Fluconazol Faz Mal? Funciona para Candidíase? Efeitos Colaterais

Saber se o Fluconazol faz mal ou não é o desejo de muitas pessoas que desejam iniciar um tratamento médico, mas que desejam prevenir a ocorrência dos efeitos colaterais. Para saber para quais casos esse medicamento é indicado, se ele prejudica a saúde e também obter dicas preciosas quanto a tratamentos naturais, confira nosso artigo.

 

Fluconazol faz mal

 

Fluconazol faz mal ou bem para a saúde?

Esse medicamento é indicado para o tratamento de várias doenças e desconfortos provocados principalmente por fungos, tais como:

  • Micoses nas unhas (das mãos e dos pés);
  • Frieiras;
  • Micoses localizadas na região da virilha;
  • Candidíase vaginal;
  • Candidíase peniana;
  • Candidíase de esôfago;
  • Candidíase oral;
  • Candidíase sistêmica;
  • Pitiríase versicolor (mais conhecida como pano branco);
  • Criptococose (enfermidade infecciosa que afeta o sistema respiratório e sistema nervoso central);
  • Blastomicose (enfermidade que afeta os pulmões);
  • Coccidioidomicose (doença infecciosa provocada por fungo).

Por se tratar de um potente antifúngico, é possível dizer que em um primeiro momento e para um tratamento mais rápido, esse medicamento é benéfico para a saúde, eliminando a causa das infecções mencionadas acima, ou seja, os fungos. Entretanto, como a maioria dos remédios tradicionais, incluindo os antifúngicos, o Fluconazol faz mal por apresentar alguns efeitos colaterais que podem ser prejudiciais à saúde e causar reações indesejadas.


 

Por que o Fluconazol faz mal? Quais são os efeitos colaterais?

Ainda que a ciência disponibilize inúmeros recursos por meio dos medicamentos fabricados em laboratórios, é quase inevitável que o uso deles provoque determinados efeitos colaterais que variam de acordo com as características de cada organismo. Os possíveis efeitos colaterais apresentados pelo Fluconazol são:

  • Dores na região do abdômen;
  • Náuseas e/ou vômitos;
  • Desconforto gastrintestinal;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Alterações quanto ao funcionamento do fígado (podendo causar o acúmulo de toxinas nesse órgão);
  • Reações dermatológicas (são mais comuns nos indivíduos que possuem o vírus HIV);
  • Pacientes com ocorrência atual ou anterior de problemas renais ou no fígado necessitam mencionar essa condição ao médico;
  • No caso de superdosagem desse medicamento, é possível observar sintomas como alucinações, comportamento paranoico e distúrbios psiquiátricos.

Exatamente por esse motivo, é necessário seguir à risca o tratamento prescrito pelo médico de acordo com a necessidade de cada paciente. Caso um ou mais dos efeitos colaterais apontados acima sejam observados, é preciso informar o médico responsável pelo tratamento imediatamente.

 

Quais são as melhores alternativas naturais?

 

Fluconazol faz mal

 

Além de saber se o Fluconazol faz mal e verificar todos os cuidados necessários ao ingerir esse medicamento, é importante que os pacientes conheçam algumas alternativas naturais quanto ao tratamento preventivo e complementar das doenças tratadas pelo Fluconazol. 

É importante frisar que essas alternativas naturais não devem substituir o tratamento convencional prescrito pelo médico. Elas servem como medidas preventivas e também complementam o tratamento realizado. E quais são essas alternativas naturais?

 

Fortalecer o sistema imunológico

Para prevenir e ajudar a combater todas as doenças causadas por fungos, já sabendo que o Fluconazol faz mal até certo ponto, a estratégia número um é fortalecer as defesas imunológicas. Com isso, naturalmente o organismo fica muito mais resistente à ação dos perigosos fungos, vírus, bactérias e parasitas responsáveis por causar diversas enfermidades.


Portanto, além de saber por que o Fluconazol faz mal, o primeiro passo é adotar uma alimentação rica em itens que aumentem a imunidade. Os alimentos mais indicados são:

  • Gengibre;
  • Limão;
  • Açaí;
  • Alho;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma);
  • Salsinha;
  • Abacaxi;
  • Kefir;
  • Iogurte natural;
  • Espinafre;
  • Alecrim;
  • Sálvia;
  • Louro;
  • Uva;
  • Maçã;
  • Coco e seus derivados (leite, água e óleo);
  • Manga;
  • Rúcula;
  • Manjericão;
  • Beterraba;
  • Abóbora;
  • Brócolis;
  • Tomate;
  • Laranja;
  • Agrião;
  • Couve-manteiga;
  • Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas etc.);
  • Cogumelos;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Arroz e pão integral;
  • Peixes (especialmente sardinha e salmão);
  • Ovos;
  • Mirtilo;
  • Acerola;
  • Kiwi;
  • Morango;
  • Lichia;
  • Chia;
  • Linhaça;
  • Feijão;
  • Lentilha;
  • Grão de bico.

Além de consumir esses alimentos no dia a dia, para quem deseja ter um sistema imunológico forte é indispensável reduzir drasticamente o consumo de bebidas alcoólicas, abandonar o vício do cigarro e diminuir a ingestão de açúcar e gordura – os grandes vilões da saúde.

 

Uso de suplementos vitamínicos

Em inúmeras ocasiões a queda das defesas imunológicas está associada a alguma deficiência do organismo no que se refere à concentração de minerais e vitaminas essenciais para a saúde . Por esse motivo, mais que saber se o Fluconazol faz mal, quem deseja ter um sistema imune saudável precisa realizar exames médicos laboratoriais prescritos pelo médico com a finalidade de identificar essas deficiências.

Caso seja constatado que o organismo apresenta alguma carência nutricional, o médico ou nutricionista poderá prescrever o uso de suplementos, que consiste na forma mais rápida e saudável de corrigir essas alterações. É importante frisar que entre as vitaminas, uma das que merecem maior atenção é a vitamina D, já que quando em falta no organismo, ela prejudica bastante as defesas imunológicas.

 

Tratamento natural de micoses

Especificamente para o tratamento natural de micoses que afetam as unhas, as seguintes alternativas naturais apresentam excelentes resultados:

  • Alho amassado;
  • Vinagre de maçã;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Óleo de melaleuca;
  • Suco de limão;
  • Azeite de oliva extravirgem.

Tratamento natural para frieiras

As alternativas naturais para o tratamento das frieiras consistem em:

  • Banhos na região afetada com infusão de alecrim;
  • Aplicação de alho amassado;
  • Uso do óleo de amêndoas;
  • Banhos na região afetada com infusão de arruda;
  • Banhos na região afetada com bicarbonato de sódio;
  • Banhos na região afetada com sal grosso e infusão de camomila seca.

Tratamento natural de candidíase vaginal

Os tratamentos naturais mais indicados para a candidíase vaginal são:


  • Banho de assento com infusão de camomila seca;
  • Banho de assento com água morna e bicarbonato de sódio;
  • Banho de assento com água morna e vinagre de maçã;
  • Aplicação de óleo de coco na área afetada.

Obs.: nos casos dos demais tipos de candidíase e doenças, embora seja constatado que o Fluconazol faz mal (em virtude dos possíveis efeitos colaterais), não há possibilidades de tratamentos naturais eficazes, sendo recomendado recorrer apenas ao medicamento convencional prescrito pelo médico.

Mesmo sabendo que o Fluconazol faz mal para a saúde, provocando alguns efeitos colaterais durante o tratamento, a partir do momento que esse medicamento é prescrito pelo médico, é necessário seguir à risca o tratamento, evitando o agravamento das doenças.

Imagens: everyday.com.kh / emagrecepinda.com.br