Técnicas de massagem para acabar com as dores

O massagista, mãos limpas e braços nus, deve possuir habilidade, vigor e uma sensibilidade particular para as reações da pessoa massageada.

A fim de facilitar a massagem, é conveniente passar previamente talco ou glicerina nas mãos. Nesse artigo ensinaremos Técnicas de massagem para acabar com as dores.

A região a ser massageada deve estar evidentemente nua, e o tratamento deve ser efetuado num aposento aquecido, na temperatura de 20 A duração de uma sessão de massagem varia de 5 minutos, no mínimo, a 25 minutos, no máximo.

O massagista deve ter o cuidado de não danificar os tecidos da pessoa que ele massageia. As equimoses são a marca de uma massagem falha.

Publicidade

Elas jamais permitiram dissipar a gordura e a celulite, como também não permitiram a eliminação das toxinas.

Uma sessão de massagem sempre deve começar e terminar com os movimentos mais suaves. Os movimentos mais vigorosos estarão, portanto, reservados para o meio da sessão.

o deslizamento

Deve-se usar a palma da mão ou a polpa dos dedos para roçar, quase acariciar a superfície a ser massageada.

Os movimentos são largos, parando nos limites da zona a ser tratada, e não devem ser feitos em sentido inverso.

Evoluem, portanto, para a parte externa, ou se adaptam no sentido da fibra muscular. O deslizamento é um sedativo da dor e opreparo indispensável para urna massagem mais vigorosa.

Publicidade

A fricção

Consiste em esfregar de modo enérgico mas sem excesso, com a ajuda da palma da mão ou da polpa dos dedos. O movimento não tem amplitude, e é frito no sentido do comprimento, para os membros, e no sentido circular, pára as regiões extensas como as costas.

A fricção pode ser muito útil nas Técnicas de massagem para acabar com as dores.

Não é aconselhável para pessoas idosas:

A pressão:

O movimento difere em intensidade conforme as necessidades.

Quando a região é pouco musculosa:

deve-se utilizar a polpa dos polegares para atingir melhor o espaço que existe entre os tendões.

Quando se trata do trajeto de um nervo:

deve-se utilizar a polpa dos polegares e dos dedos.

Quando se trata de um membro:

deve-se utilizar toda a mão em posição arqueada e arredondada, moldando-aí região a ser massageada.

Quando se trata de uma superfície curva e protegida por uma espessa camada muscular:

deve-se utilizar a saliência da mão formada pela extremidade superior das eminências tênar e hipotênar para imprimir um movimento profundo de mó.

A pressão deve ser feita da extremidade para o centro, no sentido da circulação venosa ou seguindo o trajeto das fibras musculares.

tecnicas-de-massagem-para-acabar-com-as-dores
E amassainento:

É reservado para as regiões muito musculosas. No entanto, deve ser praticado sem brutalidade.
Consiste em pegar a pele, os músculos e rolá-los, deslocá-los transversalmente e imprimir-lhes o inicio de um movimento de torção.

Pode ser praticado com as duas mãos ao mesmo tempo, ou com cada uma delas trabalhando separadamente.

Observado com moderação e prudência, é útil para combater as aderências decorrentes de cicatrizes, os edemas e os coágulos sanguíneos.

Não é aconselhável para as pessoas de figado muito frágil pois ele libera um hormônio, a histarnina, que só o figado pode destruir e que pode estar na origem de dores no corpo e insônias.

A pinçagem:

Trata-se de um amassamento praticado com o polegar e o indicador e próprio para as superfícies pouco extensas ou para o abdômen. Bem feita, portanto com delicadeza, não é dolorosa. Tem o mérito de estimular as trocas orgânicas e de facilitar a eliminação das toxinas.

A pinçagem é uma das ótimas Técnicas de massagem para acabar com as dores.

as vibrações:

A mão é colocada em contato com a pele, sem afastar-se dela, e a vibração é transmitida pela sucessão das pressões e dos relaxamentos imprimidos pelo pulso do massagista.
As vibrações possuem uma ação sedativa; acalmam, por exemplo, as digestões ácidas.

A percussão:

Os tecidos são martelados através de pancadinhas dadas ou com a palma da mão, ou com a borda externa da mão. As duas mãos trabalham alternadamente.
Esse tipo de massagem tem uma ação reflexa profunda.

Tipos de massagem conforme a qualidade dos tecidos:

Quando a região tem muitas gorduras:

pressões suaves, leves e depois mais fortes, alternadas com um amassamento largo e profundo, porém moderado.

No trajeto dos nervos:

as pressões são indicadas em caso de nevralgia ou de paralisia.

Nas regiões muito musculosas:

todas as massagens são permitidas, com a condição de que se respeite o sentido das fibras musculares.

Quando o tecido é muito irrigado;

tratar com muita precaução. Evitar massagear as regiões em que a mão encontra uma grossa veia superficial como nas axilas ou na parte interna do cotovelo.

Quando se trata de urna articulação:

atenua-se a dor através de deslizamentos e utiliza-se as pressões suaves para reabsorver os líquidos derramados.

Após a massagem

É aconselhável, depois da massagem, tomar uma ducha morna, vestir roupas quentes e prolongar o relaxamento observando um repouso de alguns minutos na cama.

Publicidade

Nesse artigo ensinamos Técnicas de massagem para acabar com as dores.

Imagem- saude.consultaclick.com.br

Assuntos Interessantes:

 

Deixe um Comentário

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


dezoito + 6 =