Derrame Articular – O que é, Sintomas e como Evitar?

O derrame articular consiste no aumento do líquido existente no interior das articulações. Este líquido excessivo geralmente contém líquido sinovial (próprio e natural da articulação) com um pouco de sangue.

Esse tipo de derrame é bastante comum nos joelhos, quadril e cotovelos, ou seja, nas principais articulações do corpo.

derrame articular

Quais os sintomas comuns do derrame articular?

De maneira geral, os principais sintomas que indicam ocorrência de derrames nas articulações, são:

  • Forte dor na articulação atingida;
  • Inchaço na mesma região da dor;
  • Significativa dificuldade para movimentar-se.

Quais as causas desse derrame?

As principais causas relacionadas a este derrame são:

  • Fortes pancadas na articulação (provocadas por quedas, torções etc);
  • Ocorrência de sinovite (inflamação de uma membrana sinovial);
  • Doenças como artrite, gota ou artrose;
  • Episódios de infecção intestinal;
  • Ocorrência de gonorreia (doença sexualmente transmissível).

Como é possível perceber, as pessoas mais suscetíveis a este tipo de derrame são os atletas e indivíduos que sofrem de uma das doenças mencionadas acima.

Dessa forma, para evitar o derrame articular (no caso de atletas e pessoas que praticam atividade física com frequência) se faz necessário constante acompanhamento de fisioterapeutas.

Com relação às demais causas, é indispensável consultar um médico para que as doenças citadas acima sejam diagnosticadas o quanto antes, evitando complicações e iniciando o tratamento mais adequado.

Quais os tratamentos recomendados para este derrame?

De maneira geral, os tratamentos para o derrame articular envolvem:

  • Sessões de fisioterapia com exercícios localizados na área atingida;
  • Os casos mais graves da doença exigem um procedimento específico para retirada do líquido em excesso, sendo que este procedimento deverá ser feito exclusivamente em clínicas ou hospitais com profissionais especializados.

Outras dicas de como evitar derrame articular

Para evitar a ocorrência deste derrame e sobretudo complicações oriundas de doenças articulares, é indispensável ingerir determinados alimentos que favorecem a saúde articular, entre eles:

  • Carne vermelha (sem excesso de gordura);
  • Ovo;
  • Frango;
  • Peixes (especialmente salmão, sardinha e atum);
  • Frutas ricas em vitamina C (laranja, abacaxi, acerola, caju, limão, morango, kiwi etc);
  • Folhas verde escuras (rúcula, espinafre, couve manteiga, almeirão etc);
  • Oleaginosas (castanhas, avelã, amêndoas, nozes etc);
  • Grãos (feijão, lentilha, grão de bico etc).

Além disso, é indispensável ingerir pelo menos 2 litros de água por dia, mantendo o corpo bem hidratado e evitar bebidas como café e refrigerantes, já que eles prejudicam a saúde óssea.

No caso de pessoas que sofrem de problemas como artrite, gota ou outras doenças de origem reumática, é necessário fazer acompanhamento médico regular e uso de medicamentos que combatam o grave processo inflamatório típico dessas doenças.

Qual o melhor momento de procurar um médico?

Ao mínimo sinal de dores, inchaço ou demais incômodos nas articulações, é indispensável recorrer à orientação médica, no caso um ortopedista ou reumatologista.

Por meio de exames clínicos, laboratoriais e de imagem, será possível chegar a um diagnóstico preciso que estabeleça o melhor tratamento o quanto antes.

Identificar um derrame articular com a maior brevidade possível é fundamental para evitar procedimentos invasivos, garantindo a preservação das articulações.

Imagem: tuasaude.com

 

 

 

 


dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Leia também:




Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*