Dores no Joelho, veja como tratar e cuidar

O joelho se flexiona e se estende, mas tem pouca rotação lateral. Os ossos superiores e inferiores da perna atuam como alavancas longas sobre a articulação, aumentando o seu poder e sua força.

Uma pequena troca nas alavancas é amplificada muitas vezes no joelho. Nesse artigo falaremos sobre Dores no Joelho e veja como tratar e cuidar.

Este complicado desenho pode causar problemas, especialmente para a rótula, o que se traduz como 20 por cento de todas as dores no joelho, dizem os especialistas em joelhos.

O funcionamento apropriado da joelho e da rótula não depende da alinhamento dos mesmos ossos, se não do alinhamento das estruturas que os rodeiam.

Publicidade

Pense na rótula como uma marionete controlada por “cordas”—músculos, tendões, e ligamentos. sempre que as cordas puxem de forma adequada e exata, a rótula se move para frente e para trás de forma uniforme em seu encaixe.

Mas se uma corda puxa com muita força ou sem a força suficiente, empurra a rótula fora de seu encaixe e ela já não pode deslizar facilmente contra o fêmur, o que pode causar dor e inclusive pode danificar a rótula.

Mesmo que os problemas nos joelhos podem ser resultados de traumas devido a caídas, acidentes de automóvel, e lesões atléticas ou de doenças como artrite, a imensa maioria dos problemas são causados por exercer demasiada tensão sobre o joelho.

Quando não há nenhuma lesão aguda, a maioria das dores de joelho acontecem por fazer demasiado, muito rápido ou de colocar o tipo incorreto de força sobre o joelho.

Frequentemente, a pessoa que começa um programa de correr desenvolve problemas no joelho logo cedo. Eles não percebem que estão submetendo seus joelhos a quatro ou cinco vezes seu peso corporal com cada passo que dão correndo.

Dores no Joelho, veja como tratar e cuidar

Frequentemente, o desequilíbrio muscular, no qual um músculo ou grupo de músculos é mais forte que outro, causa problemas nos joelhos.

Em outros casos, a falta de flexibilidade pode contribuir para a dor ou a lesão no joelho.Os joelhos necessitam tanto força como flexibilidade.

As pessoas frequentemente se concentram nos quadríceps os músculos da frente da coxa e se esquece dos ligamentos do tendão do jarrete músculos na parte traseira da coxa, mas ambos os grupos de músculos necessitam ser flexíveis e fortes para evitar problemas nos joelhos.

Publicidade

Mesmo que descansar é importante quando se lesiona os joelhos, demasiado descanso pode contribuir a problemas neles.

Se você tem dor no joelho, a tendência é deixar de usá-lo e deixar de fazer exercício. A falta de uso pode fazer com que se debilitem os músculos que rodeiam o joelho e fazer com que o joelho perca a estabilidade. Os exercícios suaves podem romper este ciclo.

Os exercícios podem corrigir os desequilíbrios, aumentar a flexibilidade, e evitar muitas lesões. No entanto, nem todos os exercícios são saudáveis para o joelho.

Recomenda-se que evite carregar o joelho com peso quando estiver completamente flexionado, em uma posição de 90 graus (como quando está sentado), especialmente se tiver dor na rótula.

A única vez em que você deve ter seu joelho com este ângulo de 90 graus, é quando esteja levantando de uma cadeira.

Para ter joelhos fortes e flexíveis, trate de fazer estes exercícios de forma regular:

Estire os ligamentos do tendão do jarrete

Deite-se de costas, levante a perna direita, e segure até perto da coxa com suas mãos. Estire suavemente e lentamente a joelho até que sinta um estiramento na parte traseira da coxa.

Mantenha o estiramento por 10 a 20 segundos. Repita de três a cinco vezes com cada perna.

Você também pode fazer de este estiramento dos ligamentos do tendão do jarrete, com a perna em uma cadeira.

Incline-se lentamente para frente, dobre-se para abaixo até que sinta um estiramento na parte traseira da coxa. Mantenha de 10 a 20 segundos.

Estirar os ligamentos é importante para as Dores no Joelho, assim, ajudando tratar e cuidar.

Estiramento dos quadríceps

Coloque-se de pé com a mão direita no encosto de uma cadeira. Com a mão esquerda, coloque seu calcanhar esquerdo até sua nádega esquerda e aponte com seu joelho esquerdo até o chão, até que sinta um estiramento na frente da coxa.

Segure de 10 a 20 segundos. Repita o exercício usando a mão direita e a perna direita.

Se não pode alcançar o calcanhar, enrole uma toalha ao redor de seu pé para puxar a perna para trás, ou faça o exercício deitado sobre seu estômago em uma cama ou no chão.

Estiramento da barriga da perna

Coloque-se de pé a uma distância de 60 a 90 centímetros de uma parede e empurre o pé direito para frente.

Mantenha estendida a perna esquerda, com o calcanhar no chão e os dedos do pé apontados para frente; mantenha a perna direita ligeiramente dobrada.

Apoie-se na parede, segurando-se com as dos mãos na parede, até que sinta um estiramento na barriga da perna esquerda. Mantenha de 10 a 20 segundos. Repita com a perna esquerda dobrada e a perna direita estendida.

 Evite as atividades que maltratem os joelhos

As flexões pronunciadas do joelho podem se sentir saudáveis, mas são demasiado severas para os joelhos.

As flexões de joelho colocam demasiada pressão neles. Eu digo as pessoas que eliminem de sua rotina os exercícios de ficar de cócoras e de flexionar pronunciadamente os joelhos, que evitem ficar de joelhos sempre que seja possível, especialmente em superfícies duras.

Fortificador do extensor do quadril

Este exercício fortalece os músculos da parte traseira do quadril. Deite-se sobre seu estômago, coloque tensos os músculos da frente de sua coxa direita, em seguida levante a perna direita de 20,3 a 25,4 centímetros do chão, mantendo o joelho travado.

Segure de 5 a 10 segundos. Repita dez vezes. Em seguida repita com o lado oposto.

Fortificador da parte exterior do quadril

Este exercício fortalece os músculos da parte exterior da coxa. Deite-se sobre seu lado esquerdo, coloque tenso o músculo da frente de sua coxa direita, em seguida levante a perna direita de 20,3 a 25,4 centímetros do chão.

Segure de 5 a 10 segundos. Repita dez vezes. Troque de perna e repita dez vezes.

dores-no-joelho-veja-como-tratar-e-cuidar

 

Fortificador da parte interior do quadril

Este exercício fortalece os músculos da parte interior da coxa. Deite-se sobre seu lado esquerdo, sustentando a cabeça com a mão esquerda e cruzando a perna direita em frente de sua perna esquerda.

Coloque tenso o músculo da frente de sua coxa esquerda, em seguida levante a perna esquerda de 20,3 a 25,4 centímetros do chão. Segure de 5 a 10 segundos. Repita dez vezes. Troque de perna e repita dez vezes.

Fortificador do quadríceps

Deite-se de costas com a perna direita estendida e a perna esquerda dobrada no joelho. Coloque tensos os músculos da frente de sua coxa direita, em seguida levante a perna direita de 20,3 a 25,4 centímetros do chão, mantendo travado o joelho.

Segure de 5 a 10 segundos. Repita dez vezes. Em seguida troque de perna e repita dez vezes.

A uma das causas mais comuns de dor, entre seus pacientes, é o levantamento de peso. A pessoa pode literalmente desgastar os joelhos ao levantar demasiado peso e ao colocar o joelho em todos seus movimentos.

Há forças tremendas no joelho na posição totalmente flexionada.

A recomendação aos levantadores de peso é a seguinte: Nunca flexionem totalmente o joelho, e mantenham no mínimo a quantidade de peso que exige que seus joelhos levantem.

Se você está trabalhando no jardim ou realizando alguma outra atividade em que necessita estar de joelhos, use joelheiras de espuma para ajoelhar-se e que dê a seus joelhos frequentes períodos de descanso.

Não “relaxe” uma dor no joelho

Muitas pessoas, especialmente os atletas acreditam que é melhor “deixar de lado” uma dor de joelho. No entanto, podem estar fazendo mais dano que benefício.

A dor é um indicador de que algo está mal. Se você está sentindo dor, pode ter problemas biomecânicos como prolação excessiva, ou pode estar exercitando-se demasiado, ou exercitando-se mal, ou usando o calçado inadequado.

Se tudo está bem, você não sente dor no corpo. O corpo está enviando um sinal quando está dolorido. Não continue. Deixe de colocar pressão na parte que dói. O corpo se cura a si mesmo com descanso.

Troque superfícies

Foi campeão nacional de corridas universitárias, diz que correr na superfície inadequada pode causar problemas nos joelhos. As estradas são “oblíquas” ou seja tem uma inclinação a partir do centro.

Os corredores que somente correm de um lado da estrada frequentemente colocam demasiada pressão nos joelhos.

Recomenda-se correr ou caminhar na parte mais plana da estrada. Troque com frequência de lado da estrada se não há perigo de fazê-lo.

Também as superfícies duras como de concreto ou de asfalto podem aumentar ou maltratar os joelhos.

Recomenda-se correr ou caminhar numa superfície suave. No entanto, tenha cuidado com a areia que esteja muito suave, já que pode colocar pressão nos joelhos.

Correr ou caminhar numa ladeira também pode causar problemas no joelho. A tendência natural é “frear” com os joelhos quando se vai descendo, isto pode colocar demasiada pressão.

Vá mais devagar, sempre que seja possível, desça as ladeiras de forma atravessada. Se já está tendo problemas nos joelhos, evite correr nas ladeiras.

Misture os exercícios

Vem havendo um aumento nos problemas dos joelhos com atividades como os exercícios aeróbicos com degrau.

Sempre que você coloca demasiada pressão no joelho com demasiados exercícios de colocar-se de cócoras ou de subir degraus, o joelho se torna vulnerável.

Recomenda-se o “treinamento cruzado”, ou seja fazer uma variedade de atividades físicas ao invés de somente uma ou duas. Qualquer rotina repetitiva fortalece músculos específicos.

O treinamento cruzado ajuda a equilibrar os desequilíbrios causados por exercitar somente grupos de músculos particulares. Ajuda a equilibrar a pressão e o esforço daninho causado pelas atividades repetitivas.

Ele sugere que você pode combinar correr ou caminhar com andar de bicicleta, nadar, dançar, fazer exercícios aeróbicos, levantar pesos, ou qualquer outra atividade que você goste.

Que se você escolhe ciclismo como uma de suas atividades de treinamento cruzado, certifique-se de levantar o assento de forma que a perna esteja quase totalmente estendida quando pedala para baixo, para evitar forçar o joelho.

Descanse, gelo, compressão, e elevação

Bom, a pesar de todos os bons conselhos, você se excedeu e lhe dói o joelho.

O que tem que fazer agora é dar um descanso, colocar gelo e compressão, e elevar sua perna. Tire o peso do joelho.

Durante as primeiras 24 a 48 horas, use uma compressa de gelo (coloque 20 minutos, tire 20 minutos) para reduzir a inchação.

Envolva o joelho (não demasiado apertado) com uma venda elástica para reduzir a inchação, e mantenha o joelho elevado.

Seguir estas dicas pode ser importante para as Dores no Joelho, assim, ajudando a tratar e cuidar.

Tome anti-inflamatórios

A aspirina e o ibuprofeno podem reduzir a dor, a inflamação e a inchação. No entanto, não use anti-inflamatórios se tem úlcera, uma doença que sangra, ou um estômago sensível.

Pior que um joelho dolorido, é um joelho dolorido e uma úlcera sangrando.

O acetaminofen pode ajudar com a dor e é mais suave no estômago, mas não ajuda muito com a inflamação.

Evite aquecer

O gelo evita a acumulação de líquidos, mas o calor os pode estimular. Durante as primeiras 48 a 72 horas depois de uma lesão no joelho, evite os banhos quentes de banheira ou as compressas quentes.

Faça uma massagem

Mesmo que a massagem não afeta a estrutura óssea do joelho, aumenta a circulação e pode amolecer os tendões do tendão do jarrete ou das outras estruturas que estão ao redor do joelho.

Se já tem dor no joelho, visite a um massagista profissional ou a um fisioterapeuta, não simplesmente a um amigo, para que lhe dê uma massagem profissional.

Nesse artigo falamos sobre Dores no Joelho e como tratar e cuidar.

Imagem- hfs-clinics.co.uk

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*