Chá de Guiné – 8 Benefícios, Contraindicações, Efeitos e Onde Comprar

chá-guiné

Embora poucas pessoas conheçam essa bebida, o chá de guiné oferece uma série de benefícios para a saúde, sobretudo no que se refere ao tratamento de dores e inflamações.

Para saber maiores detalhes sobre cada um desses benefícios, confira nosso artigo.

 

chá-guiné

 

Lista dos 8 benefícios do chá de guiné

1 – Ajuda no tratamento de infecções urinárias

Por ser rico em propriedades anti-inflamatórias, esse chá é um excelente remédio natural para o tratamento de infecções urinárias já que ele combate as bactérias causadoras do problema e ajuda a limpar o sistema urinário graças às substâncias diuréticas dessa planta.


2 – Auxilia na limpeza dos rins

Exatamente pelas propriedades diuréticas, esse chá favorece a limpeza dos rins, evitando infecções e até mesmo a formação dos chamados cálculos renais (pedras nos rins), doença reconhecida por causar intensas cólicas e demais complicações no sistema urinário.

3 – Contribui para desintoxicar o fígado

Por favorecer a limpeza do organismo e ajudar na eliminação das toxinas presentes no sangue, o chá de guiné apresenta excelente efeito para beneficiar o fígado, evitando uma série de doenças tais como esteatose hepática (gordura no fígado), hepatite etc.

4 – Alivia dores de cabeça e enxaqueca

Por conter substâncias analgésicas, essa planta ajuda a aliviar de forma natural dores de cabeça e até mesmo crises de enxaqueca.

Por conter propriedades anti-inflamatórias, ela atua também na causa desses problemas, evitando que a dor volte.

5 – Reduz dores musculares

Também por meio das propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, o consumo desse chá é de grande utilidade no alívio de dores musculares causadas por tensão emocional, má postura, excesso de exercícios físicos etc. relaxando o corpo e ajudando a dormir melhor.


6 – Ajuda no tratamento de infecções na garganta

As propriedades anti-inflamatórias do chá de guiné é muito útil para tratar inflamações e inflamações na garganta, geralmente ocorridas pela ação de bactérias e pela fragilidade do sistema imunológico.

7 – Favorece a memória

Embora poucas pessoas saibam disso, outro dos benefícios desse chá consiste no efeito que ele exerce na memória, já que ele estimula o bom funcionamento do cérebro.


8 – Alivia dores articulares

Voltando às substâncias analgésicas e anti-inflamatórias dessa planta, além dos benefícios já apresentados, ela contribui para o alívio de dores articulares causadas por doenças como artrite, artrose etc.

Quais as contraindicações desse chá?

Embora ofereça diversos benefícios para a saúde, esse chá não é indicado nas seguintes situações:

  • Gestantes (esse chá contém substâncias abortivas);
  • Mulheres que estão amamentando;
  • Pessoas pré-dispostas a alergias;
  • Pessoas que sofrem de problemas neurológicos;
  • Indivíduos que apresentam crises convulsivas;
  • Pessoas que têm dificuldade para dormir.

Quais são os efeitos colaterais?

Quando utilizado em exagero ou de forma contínua, esse chá poderá causar:

  • Intoxicação;
  • Reações alérgicas;
  • Confusão mental;
  • Insônia.

Como fazer o chá de guiné?

Ingredientes

  • 1 litro de água;
  • 2 colheres (sopa) de folhas de guiné picadas.

Preparo

  • Colocar a água para esquentar. No momento que ela começar a ferver, desligar o fogo e adicionar as folhas de guiné picadas;
  • Deixar essa mistura abafada por 10 minutos, coar e armazenar em um recipiente com tampa;
  • Beber esse chá ao longo do dia pelo período máximo de 3 dias.

Obs.: pelo fato de esse chá conter propriedades diuréticas, para evitar episódios de desidratação, é indispensável beber 2 litros de água todos os dias.

Onde comprar esse chá?

A mistura pronta para esse chá é facilmente encontrada em lojas de produtos naturais e em farmácias fitoterápicas ou homeopáticas.

Dicas extras de tratamentos naturais

Além de usufruir dos benefícios desse chá, sobretudo no caso de pessoas que sofrem de artrite, artrose ou outras doenças reumáticas e também para pessoas que sofrem de enxaqueca e constante tensão muscular, é interessante recorrer a algumas dicas básicas que podem ajudar bastante.

Terapias complementares

As chamadas terapias complementares consistem em técnicas que visam o tratamento integral do paciente, abrangendo aspectos físicos, emocionais, energéticos etc. Entre as principais delas, destacam-se:

Yoga

Além de favorecer o bem-estar físico e emocional, a aplicação das técnicas de yoga são de grande importância para a respiração, postura e flexibilidade do corpo, fazendo com que as pessoas se sintam mais dispostas e consigam lidar de forma mais leve com os desafios próprios do dia a dia.

Reiki

O reiki consiste em uma terapia oriental que busca equilibrar os centros de energia do corpo, sendo de grande ajuda para o tratamento natural de diversas doenças relacionadas, principalmente, às emoções.

Acupuntura

Seja para tratar problemas nas articulações ou tensões musculares, as técnicas de acupuntura são de grande auxílio, já que por meio da estimulação de certos pontos do corpo é possível obter o alívio dessas dores,  contribuindo para que o tratamento médico surta melhores efeitos.

Aromaterapia

Para quem sofre constantemente de dores de cabeça, enxaqueca ou desconforto muscular em virtude principalmente do estresse, uma boa alternativa é fazer sessões de aromaterapia com um profissional devidamente qualificado.

Por meio do uso de óleos essenciais específicos, é possível diminuir os sintomas da ansiedade, estresse, depressão etc., doenças na maioria das vezes associadas à dor de cabeça, enxaqueca e dores musculares.

Alimentação saudável


Adotar uma alimentação saudável é o ponto básico para ter mais saúde e qualidade de vida. Sobretudo no caso de pessoas que sofrem de processos inflamatórios crônicos, como doenças reumáticas, é preciso adicionar os seguintes itens no cardápio:

  • Gengibre;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma) em pó;
  • Alho e cebola (preferencialmente crus);
  • Sementes e óleo de linhaça;
  • Peixes (sardinha, salmão, atum, arenque, truta e cavalinha);
  • Cenoura;
  • Tofu;
  • Espinafre;
  • Frutas cítricas (limão, laranja, acerola, abacaxi, tangerina, kiwi e morango);
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Alecrim;
  • Manjericão.

Atividade física

Desde uma simples caminhada até à prática de esportes, é fundamental ter uma atividade física para obter mais saúde e qualidade de vida.

Além de combater diversas doenças como hipertensão, diabetes, colesterol etc., a atividade física libera importantes hormônios que aliviam os sintomas da depressão, ansiedade e estresse.

O consumo do chá de guiné não elimina a necessidade de acompanhamento médico, sendo necessário fazer consultas e exames com regularidade e seguir à risca o tratamento prescrito.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco × 2 =