O que é e quais as causas do Estresse- Como evitar.

Estresse -forma aportuguesada de stress – designa o estado psicofísico resultante de excessiva exposição a certos estímulos mentais, ambientais e/ou sociais, e se revela por sinais como:

tensão nervosa e muscular, cefalalgia, fadiga, desânimo, dores pelo corpo, dificuldade de concentração, lapsos de memória.

O estresse agudo ou tensão produz mãos frias e úmidas, respiração curta e rápida, e suor excessivo nas axilas. Nesse artigo falaremos O que é e quais as causas do Estresse- Como evitar.

Há várias modalidades de estresse, como físico, mental, emocional e oxidativo, que geralmente se manifestam combinados.

Publicidade

Em níveis adequados, o estresse pode ser até benéfico, pois estimula nossos mecanismos dereação fisiológica, melhorando a resposta imune.

Mas o excesso de solicitações ao organismo, às defesas e à mente gero fadiga e decréscimo de energia vital.

Como saber se o estresse está atingindo alturas perigosas?

• Dificuldade para dormir.

• Os fumantes e bebedores, numa tentativa de “dar fuga” às tensões, fumam e bebem mais que o habitual. Mas está provado que isto só complica a situação, embora algumas vezes traga falsa sensação de alívio.

• Diminuição do apetite (anorexia nervosa) ou, no extremo oposto, indomável vontade de comer, especialmente doces.

• Cansaço excessivo e/ou pouca motivação.

• Dificuldade em tomar decisões e resolver problemas que antes eram simples.

• Dificuldade de raciocínio. Muitas vezes o portador não toma consciência desses sinais.

Publicidade

O que é e quais as causas do Estresse- Como evitar

Todos atravessamos crises e suportamos emoções fortes. A vida moderna frequentemente nos obriga a encarar situações difíceis, ameaçadoras. Cada pessoa reage de modo diferente diante dessas situações.

Alguns são mais sisudos e conseguem driblar a maioria dos problemas sem grandes afetações emocionais. Outros são mais sensíveis, mais vulneráveis.

Aquilo que constitui fator de estresse para um pode não o ser para outro. Mas todos temos um limite, a partir do qual a psique e o corpo são prejudicados.

Quando as pressões externas, os problemas do trabalho e da família, e as preocupações financeiras são demasiado fortes e constantes, ultrapassando a capacidade individual de suportá-los, produzem estresse.

Uma pessoa estressada geralmente exibe um ou mais sintomas psicofísicos, como: nervosismo, impaciência, irritabilidade, dor de cabeça, depressão, fadiga, desânimo, dificuldade de concentração etc.

A ansiedade e a depressão estão muitas vezes relacionadas ao estresse.

Doenças como úlcera gastroduodenal, colite, diabetes melito e hipertensão arterial podem ser causadas ou agravadas pelo estresse contínuo, que gera modificações hormonais e metabólicas diversas.

Pesquisas recentes deram conta de que o câncer e os ataques do coração preferem pessoas tensas, ansiosas, impacientes, competitivas e ambiciosas, portadoras de personalidade W.

Pessoas calmas, tolerantes, resignadas e cordatas, com personalidade “B”, desfrutam melhor saúde. A ansiedade consome a alegria de viver. Todos, interiormente, gostaríamos de vencê-la.

Em seguida, apresentamos conselhos sintetizados por especialistas no assunto. São providências simples que têm ajudado muitas pessoas:

• Mude sua maneira de pensar, de encarar dificuldades. Considere-as como oportunidades de desenvolver sua habilidade.

Você pode enfrentar e vencer o desafio. Mas lembre-se: cair não quer dizer que você terá de ficar prostrado.

Fracassar, e até se sentir, vez por outra, desanimado, é natural na vida. Todos passam por isso. Mas não se entregue.

• Aprenda a lidar com o estresse. Não se deixe vencer. Procure mesmo tirar proveito de situações críticas.

Encare-as com serenidade, buscando soluções como alguém que está de fora, num video game. Não se envolva demais.

• Em chinês, crise é weiji, palavra que significa ao mesmo tempo perigo e oportunidade. Quando as coisas vão mal, é sua chance de levantar-se, tirar lições de vida e dar a volta por cima, em vez de sentar-se lastimando.

Crise é também crivo, uma peneira que purifica nossa vida, se exercermos paciência. E isso que a Bíblia ensina.

É muito importante termos o conhecimento sobre o que é e quais as causas do Estresse- Como evitar..

o-que-e-e-quais-as-causas-do-estresse-como-evitar

 

• Pense no que está causando suas tensões. A maioria das pessoas não se esforça para remover estas causas, mas se preocupa apenas com os efeitos.

Note bem: pense nas causas de suas tensões nervosas. Comece, a partir de agora, a consagrar esforços calculados ao objetivo de eliminá-las. Muitos, por exemplo, se impacientam em razão de constantes atrasos.

A solução é tão simples como negligenciada. Resolve-se o problema com aplicação ao planejamento de períodos e horários, respeitando-se a necessária folga de tempo, e com adequada programação de agenda.

Acordar um pouco mais cedo e sair um pouco mais cedo, levar uma leitura amena para eventuais esperas, são antigas receitas de pontualidade que poupam a ansiedade provocada pela correria ou demora.

• Concentre esforços numa atividade por vez. Quem se preocupa com muitas tarefas ao mesmo tempo não executa bem nenhuma delas e acaba estressado. O caminho mais curto para realizar uma montanha de tarefas é executar uma de cada vez.

• Por que ser tão competitivo? Busque ser feliz independentemente das influências e julgamentos de outros.

• Pense em outra coisa. Evite os pensamentos que produzem desânimo ou estresse. Procure polarizar a mente em coisas boas, em sucessos do passado. Você já conseguiu outras vezes. Conseguirá novamente.

• E vital exercer equilibradamente atividades físicas, mentais e recreativas.

Estudantes ou pesquisadores aplicados, por exemplo, que não separam tempo para educação física, acabarão sofrendo queda de rendimento mental.

A produtividade agradece quando há equilíbrio entre aquelas três atividades.

• Não negligencie os exercícios físicos. E preferível fazê-los ao ar livre, em ambiente natural, e combiná-los a atividades amenas e agradáveis, como jardinagem.

• Separe tempo para a recreação sadia com a família e/ou os amigos. Leia o tópico “Contato com a Natureza, descanso e lazer”.

• Ocupe a mente só com pensamentos bons, nobres e elevados. Cultive bons propósitos e ideais. Leia bons livros sobre a filosofia do êxito. O melhor que poderíamos recomendar é a Bíblia, devidamente estudada. Essa são ótimas dicas não só para as causas do Estresse e Como evitar, mas também para a vida.

• Entregue-se frequentemente a um relaxamento natural. Sentado numa posição confortável, esvazie a mente de preocupações e respire lenta e profundamente.

• Durma o suficiente – nem demais nem de menos. Antes da hora de dormir, comece a expulsar os pensamentos preocupantes e excitantes. Ao deitar, relaxe.

• Coma sem pressa, sentindo o sabor da comida. Expulse lembranças incômodas da mente, especialmente na hora da refeição.

• Não dê lugar à impaciência ou ao negativismo. Quase sempre criamos para os problemas uma imagem mental mais negra do que seu real significado.

• Procure absorver as “crises de raiva” com sabedoria. Chame, para socorrê-lo, idéias elevadas.

• E inegável a presença marcante de um componente espiritual no ser humano. Confiar em Deus como num amigo, e ser-Lhe fiel, conservando a consciência em paz, é o mais poderoso fator anti-estresse.

• Procure tornar seu trabalho aprazível. Como nem sempre é possível fazer aquilo de que se gosta, é preciso condicionar-se a gostar de fazer o que precisa ser feito. Seja caprichoso. Sua função, por mais modesta, é importante.

• Ao escolher uma profissão, considere o aspecto financeiro, mas que ele não pese mais que seus ideais e vocação.

• Este é um conselho antigo, universalmente conhecido, mas negligenciado: Ao escolher o parceiro de casamento, é vital não tapar os ouvidos à voz da razão.

O naufrágio do casamento começa no ponto em que a paixão carnal cega os olhos e ensurdece os ouvidos da consciência, insensibilizando a natureza moral, e produzindo desprezo aos bons conselhos.

• A vida oferece rosas e espinhos. Muitos se incomodam tanto com os espinhos que não percebem as rosas. Faça o contrário.

• Provérbio chinês: “Se teu mal tem cura, por que te perturbas? Se teu mal não tem cura, para que te perturbas?”

• A dieta e o sistema de vida naturista promovem a saúde. A melhora das condições psicofísicas é acompanhada de acréscimos de força diante dos embates da vida. Quem se alimenta corretamente e faz exercícios físicos regulares exibe estrutura psicossomática mais hígida, e tem, portanto, melhores chances de vencer.

• As pessoas verdadeiramente realizadas não são as que “se matam” para ganhar dinheiro. Jesus as chama de loucas. Realização tem três prioridades: paz interior, família e saúde.

• Complicar coisas simples é ingenuidade. Simplificar coisas complicados é prova de maturidade. Encare com serenidade os problemas, mesmo que pareçam complicados. Procure soluções com calma, sem esquentar a cabeça.

Conforme a maneira de encarar os problemas, eles poderão se tornar uma barreira quase intransponível, ou um passo avante no plano de amadurecimento do espírito.

• Para refletir: numa situação-problema as preocupações trazem consigo transtornos emocionais, como: nervosismo, ansiedade, tristeza, depressão etc.

Mas não trazem solução. Aprenda a arte de procurar soluções com cada vez menos envolvimento e preocupação. Isto é uma ciência; exige tempo para aprender.

Requer aplicação e perseverança. Mas sem dúvida, vale a pena. Persista. Você chega lá. A medida que for avançando nesta caminhada, se sentirá mais feliz, realizado.Contato com a Natureza, descanso e lazer Muitos estão doentes e neuróticos permanente.

O capital e o trabalho os porque fizeram da cidade seu habitat absorvem a ponto de roubar da existência os momentos de lazer natural. Mas ninguém é capaz de produzir melhor em condições neurotizantes.

Quem não pode ter casa no campo ou na praia não se deve considerar em desvantagem. Há, em todas as cidades, parques e jardins públicos.

Parecia haver perdido seu bom humor habitual. Queixava-se de constante sensação de cansaço, dores nas costas, dificuldade para dormir, dor de cabeça, perda de memória.

Tarefas antes fáceis tornavam-se cansativas. As pernas pareciam pesar toneladas. A produtividade decaía.

Procurou, enfim, um médico, que, depois de analisar seu estilo de vida, diagnosticou o problema: estresse.

Ana Maria vinha trabalhando muito, sob extrema tensão, e esforçava-se por ocultar seus múltiplos problemas no trabalho e em casa sob uma capa de jovialidade.

Alimentava-se mal, não se exercitava. Sua frágil estrutura psicoftsica acabou, enfim, cedendo.

Nesse artigo falamos O que é e quais as causas do Estresse- Como evitar.

Imagem- saudegarantida.com.br

dicas Dica Extra: Como Curar Doenças de Forma Natural

Descubra como PREVENIR e CURAR doenças através de métodos naturais e alimentos simples. Descubra o real PODER DE CURA PELA NATUREZA - Clique Aqui

Publicidade

Leia também:


Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*