Remédios Caseiros para Lúpus- Tratamento Natural

remedios-caseiros-para-lupus-tratamento-natural

O seu organismo pode, em certas situações, reagir intensamente a substâncias de um alimento de que você particularmente goste. Isso poderá provocar dores ou complicar o quadro. Como saber se isso está acontecendo? Faça uma experiência. Suponhamos que você coma muito queijo. Remova, por uns trinta dias, esse alimento da dieta, e observe os resultados. Se houver melhora dos sintomas, é possível que seu organismo seja sensível à caseína, proteína do queijo, ou a outra substância contida nele. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Lúpus- Tratamento Natural.

Faça este teste com qualquer outro alimento suspeito, como batata, tomate etc. Numa fase seguinte do teste, devolva o alimento à dieta, se se tratar de um produto em princípio saudável, como fruta ou cereal, e observe se os sintomas pioram. No caso específico do queijo, é recomendável evitá-lo.

Dicas:

• Os semi jejuns com sucos de frutas e hortaliças são muito benéficos. Devem, contudo, ser conduzidos por um especialista, pois há inúmeras possibilidades de evolução e manifestação do lúpus.

* Os suplementos nutricionais são úteis em muitos casos, mas a indicação e a dosagem individual devem ser estabelecidas por um profissional especializado. Sugere-se um programa como o seguinte*’, desde que não haja contra-indicação médica:

Publicidade

• Passar alguns dias por semana com a seguinte dieta:

• Meia hora antes da primeira refeição, bebida alcalinizante.

• Desjejum – Frutas. Escolher uma variedade: maçã, ou uva, ou melão, etc. Quantidade suficiente.

• Lanche – Mais frutas ou água-de-coco.

*Almoço – Suco de cenoura com oscilação (um copo), salada de rabanete com broto de alfafa (ou outro broto), abóbora ou arroz integral, vegetais cozidos ao vapor, tofu.

• Lanche – Frutas ou água-de-coco.

*Jantar – Frutas picadas com amêndoas, flocos de cereais, sementes de girassol.

O programa exato de alimentação deverá ser profissionalmente indicado.

Publicidade

• Sugere-se a cura de limão em alguns casos. E preciso, entretanto, considerar individualmente cada caso. E melhor usar água com limão várias vezes ao dia. Não existindo contra-indicação, contudo, sugere-se o seguinte:

O programa de fitoterapia deverá ser estabelecido por um especialista.

• Uma das plantas mais indicadas no tratamento de doenças autoimunes é a alfafa, que fortalece o sistema imunológico. Como preparar: cozinhar, sem deixar ferver, 159 de semente de alfafa (cuidado com sementes tratadas com agrotóxicos) em pouco mais de meio litro de água. Mexer. Escorrer e espremer as sementes. Antes de tomar, diluir essa solução em água, meio a meio. De três a quatro xícaras por dia. Usar, no mínimo, por quinze dias.

• Chás depurativos também são indicados: cavalinho, dente-de-leão, taiuiá, chapéu-de-couro e casca de salgueiro. Costuma-se prepará-los em decoção e tomá-los várias vezes ao dia, em lugar da água. Dosagem usualmente indicada: uma colher das de sopa da planta ou da mistura de plantas para 500 ml de água. Preparar na forma de decoção ou cozimento. De duas a três xícaras diárias.

• O alecrim, utilizado contra inúmeros distúrbios (como dores de cabeça de origem nervosa e pressão alta), é também útil nas desordens autoimunes. Usá-lo externamente, como fomentação, para alívio das dores, e, internamente, tomar o infuso das folhas e das flores, de uma a duas xícaras ao dia. Derramar 300m1 de água fervente sobre uma colher, das de sopa, da

As dietas terapêuticas naturais são empregadas em clínicas naturistas e por medicinas trafldonais. Adote alimentação saudável, mas não mude radicalmente sua alimentação sem orientação profissional.

As plantas aqui citadas são empregadas por clínicas naturistas ou medicinas tradicionais, e as doses são também tradicionais. Lembrete: Não suprimir a orientação médica.

planta verde, ou ferver a planta seca. A propósito, numa publicação de 1550 (antiga como a colonização das Américas!), o Lytel Herbail, lemos o seguinte a respeito dessa erva: “Coloque as flores num pano de linho, fervendo-as em água limpa. Deixe esfriar e beba, pois ela é excelente contra todos os males do organismo.”

• De tempos em tempos, é preciso substituir os chás. Parar de usá-los por um pouco (uma semana), e nesse período de abstinência, ingerir água abundantemente, ou água com limão.

Outros reforços para o sistema de defesa

As enzimas alimentares ajudariam a remover o complexo antígeno-anticorpo do organismo, que tende a se acumular em doenças autoimunes, como o lúpus. Há, no mercado de produtos naturais, produtos contendo enzimas digestivas.

As sementes de mamão são ricas em enzimas: mastigar uma colherinha, de chá, de sementes de mamão, após as refeições. Também constituem fontes naturais de enzimas o pólen (de duas a três colheres, das de chá, ao dia) e o própolis (vinte gotas da solução a 30% por dia, em água).

Um remédio tradicional usado desde longa data para fortalecer o sistema imunitário é o alho. Modo de usar: Um ou dois dentes de alho, esmagados com mel, à noite. Quem não tolera o alho ao natural pode servir-se das cápsulas de alho.

Terapias da água e da argila

São também indicados como auxiliares no tratamento o banho morno de tronco, as fricções com água fria, seguidas de fricção com toalha seca (estimulam a circulação) e a aplicação abdominal diária de argila, por duas horas. A hidromassagem de baixo impado e o banho de imersão em ervas aludam a relaxar, sendo, portanto, indicados.

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Lúpus- Tratamento Natural.

Imagem- dicassobresaude

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*