Remédios Caseiros para Pressão Baixa- Tratamento Natural

“Ultimamente venho me sentindo desanimado, sonolento, às vezes tonta.” reclama paro o médico uma jovem universitário, magro e pálida. No correria entre o trabalho e a faculdade, mal tem tempo de comer. Ao examiná-lo e medir a pressão, o clínico detecta hipotensão arterial, provavelmente ocasionada por tendência constitucional e má nutrição. O uso de algumas vitaminas, a correção do hábito alimentar e os exercícios moderados foram, nesse caso, suficientes para solucionar o problema. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Pressão Baixa- Tratamento Natural.

Que é pressão baixa?

Aproximadamente cada duas ou três pessoas entre dez têm pressão abaixo da média. Mas para afirmar que alguém tem pressão baixa em relação a seu próprio padrão de normalidade biofísica e bioquímica, é preciso considerar certos aspectos clínicos individuais.

Para a média das pessoas, níveis abaixo de 110 por 70 mmHg são indício de baixa pressão arterial. Mas se, digamos, sua pressão é habitualmente essa, ou algo mais baixa, e você se sente bem (não tem sonolência, tontura, indisposição etc.), provavelmente essa é, então, sua pressão normal.

Os adeptos da dieta natural exibem níveis de pressão mais baixos que a média, pois ingerem menos sódio, e são mais magros. Isto é, sem dúvida, bom sinal, pois descarta-se um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares: a pressão alta. Outrossim, tendem, por esse motivo, a viver mais.

Hipotensão arterial secundária

Quando a queda de pressão surge como resultado de doença conhecida, como infecção aguda, insuficiência cardíaca, mal-de-addison, desnutrição, síndrome de Simmonds, hemorragia intensa, trauma, hiperinsulinismo e artrite reumatoide, temos a hipotensão arterial secundária.

Outras causas

Há pessoas particularmente propensas à queda de pressão. Dieta sem sal ou com bem pouco sal, clima quente, mormaço, uso habitual de diuréticos e certos alimentos, como chuchu, pêra, maracujá, alho, melancia ou pepino, podem fazer com que a pressão caia. Indivíduos muito magros (longilíneos astênicos) parecem ter mais propensões à pressão baixa.

Numa dieta de desintoxicação, em que se usam chás diuréticos e dieta rica em potássio, é normal ocorrerem episódios de baixa pressão. Para corrigir

eventuais incômodos dessa natureza, pôr um pouquinho de sal sob a língua, ou acrescentar, às refeições, torradinhas com um pouco mais de sal.

A vida sedentária é fator de desequilíbrio de pressão. Na maioria das vezes, tem a ver com a pressão alta, mas pode favorecer a manifestação esporádica de hipotensão. Nesse caso, a solução é adotar programa moderado e bem orientado de exercícios físicos.

Há também a denominada hipotensão postural, ocasionada por mudança súbita de posição. Por exemplo, ao levantar-se da cama ou da cadeira, ao erguer rapidamente a cabeça, a pessoa pode sentir enjôo, tontura, deturpação da visão, sensação de desmaio (até cair ou desmaiar).

Para evitar a hipotensão postural, comum em idosos, basta mudar lentamente de posição. Se ocorre queda súbita de pressão por esse motivo, com risco de desmaio, basta abaixar a cabeça. Isso às vezes ocorre durante a ginástica, quando não há muita prática ou se muda rapidamente de posição.

remedios-caseiros-para-pressao-baixa-tratamento-natural

Sintomas

Pessoas com pressão baixa sentem-se cansadas, fracas, sonolentas. As vezes, há enjôo e tontura. Muitos sentem-se desanimados, indispostos. As vezes, a visão fica turva, e há sensação de desmaio. Numa tentativa de compensar a diminuição de pressão, o coração bate mais rápido – é a chamada taquicardia.

Em todos os casos, deve-se estudar cuidadosamente a causa. Por que minha pressão é baixa? Não raro, a vida sedentária, a falta de sono e o estresse emocional, somados ao consumo excessivo de açúcar e salgadinhos, podem ser fatores de desequilíbrio de pressão, que oscila anormalmente para cima e para baixo.

Ensinamento dos Naturistas 

Os naturistas ensinam que o costume de usar muito sal para corrigir a pressão baixa é pernicioso. Isso aprofunda o desequilíbrio desencadeador de quedas de pressão, e pode, na opinião de alguns estudiosos, “viciar” o organismo no sal, trazendo sérias conseqüências, particularmente para os rins, além de não solucionar o problema.

Não obstante, para quem é acostumado a usar bem pouco sal, ou exerce atividades braçais, suando copiosamente, aumentar discretamente o consumo de sal (sal marinho, natural) é boa recomendação.

Muitas vezes, a pressão baixa é resultado de estilo de vida e dieta destruidores de nutrientes. Instala-se má nutrição sutil, dificilmente associada à dieta regular, aparentemente “nutritiva”.

Nesses casos, é preciso desintoxicar, e, depois, complementar a dieta com certas vitaminas e minerais. Mas a desintoxicação deve ser mais branda, para evitar episódios agudos de hipotensão. Sugere-se substituir uma refeição diária por frutas e torradas (por exemplo, maçã, mamão, sementes de girassol e torradas com tofu, ou pêssego e torradas com tofu; comer primeiro as frutas).

Dicas:

Devem-se evitar pera, melancia, uva, alho, pepino, chuchu e maracujá que, depois de algum tempo, poderão ser introduzidos normalmente. Depois de alguns dias de dieta, devem-se acrescentar quatro ou cinco amêndoas em cada refeição.

Depois de sete dias, de doze a quinze comprimidos diários de lêvedo de cerveja, um ovo caipira cozido dia sim, dia não, um pouco de gersal (gergelim com sal) e 39 diários de geleia real pura.

A falta de vitaminas do complexo B (particularmente ácido pantotênico), vitamina C e proteínas é apontada como causa de pressão baixa.

O simples acréscimo de uns seis a doze comprimidos diários de 500 mg de levedura de cerveja, tofu, amêndoas (ou nozes), ovo cozido (ou ricota), missô, gersal e cítricos (suco de laranja) ajudará em muitos casos.

Se você tem dificuldade de digerir proteínas, convém usar enzimas digestivas naturais juntamente com as refeições proteicas.

Exercícios Físicos

O exercício físico pode ser, em alguns casos, o único meio de restaurar o equilíbrio da pressão arterial. Realizar exercícios moderados, como caminhar com regularidade.

Começar com pequenas distâncias. Ao levantar a cabeça ou mudar de posição, fazê-lo devagar. Observar, para os exercícios, orientação médica.

Para corrigir a queda súbita de pressão, com tontura, abaixar a cabeça. Se a pressão está baixa, pôr um pouquinho de sal (de preferência sal marinho, natural) sob a língua, ou comer algumas azeitonas.

A Medicina oriental recomenda a ameixa salgada “umeboshi” para elevar a pressão arterial. Usá-la juntamente com uma refeição, como o almoço.

O chá misto de dente-de-leão, alfafa e folhas de chicória, com uma pitadinha de sal marinho, é indicado pelos manuais de fitoterapia no tratamento da pressão baixa.

Tomar de duas a três xícaras ao dia (duas colheres, das de sopa, para 500 ml de água; ferver e filtrar), vagarosamente. Recomenda-se também o ginseng coreano (observar orientação profissional).

Hidroterapia

A hidroterapia é muito para estimular a circulação e a pressão arterial. No caso da pressão baixa, rápida de água fria, segui de fricção com bucha natural, Antes da ducha fria, é recomendável que o corpo esteja quente, como depois de uma caminhada.

Nesse artigo falamos sobre Remédios Caseiros para Pressão Baixa- Tratamento Natural.

Imagem- blogdamimis

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*