Meloxicam Faz Mal? Efeitos Colaterais para Artrite e Dor nos Ossos

Saber se o Meloxicam faz mal ou não é essencial antes de iniciar o tratamento com esse medicamento, estando ciente de todos os efeitos colaterais que ele pode causar. Para saber todos os detalhes quanto ao Meloxicam assim como as melhores alternativas naturais de tratamento, confira abaixo.

Meloxicam faz mal

Para que o Meloxicam é indicado?

Por se tratar de um medicamento com efeito anti-inflamatório, o Meloxicam é indicado para o tratamento de:

– Artrite reumatoide;
– Osteoartrite;
– Doenças articulares em geral;
– Dores e inchaço nas articulações decorrentes de inflamações;
– Febre ocasionada por processos inflamatórios.

Meloxicam faz mal? Efeitos Colaterais e Riscos

Para entender porque o Meloxicam faz mal é necessário saber quais são os possíveis efeitos colaterais que ele pode provocar. Com relação a esse medicamento, tais efeitos podem ser divididos em:

Publicidade

Comuns (ocorrem entre 1 e 10% dos indivíduos que utilizam esse medicamento)

– Dor de cabeça;
– Desconfortos digestivos;
– Dores no abdômen;
– Diarreia;
– Náuseas;
– Vômito.

Incomuns (ocorrem entre 0,1 e 1% dos indivíduos que usam esse medicamento)

– Vertigem;
– Reações alérgicas;
– Aumento do risco de anemia;
– Alterações visuais (sensação de rotação);
– Rosto avermelhado;
– Sono excessivo;
– Aumento da pressão arterial;
– Dores estomacais;
– Gastrite;
– Queimação;
– Azia;
– Sangramento no sistema digestivo;
– Prisão de ventre;
– Estomatite;
– Dificuldades para urinar;
– Alterações no processo de ovulação;
– Alterações nas funções do fígado e dos rins.

Reações raras (ocorrem entre 0,01 e 0,1% dos indivíduos que usam esse medicamento)

– Alterações de humor;
– Diminuição das plaquetas e glóbulos brancos;
– Zumbido nos ouvidos;
– Visão embaçada;
– Palpitações cardíacas;
– Conjuntivite (inflamações nos olhos);
– Úlceras estomacais;
– Aumento do risco quanto a crises de asma;
– Colite (inflamação intestinal);
– Febre;
– Mal-estar;
– Urticária;
– Esofagite (inflamação no esôfago).

Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,o1% dos indivíduos que usam esse medicamento)

– Aumento do risco de hepatite (inflamação no fígado);
– Problemas quanto ao funcionamento dos rins;
– Ulcerações e/ou bolhas na pele;
– Perfurações de úlceras.

Reações com frequência desconhecida

– Dificuldades para engravidar;
– Aumento da sensibilidade à luz;
– Confusão mental;
– Reações anafiláticas (alérgicas).

Publicidade

Melhores alternativas naturais de tratamento

Meloxicam faz mal

Após compreender exatamente porque o Meloxicam faz mal, é importante conhecer as alternativas naturais mais indicadas quanto ao tratamento complementar das doenças tratadas por esse medicamento.

Tratamentos naturais para doenças reumáticas

– Chá de açafrão-da-terra;
Chá de alecrim;
– Chá de cavalinha;
– Chá de bardana;
– Chá de erva-doce;
– Chá de malva;
– Chá de alcaçuz;
– Chá de sálvia;
– Suco de abacaxi com hortelã;
– Chá de gengibre;
– Suco de cereja;
– Suco de abacaxi com gengibre;
– Suco de melancia com morango.

Quais os alimentos mais indicados para tratar artrite reumatoide?

Além de saber que o Meloxicam faz mal e conhecer as alternativas de tratamentos naturais mencionadas acima, é importante cuidar da alimentação, priorizando itens que auxiliem no alívio dos sintomas. Os alimentos indicados são:

– Peixes (sardinha, salmão, atum, tilápia, anchova, arenque, cavalinha e bacalhau);
– Semente de linhaça;
– Semente de chia;
– Nozes;
– Castanha-do-pará;
– Castanha-de-caju;
– Amendoim;
– Cebola;
– Alho;
– Acerola;
– Abacaxi;
– Laranja;
– Melancia;
– Cereja;
– Romã;
– Goiaba;
– Morango.

Outras alternativas naturais para tratar artrite reumatoide

Além de entender porque o Meloxicam faz mal e cuidar da alimentação, algumas alternativas para tratamento natural da artrite reumatoide são:

Sessões de fisioterapia

As sessões de fisioterapia são imprescindíveis no caso de pessoas que sofrem de artrite reumatoide. Por meio de exercícios simples é possível obter grande alívio dos sintomas, sendo que esses exercícios também podem ser realizados em casa, aumentando a qualidade de vida do paciente.

Acupuntura

A acupuntura consiste numa técnica oriental que tem por objetivo provocar um efeito anestésico em determinados pontos do corpo, reduzindo dores e demais sintomas relacionados à artrite reumatoide.

Massagens terapêuticas

A realização de massagens terapêuticas é outra excelente alternativa para as pessoas que já sabem que o Meloxicam faz mal e desejam diminuir os efeitos colaterais do medicamento. Essas massagens aliviam a dor, reduzem o inchaço e ainda contribuem para a força e flexibilidade muscular.

Reiki

Trata-se de uma técnica oriental bastante utilizada no ocidente onde, por meio da imposição de mãos, são equilibrados todos os centros de força do corpo. Esse equilíbrio naturalmente contribui para reduzir dores e inchaços, funcionando como um excelente tratamento complementar da artrite reumatoide e demais doenças relacionadas às articulações.

Aulas de Yôga

As aulas de yôga são de grande ajuda para amenizar os sintomas de doenças reumáticas, já que elas contribuem para o aumento da força e flexibilidade muscular. Além disso, graças à sensação de bem-estar provocada pela prática de yôga, é possível liberar uma série de hormônios benéficos ao organismo, aumentando as defesas imunológicas.

Ter uma atividade física

Além de saber que o Meloxicam faz mal, as pessoas que sofrem de artrite reumatoide precisam estar atentas ao peso, já que o aumento dele faz com que ocorra o agravamento dos sintomas. E para chegar a esse equilíbrio, nada melhor que praticar uma atividade física de forma regular. Vale ressaltar que no caso de pessoas que sofrem desse tipo de problema, essa atividade deve ser autorizada pelo médico.

Beber 2 litros de água por dia

Embora essa recomendação seja simples, ela é essencial para tratar artrite reumatoide e demais doenças inflamatórias de forma natural. A água é fundamental para combater os processos inflamatórios no organismo. Além disso, pelo fato de ela hidratar o corpo, automaticamente os músculos e estrutura óssea são beneficiados.

Evitar açúcar e alimentos gordurosos

O excesso de açúcar e gordura são inimigos declarados de quem sofre de artrite reumatoide. Assim, além de saber que o Meloxicam faz mal, é primordial reduzir drasticamente o consumo dessas duas substâncias. Entre os principais alimentos a serem evitados, estão:

– Frituras em geral;
– Alimentos processados (bacon, mortadela, presunto, salame, salsicha etc.);
– Macarrão instantâneo;
– Sucos de caixinha;
– Arroz branco (o ideal é substituir pelo integral);
– Pão branco (é indicado substituir pelo pão integral ou tapioca);
– Refrigerantes;
– Sucos em pó;
– Carnes gordas;
– Molhos gordurosos;
– Biscoitos recheados;
– Doces que contenham grande quantidade de açúcar, leite condensado ou farinha branca.

Com todas essas informações explicando porque o Meloxicam faz mal e também apontando as alternativas naturais de tratamento, fica claro que, além de seguir a prescrição médica, é possível adotar uma série de outros tratamentos para alívio dos terríveis desconfortos causados pelas doenças reumáticas.

Imagens: muitobomessecafe.blogspot.com.br / dicasdemulher.com.br

Publicidade

Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


19 − doze =