o risco não só da leucemia, mas das doenças crônicas e degenerativas de modo geral.

O paciente de leucemia deve observar rigorosamente a orientação médica. Além das recomendações que você encontrará em câncer, indica-se o suco de vegetais, que deve ser tomado diariamente.

Dicas:

• Num dia, tomar, antes do almoço, um copo de suco de cenoura com salsão.

• No outro dia, suco de agrião, couve, aipo, salsa, repolho, chicória, alfafa e hortelã (misturar pelo menos quatro dessas verduras). Ir alternando os sucos. Preferir sempre vegetais sem agrotóxicos. Lavar muito bem as verduras.

• Tomar diariamente clareia, rica em nutrientes (de seis a doze comprimidos de 250 mg).

• Fazer fricções diárias com água fria, seguidas de fricção com toalha seca, pela manhã. Também sugere-se caminhar sobre a grama molhada pelo orvalho, de manhã, respirando-se profundamente. Isso estimula a circulação, e aumento o tônus vital do Para maiores informações, ver cá Os sucos de vegetais, pelo seu valor nutritivo, são considerados reforços imunitários.

Nesse artigo falamos sobre Remédios caseiros  para Leucemia- Tratamento Natural.

Imagem- elblogdelasalud.info

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*