Remifemin para Menopausa Faz Mal? Funciona? Efeitos Colaterais

Confirmar se o Remifemin faz mal é necessário para inúmeras pessoas que desejam fazer um tratamento com este medicamento mas tem dúvidas quanto aos efeitos colaterais. Para saber os possíveis males causados por ele assim como as alternativas naturais mais indicadas para evitar essas reações, acompanhe nosso artigo.

Remifemin faz mal

Para que o Remifemin é indicado?

Esse medicamento fitoterápico é indicado para alívio dos efeitos da menopausa, evitando que as mulheres tenham de ingerir hormônios sintéticos ou outros tipos de medicamentos em excesso. Dessa forma, o Remifemin é recomendado para tratar os sintomas associados à menopausa, que são:

– Dores de cabeça;
– Desconforto ao ter relações sexuais;
– Fadiga;
– Intenso suor noturno;
– Dores articulares;
– Dores nos músculos da região da vagina e no sistema urinário;
– Dificuldade para dormir;
– Aumento dos riscos de osteoporose;
– Ondas de calor (com sensação de transpiração intensa e frio);
– Ressecamento e sensibilidade na vagina;
– Ausência de menstruação ou irregularidades quanto ao fluxo menstrual;
– Redução do desejo sexual;
– Ressecamento da pele;
– Dificuldades quanto à concentração e memória;
– Aumento da necessidade de urinar;
– Constante alteração de humor (ansiedade, sintomas depressivos, irritação etc.);
– Aumento de peso;
– Desconforto ou dores nas mamas;
– Ressecamento dos cabelos;
– Sede constante e boca seca;
– Redução da massa muscular;
– Cansaço mental;
– Prisão de ventre frequente.


Remifemin faz mal? Efeitos Colaterais e Riscos

Ainda que esse medicamento seja fitoterápico, ele pode causar algumas reações indesejáveis no organismo e justamente por esse motivo é possível constatar que o Remifemin faz mal a depender do quadro clínico da paciente e condições gerais do organismo. Os principais efeitos colaterais desse medicamento são:

– Inchaço no rosto;
– Náuseas;
– Vômito;
– Diarreia;
– Lentidão dos batimentos cardíacos;
– Aumento do peso;
– Reações alérgicas (coceira e/ou vermelhidão na pele);
– Vertigem ou desconforto visual.

Quais são os tratamentos alternativos mais recomendados?

remifemin faz mal

Além de saber que de certa forma o Remifemin faz mal, é muito importante obter informações quanto aos tratamentos naturais mais recomendados para combater a menopausa e contribuir para o equilíbrio hormonal no organismo feminino. Entre os tratamentos naturais mais indicados para a menopausa e saúde hormonal feminina, estão:

Chá de verbena

Essa planta consiste numa excelente aliada ao favorecer a digestão, regular o humor e combater sintomas depressivos, contribuindo para o alívio dos sintomas da menopausa.

Ingredientes


– 1 litro de água;
– 50g de folhas de verbena.

Preparo


– Colocar a água para esquentar. No momento que iniciar fervura, desligar o fogo e adicionar as folhas de verbena;
– Abafar o recipiente e deixar a mistura descansando por 10 minutos;
– Coar e beber ao longo do dia.

Suco de maracujá com lecitina de soja

A combinação do maracujá com lecitina de soja é perfeita para combater os sintomas da menopausa, aderindo a um tratamento natural após saber que o Remifemin faz mal. Enquanto o maracujá é reconhecido por seu efeito calmante, a lecitina de soja possui fitohormônios que amenizam as ondas de calor características da menopausa.

Ingredientes

– Polpa de 1 maracujá;
– 1/2 colher (sopa) de lecitina de soja;
– 2 colheres (sopa) de mel;
– 2 folhas de couve-manteiga;
– 3 copos de água mineral ou filtrada gelada.

Preparo

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater por 15 segundos. Beber esse suco ao longo do dia. Obs: essa bebida não é recomendada para mulheres que possuem pressão baixa.

Suco de melão com hortelã

O melão é uma das frutas que atuam como aliadas no combate aos sintomas da menopausa, principalmente as ondas de calor e transpiração excessiva. Por isso, é uma excelente alternativa já que o Remifemin faz mal.

Ingredientes

– 1/2 melão;
– 10 folhas frescas de hortelã;
– 2 colheres (chá) de sementes de melão.

Preparo

– Colocar todos os ingredientes no liquidificador, bater e coar;
– Logo em seguida, adicionar gelo a gosto e beber.

É indicado tomar de 1 a 2 copos desse suco 3 vezes por semana.

Suco de pepino

Esse suco é uma excelente alternativa caseira para diminuir os desconfortos relacionados à menopausa. Além de saber que o Remifemin faz mal, ingerir o suco de pepino regularmente contribui para o equilíbrio hormonal.

Ingredientes

– 1/2 copo de água gelada (filtrada ou mineral);
– 1 pepino sem casca.

Preparo

Colocar todos os ingredientes no liquidificador, bater, coar e beber logo depois do preparo. É indicado beber 1 copo desse suco 2 vezes por dia.

Maca peruana

A maca peruana consiste em um vegetal oriundo da região dos andes peruanos, sendo muito utilizada no formato em pó. Além de ajudar a reduzir os sintomas típicos da menopausa, ela aumenta os níveis de energia e resistência do organismo, é rica em ômega 3 e ainda fortalece os ossos. 

O pó de maca peruana pode ser utilizado no preparo de vitaminas, shakes e sucos naturais. Essa alternativa natural é excelente para quem já sabe que o Remifemin faz mal e deseja evitar os possíveis efeitos colaterais que ele causa.

Suco de amora

A amora é uma das frutas mais benéficas para a saúde feminina, contribuindo para o alívio dos sintomas da menopausa. Essa fruta também tem propriedades antioxidantes que ajudam no equilíbrio do peso e na prevenção de diversas doenças.

Ingredientes

– 1 xícara (chá) de amoras frescas;
– 1 copo de água mineral ou filtrada gelada;
– Açúcar a gosto (recomenda-se usar pouco).

Preparo

Colocar a água e a amora no liquidificador. Bater por 10 segundos e coar. Após coado, colocar o suco novamente no liquidificador juntamente com o açúcar e bater por 10 segundos. Beber logo em seguida. É indicado beber 1 copo desse suco 3 vezes por semana.

Alimentos que aliviam os sintomas da menopausa


Além de ter informações sobre porque o Remifemin faz mal e conhecer as melhores alternativas naturais de tratamento, é interessante saber os alimentos que aliviam os sintomas da menopausa, inserindo-os no cardápio diário. Esses alimentos são:

– Abacate;
– Óleo de girassol;
– Manteiga de amendoim;
– Óleo de gérmen de trigo;
– Brócolis;
– Espinafre;
– Óleo de milho;
– Manga;
– Kiwi;
– Molho de tomate (natural);
– Tomate;
– Aspargos;
Óleo de cártamo;
– Sementes de girassol;
– Avelã;
– Azeite de oliva extravirgem;
– Amendoim;
– Damasco seco;
– Amora;
– Melão;
– Noz-pecã;
– Quinoa;
– Amaranto;
– Alho;
– Cebola;
– Orégano;
– Cebolinha;
– Mostarda;
– Inhame;
– Lentilha;
– Grão de bico;
– Feijão;
– Semente de abóbora.

Além de saber que o Remifemin faz mal em alguns casos, é importante que as mulheres com idade entre 40 e 50 anos realizem adequações principalmente na alimentação, evitando que os sintomas da menopausa apareçam de forma intensa.

Imagens: tuasaude.com / livelovefruit.com


Continue lendo sobre saúde natural: