Nistatina funciona para Candidíase? Faz Mal? Veja Efeitos Colaterais

Nistatina faz mal

Saber se Nistatina faz mal ou não é a dúvida de muitas pessoas que necessitam ingerir esse medicamento, mas que temem os efeitos colaterais que ele pode causar. Para esclarecer todas essas dúvidas, acompanhe nosso post falando a respeito desse medicamento, seus efeitos colaterais e alternativas naturais de tratamento.

 

Para que a Nistatina é indicada?

Antes de compreender porque a Nistatina faz mal, é importante saber para quais doenças esse medicamento é indicado, verificando mais adiante as possibilidades naturais de tratamento. A Nistatina é recomendada para tratar de:

⦁ Candidíase do trato digestivo;
⦁ Candidíase do trato digestivo superior;
⦁ Candidíase da cavidade bucal;
⦁ Esofagite ocasionada por Candida (mais frequente em indivíduos que sofrem de doenças que necessitam de cuidados contantes com antibióticos, sessões de radioterapia ou utilização de medicamentos imunodepressores que provocam a diminuição das defesas do organismo no caso de indivíduos portadores de HIV positivo).


Por que a Nistatina faz mal?

Assim como a maioria dos medicamentos pertencentes à classe dos antibióticos, a Nistatina faz mal devido aos possíveis efeitos colaterais que provoca , sendo que esses efeitos variam de acordo com o quadro clínico do paciente e condições gerais de cada organismo. Com relação aos possíveis efeitos colaterais provocados por esse medicamento, eles são:

⦁ Erupções cutâneas (podendo desencadear episódios de urticária);
⦁ Náuseas;
⦁ Vômito;
⦁ Diarreia;
⦁ Desconfortos gastrintestinais.

Nistatina faz mal

Ainda que tais efeitos sejam menores se comparados a outros tipos de antibióticos, a Nistatina faz mal e é preciso que os pacientes tenham ciência deles antes de iniciar o tratamento. 

É importante frisar que no caso de gestantes, mulheres que estão amamentando, pessoas diagnosticadas com algum tipo de doença ou que façam uso constante de medicamentos é necessário informar essas condições ao médico responsável , já que em alguns casos esse medicamento não é indicado.

 

 

Quais são as alternativas naturais de tratamento?

Nistatina faz mal

Além de saber porque a Nistatina faz mal é preciso estar por dentro de quais são as alternativas naturais mais recomendadas para as doenças tratadas por esse medicamento. Para evitar a ação da candidíase, independentemente do local que ela se apresenta, a melhor forma de prevenir e combater o problema é fortalecer as defesas imunológicas do organismo. E isso é feito das seguintes maneiras:


Uso de suplementos minerais ou vitamínicos

Inúmeras vezes, a fragilidade das defesas imunológicas está associada à falta de determinados nutrientes no organismo, tais como minerais e vitaminas. Como nem sempre é possível repor esses nutrientes por meio da alimentação diária, médicos e nutricionistas,após a realização de exames, recomendam doses diárias de suplementos até que o corpo retome o equilíbrio.

Por isso, ao notar a ocorrência frequente de infecções, o primeiro passo é fazer exames para verificar como está o nível de vitaminas e minerais, corrigindo o problema antes que ele acarrete consequências mais sérias.


Optar pelos alimentos orgânicos

Não é novidade que frutas, verduras e legumes convencionais possuem uma grande quantidade de agrotóxicos. A longo prazo, essas substâncias, além de causarem a intoxicação do organismo e inflamação das células, prejudicam bastante o sistema imunológico.

Por esse motivo, cada vez mais pessoas no mundo todo estão aderindo ao consumo de alimentos orgânicos, já que eles são livres dos agrotóxicos que comprometem a saúde. Tais alimentos são vendidos a preços cada vez mais acessíveis em feiras livres, pequenas propriedades rurais e nos supermercados.

Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas

A ingestão excessiva de bebidas alcoólicas é outra das principais causas da maior frequência de infecções. Por isso, além de saber porque Nistatina faz mal, é preciso reduzir drasticamente o consumo dessas bebidas, já que elas diminuem a resistência imunológica e ainda causam danos ao fígado e aos rins.

Tomar sol

Por meio do contato dos raios solares com a pele, nosso organismo produz uma substância importantíssima para a saúde: a vitamina D. Ela é crucial para diversas funções orgânicas, atuando principalmente no aumento da imunidade. Por esse motivo, médicos são unânimes ao recomendar que as pessoas tomem um pouco de sol direto todos os dias (sem uso do protetor solar) pelo período de 15 minutos (no horário entre 10h e 12h).

Beber chás medicinais

Os chás medicinais são ricos em substâncias altamente benéficas para as defesas imunológicas, prevenindo naturalmente a ação de bactérias, fungos e vírus nocivos ao organismo. Os mais indicados são os chás de:

– Maçã;
– Maçã com canela;
– Gengibre;
– Gengibre com limão;
– Alecrim;
– Sabugueiro;
– Equinácea;
– Boldo;
– Genciana;
– Jasmim;
– Camomila.

Beber sucos naturais

Os sucos naturais, além de ajudarem no emagrecimento, são excelentes opções para manter o corpo nutrido e aumentar as defesas naturais do organismo. Entre os mais indicados, estão:

– Melancia com limão e hortelã;
– Abacaxi com maçã e gengibre;
– Melancia com gengibre;
– Acerola com laranja;
– Beterraba com maçã;
– Mamão com laranja;
– Agrião com maçã, limão e mel;
– Abacaxi com hortelã;
– Laranja com banana nanica.

Dormir bem

Muito além de entender porque a Nistatina faz mal, é importante saber que o sono de qualidade é um dos principais aliados do sistema imunológico. O recomendado é manter a regularidade de 8 horas de sono por noite, estabelecendo horários fixos para deitar e levantar.

Praticar atividade física

Além de contribuir para o equilíbrio do peso, os exercícios físicos desempenham um papel importantíssimo para o sistema imunológico. Durante a atividade física, o corpo libera uma série de substâncias que favorecem a sensação de bem-estar, ajudando inclusive na prevenção e tratamento da depressão e ansiedade.

Cuidar da alimentação


De nada adianta saber que Nistatina faz mal se não houver uma mudança geral nos hábitos alimentares, incluindo no cardápio os principais alimentos que contribuem para o fortalecimento das defesas imunológicas. Entre os itens mais indicados estão:

– Açafrão-da-terra (cúrcuma);
– Alho;
– Cebola;
– Kefir;
– Iogurte natural;
– Gengibre;
– Limão;
– Salmão;
– Sardinha;
– Salsinha;
– Pimenta caiena;
– Kiwi;
– Mirtilo;
– Morango;
– Manjericão;
– Hortelã;
– Queijos magros;
– Ovos;
– Aveia;
– Linhaça;
– Cogumelos;
– Nozes;
– Amêndoas;
– Castanhas.

A importância do acompanhamento médico

Saber que Nistatina faz mal e adotar todos os cuidados acima não elimina a necessidade de contar com acompanhamento médico e seguir à risca o tratamento prescrito. Além de ingerir esse medicamento nos casos das infecções apresentadas, é preciso contar com orientação médica para prevenção de tais doenças, realizando consultas e exames periodicamente.

Imagens: saudedescomplicada.com / thrive-magazine.co.uk

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


20 + 14 =